Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/4955
Type: masterThesis
Title: Sintomas depressivos em adolescentes usuários e não usuários de maconha
Author(s): Andrade, Tânia Moraes Ramos
Advisor: Argimon, Irani Iracema de Lima
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Issue Date: 2006
Keywords: PSICOLOGIA DO ADOLESCENTE
ADOLESCENTES - USO DE DROGAS
DEPRESSÃO
MACONHA
PSICOLOGIA CLÍNICA
Abstract: A adolescência é uma fase marcada por mudanças físicas e psicológicas, sendo um momento propício ao surgimento de transtornos psicológicos. O interesse pelo estudo da depressão na adolescência é recente e tem chamado a atenção de alguns pesquisadores devido a sua elevada prevalência e os riscos com o uso de substâncias psicoativas. Com o objetivo de estudar a temática: associação entre sintomas depressivos e uso na vida de cannabis, foi elaborada esta dissertação que está composta por dois artigos, sendo um de revisão teórica e outro empírico. No artigo teórico foi realizada, através de revisão sistemática, a análise dos artigos indexados localizados nos sistemas Medline, PsycInfo, ProQuest, Web of Science e Lilacs, entre 2000 e 2005, usando os descritores: depressive symptoms, adolescence, teenager, cannabis. Foram revisados 80 abstracts, tendo sido selecionados 36 artigos completos, sendo incluídos os 9 artigos que tratavam de sintomas depressivos ou depressão e o uso ou dependência de cannabis em adolescentes. A maioria dos estudos afirma existir uma associação entre sintomas depressivos e o uso de cannabis na adolescência, cabe salientar que esta associação é mais freqüente no uso precoce e regular de cannabis. Tendo em vista estes achados tornam-se importante a investigação destas variáveis na prática clínica quando se atende esta clientela.O segundo artigo, empírico, responde ao projeto que deu origem a esta dissertação, que objetivou verificar a associação entre os sintomas depressivos e uso na vida de substâncias psicoativas em adolescentes. Trata-se de um estudo de delineamento transversal, com amostra por conveniência. Participaram 706 adolescentes entre 15 a 22 anos de idade, de uma escola pública e uma escola privada de Porto Alegre-RS. Os instrumentos utilizados foram, uma Ficha de Dados Sociodemográficos que investiga também hábitos do adolescente, desempenho escolar e uso de substâncias psicoativas e o Inventário de Depressão de Beck (BDI). Os resultados indicaram a existência de 28% de sintomas depressivos na amostra. As meninas tiveram escores mais altos que os meninos. Os adolescentes que fizeram uso na vida de álcool, tabaco e cocaína apresentaram mais sintomas depressivos, havendo uma associação entre sintomas depressivos e o uso destas substâncias psicoativas.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4955
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000348236-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,22 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.