Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/4922
Tipo: masterThesis
Título: O adoecimento do corpo: os psicodinamismos de portadores de diabetes mellitus através do Rorschach
Autor(es): Grendene, Fernanda
Orientador: Nunes, Maria Lúcia Tiellet
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Fecha de Publicación: 2007
Palabras clave: PSICOLOGIA CLÍNICA
DIABETES MELLITUS
DOENÇAS CRÔNICAS
RORSCHACH, TESTE DE
Resumen: This Master’s dissertation consists of two studies under the norms of the Psychology Post-Graduation Program of PUCRS. In the first one, is a review of literature on both the physical chronic disease and the Rorschach Method, with particular emphasis to diabetes mellitus (DM). Lilacs, PsYcinfo Scielo, Pepsic, Indexpsi were used as data bases, as well as web search tools, such as Google and Yahoo. There was a search for articles that contain the Rorschach method as their main tool of assessment of the psychological and personality aspects of those persons who have had the chronic disease for the last ten years. The key words used in the initial search were Rorschach and chronic disease, Rorschach and disease, chronic disease and psychological assessment, from 1997 to 2007. For the specific focus on DM and Rorschach a search was performed in the same databases; however the specific Rorschach and diabetes mellitus key words, as well as the search in the journals in the libraries of the Institute of Psychology and the College of Medicine of UFRGS, and the Central Library of PUCRS, not available on-line. It was demonstrated that there has been a shortage of articles on this theme in the past ten years. It was also identified that studies with persons who have chronicle diseases show feelings of grief, distress, lack of will power, desmotivation, nervousness, annoyance, displeasure, insecurity, sensation of inutility and dissatisfaction with one’s self-image, social isolation, the increase of depression, the decrease in the improvement expectations, and loneliness feelings. About DM, feelings that are prevailing seem to be the same as those of other chronic diseases, depending on their level, control and complications. Specific literature says that Rorschach method is a sensitive technique to detect emotional aspects that encompasses the physical chronic disease. Nevertheless, in the past years just a few twin studies have been found about both themes. The second study deals with the main changes in everyday life of DM patients after diagnosis, as well as the difficulties in controlling the disease. It also checks out and analyzes the psychodynamics processes found in the Rorschach verbalization protocols of 25 diabetic persons, by means of Content Analysis method, proposed by Bardin. (1977). The results show that the study group can be characterized as a group of predominantly Alexitimic persons. It especially occurs when concepts of the Psychoanalytic Psychosomatic, are considered; these persons use special defensive mechanisms against emotional suffering from having a chronic disease. Furthermore, the group can be described as being composed of persons with difficulties to symbolize, maintaining concrete perceptions of reality; they also present emotional impairs due to their sickness process, principally if it is considered the interpersonal relationships, and their difficulty of express emotions and affection.
A presente dissertação de Mestrado é composta por dois estudos, seguindo as normas do programa de Pós-Graduação em psicologia da PUCRS. No primeiro estudo foi realizada uma revisão de literatura sobre doenças crônicas físicas e o método Rorschach, dando ênfase nos estudos com diabetes mellitus (DM). Para sua composição foram pesquisados nas bases de dados Lilacs, Psycinfo Scielo, Pepsic, Indexpsi e ferramentas de busca da Web (Google e Yahoo) artigos que contenham o método Rorschach como principal instrumento de avaliação dos aspectos psicológicos e de personalidade de pessoas portadoras de doenças crônicas, nos últimos dez anos. Os descritores utilizados na busca inicial foram Rorschach e doença crônica, Rorschach e doença, doença crônica e avaliação psicológica, no intervalo dos anos de 1997 a 2007. Para o item específico sobre DM e Rorschach foi realizada uma nova busca nas mesmas bases, porém, com os descritores específicos Rorschach e diabetes mellitus e uma busca em periódicos nas bibliotecas do Instituto de Psicologia e da Faculdade de Medicina da UFRGS, e da Biblioteca Central da PUCRS, não disponíveis virtualmente. Constatou-se um número escasso de artigos com essa temática específica no período dos últimos 10 anos. Também foi verificado que os estudos com pessoas portadoras de doenças crônicas apontam sentimentos de tristeza, desânimo, falta de vontade, desmotivação, nervosismo, aborrecimento, perda de prazer, insegurança, sensação de inutilidade e insatisfação com a auto-imagem, isolamento social, aumento da depressão, diminuição das expectativas de melhora e sentimentos de solidão. Com relação ao DM, os sentimentos que prevalecem parecem ser os mesmos que em outras doenças crônicas dependendo do grau, do controle e das complicações da mesma.A literatura aponta que o método Rorschach é uma técnica sensível para detectar os aspectos emocionais que envolvem a doença crônica física, porém nos últimos anos não foram encontrados muitos estudos que abarquem as duas temáticas juntas. O segundo estudo trata das principais mudanças no cotidiano de portadores de DM após o diagnóstico, das dificuldades em controlar a doença e verifica e analisa psicodinamismos encontrados nas verbalizações ao Rorschach de 25 pessoas diabéticas, por meio da Análise de Conteúdo de Bardin. Os resultados apontam que o grupo em estudo caracteriza-se como composto por pessoas predominantemente Alexitímicas, partindo dos pressupostos da Psicossomática Psicanalítica; essas pessoas utilizam mecanismos de defesa específicos contra a dor emocional de portar uma doença crônica; apresentam dificuldade de simbolização, mantendo percepções concretas da realidade. Além disso, indicam prejuízos emocionais envolvidos no processo de adoecimento, no que diz respeito principalmente às relações interpessoais e à dificuldade de expressar emoções e afetos.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4922
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000402769-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,07 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.