Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/4965
Tipo: doctoralThesis
Título: Evidências de validade para o teste gestáltico visomotor de Bender
Autor(es): Silva, Roselaine Berenice Ferreira da
Orientador: Nunes, Maria Lúcia Tiellet
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Fecha de Publicación: 2008
Palabras clave: PSICOLOGIA INFANTIL - TESTES
TESTES PSICOLÓGICOS
BENDER, TESTE DE
Resumen: Esta tese trata da qualidade de instrumentos psicológicos, dando destaque ao Teste Gestáltico Visomotor de Bender. O trabalho está constituído por três estudos, dentre os quais um em específico se propõe a resgatar a história do instrumento, desde sua construção, com os estudos iniciais de Lauretta Bender (1938), até a consolidação de diversos sistemas de correção. Para este propósito foi feito levantamento bibliográfico em bancos de dados PsychInfo, Bireme, BVS (Biblioteca Virtual de Saúde) e CAPES, nos quais foi realizada pesquisa em nível nacional e internacional, no sentido de identificar as características dos estudos feitos com o teste nos últimos vinte anos. Concluiu-se este estudo acerca da diversidade de sistemas existentes na correção do instrumento desde sua construção, sendo que se identificou que a Escala de Maturação do Bender pelo método Koppitz é o mais utilizado pelos psicólogos brasileiros. Em função disto, as demais seções consistem em estudos empíricos desenvolvidos com o Bender, tendo como objetivo demonstrar evidências de validade para o método Koppitz. O segundo estudo consiste em pesquisa documental, de caráter exploratório, retrospectivo e quantitativo de associação entre medidas de avaliação, quais sejam o Bender, o WISC-III, as hipóteses diagnósticas e os dados de anamnese verificados em avaliações psicológicas. Foram analisados, por conveniência, 1111 protocolos de avaliação, compreendendo meninos e meninas na faixa etária entre cinco e doze anos, oriundos de arquivo de avaliações psicológicas cedido por uma psicóloga especialista na área. As associações significativas encontradas foram entre Bender e QI total (x2=62,913; P=0,000), Bender com hipóteses diagnósticas (x2=10,663; P=0,034) e Bender com dados de anamnese (P=0,000).Finalmente, um terceiro estudo abarcou os erros mais comuns cometidos pelas crianças avaliadas no momento da cópia das figuras do Bender. Esses erros foram associados com as variáveis idade e sexo, além de verificar a diferença entre as médias dos resultados produzidos em cada faixa etária. Para tanto, o procedimento estatístico utilizado frente aos erros mais cometidos consistiu na estatística descritiva de freqüência. Para analisar a associação entre os erros, a idade e o sexo foi utilizado o qui-quadrado pela Correlação Linear de Pearson e para verificar a diferença entre as médias dos resultados produzidos em cada faixa etária foi utilizada a análise de variância (ANOVA). Ao associar o desempenho da criança frente a cada figura do Bender com a variável idade foi possível evidenciar resultados significativos (P=0,000), com exceção da Figura 3, item rotação, cuja associação não foi evidenciada (x2=7,655; P=0,366). Da mesma forma, a Figura 5, item distorção da forma não obteve associação com a variável idade (x2=22,469; P=0,097). O Bender não apresentou associação significativa com o sexo da criança, exceto na Figura 4, no item rotação (x2=10,944; P=0,004) e na Figura 7, item rotação (x2=14,397; P=0,001). Em relação à diferença entre as médias de pontuações do Bender e faixas etárias, evidenciou-se significância devido ao P<0,001. Conclui-se a respeito da evidência de que o Bender apresenta relação com a faixa etária da criança, sendo instrumento de avaliação maturacional. Nesta amostra clínica, também fica evidente o fato de quanto maior a idade da criança, maior a capacidade de o Bender captar dificuldades em sua maturação visomotora.
This doctorate thesis remarks the quality of psychological instruments highlighting the Bender Visualmotor Gestalt Test. It’s composed by three studies. Among them the first one is a specific historical evaluation of the instrument since its construction, including the Lauretta Bender's initial studies (1938), until the consolidation of several correction systems. It's made a bibliographic survey in the databases PsychInfo, Bireme, BVS (Virtual Library of Health) and CAPES, in which the search was conducted looking for national and international information to identify the characteristics of the assessments made with the test in the past twenty years. It was identified high correction systems' diversity since the Bender's construction and that the Bender Visualmotor Gestalt Test by Koppitz Method is the most used by Brazilians psychologists. The other sections are empirical studies in order to demonstrate validity evidences to the Koppitz Method. Accordingly, the second study develops an exploratory, retrospective and quantitative documental research of association between the measures of evaluation, which are Bender, WISC-III, diagnostic hypothesis and anamnesis' indicators identified in psychological evaluations. The procedure was an analysis of protocols selected by convenience based on file of psychological evaluations given by a psychologist specialist in this area. The sample included 1111 protocols, comprising boys and girls in the age group between five and twelve years. The association between the informations pointed to a significant correlation between Bender and the results of Total IQ (x2=62,913; P=0,000). The same significant correlation occurred between Bender and diagnostic hypothesis (x2=10,663; P=0,034) and Bender with the anamnesis' indicators (P=0,000).Finally, a third study evaluated the most common errors committed by children during the Bender's figures copies whose belong to these 1111 psychological protocols. These errors were associated with the age and sex besides to verify the difference between results obtained by each age stage. For this, the statistical procedure used to analyze the most committed errors was the descriptive statistics of frequency. In sequence the qui-square by the Pearson's Linear Correlation Method it's used to analyze the association between the errors, age and sex. Besides the analysis of variance (ANOVA) was used to analyze the difference between the mean scores in each age stage. By associating the performance in each figure of Bender with the factor age, it was found high significance because the value of P=0,000, excepting the item rotation in Figure 3 (x2=7,655; P=0,366) and the item distortion of the form in Figure 5 (x2=22,469; P=0,097). The Bender in factor sex didn't returned significant association, excepting the item rotation in Figure 4 (x2=10,944, P=0,004) and in Figure 7 (x2=14,397, P=0,001). The difference between mean scores in Bender related with each age stage was significant due to P<0,001. According this study it's evident that Bender is a maturational evaluation instrument because there's relationship with the child's age stage. In this clinic sample, it's also clear that Bender is more able to capture visualmotor maturation difficulties in children with higher age.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4965
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000400813-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo418,13 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.