Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/5013
Tipo: masterThesis
Título: A travessia do si mesmo na passagem para a reserva: enlaces entre trabalho e narcisismo
Autor(es): Kegler, Paula
Orientador: Macedo, Mônica Medeiros Kother
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Fecha de Publicación: 2011
Palabras clave: PSICOLOGIA
TRABALHO - ASPECTOS PSICOLÓGICOS
PSICANÁLISE
NARCISISMO
APOSENTADORIA
Resumen: O caráter central do trabalho para a vida humana remete à lógica capitalista em que se vive atualmente, visto que a atividade profissional é um dos requisitos para a participação do homem nos processos produtivos de uma sociedade. Além de prover o sustento, a vida laboral desempenha uma função que permite ao sujeito configurar e reconfigurar a percepção da realidade externa e do si mesmo por meio da dinâmica integração social que o trabalho possibilita. Nesse contexto, é inegável que o rompimento com a atividade profissional decorrente da aposentadoria se configure como uma vivência de grande impacto psíquico. Esta dissertação de mestrado tem o objetivo de realizar uma reflexão a respeito do papel do trabalho na dinâmica e na economia psíquicas, bem como busca explorar as especificidades do processo de aposentadoria no contexto militar. Foram elaboradas duas seções acerca dessa temática: uma teórica e uma empírica. Na seção teórica propõe-se uma leitura sobre os sentidos e significados contemporâneos da vida laboral, considerando sua função narcísica para o psiquismo humano. Com base em aportes teóricos da Psicanálise, busca-se uma compreensão do trabalho como importante recurso no processo de construção da subjetividade, e também para o desenvolvimento cultural da sociedade. A seção empírica, mediante a utilização de uma metodologia qualitativa, investiga as peculiaridades do trabalho e da passagem para a reserva, no âmbito da vida militar. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 13 militares aposentados por tempo de serviço no ano de 2008.Os achados neste estudo foram analisados e discutidos por meio da Análise de Conteúdo. Identificaram-se três categorias finais, assim nomeadas: O trabalho e a vida militar: singulares enlaces entre narcisismo e ideais; Demandas psíquicas frente ao rompimento com a atividade de trabalho; O recurso da escuta na pesquisa desvelando a reserva do sujeito. Dessa forma, viabilizou-se investigar a maneira pela qual a vida militar e o trabalho encontram-se entrelaçados aos processos identificatórios do sujeito. Constatou-se a busca de atribuição de sentido, por parte dos militares, para a experiência de afastamento do serviço ativo, bem como a tentativa de compensar frustrações advindas desse processo. A escuta na pesquisa revelou-se como um recurso promotor de manifestações de singulares reservas humanas a partir dos relatos sobre as experiências no trabalho e no espaço privado dos participantes.
The central character of labor to human life refers to a capitalist logic which we are living nowadays, as the professional activity is one of the requisites to man’s participation in the productive processes of society. Besides providing a living, the labor life has a function which allows to oneself to configure and reconfigure the perception of the external reality and the self through the dynamical social integration that labor enables. In this context, it is undeniable that the rupture with the professional activity caused by retirement configures itself as an experience of great psychic impact. This master’s dissertation aims to make a reflection about the labor role in the psychic dynamics and economy, as well as intends to explore the specificities from the retirement process in the military context. This dissertation has two sections: a theoretical and an empirical one. The theoretical section proposes a lecture about the contemporary meanings and senses of labor life considering its narcissist function to the human psyche. From psychoanalytical theoretical contributions, it is proposed an understanding of labor as an important resource in the process of subjectivity construction and also to the cultural development of society. The empirical section with qualitative methodology investigates labor’s peculiarities and moving to reservation as part of military life. Thirteen retired military officers for length of service in 2008 were interviewed in a semistructured one. The outcomes of this study were analyzed and discussed from Analysis of Content. Three final categories were identified and named as: Labor and Military life: unique links among ideals and narcissism; Psychic demands facing the rupture with labor activity; The resource of listening in the research revealing the reservation of the individual.Thus, feasible to investigate the way which how military life and labor are linked in the identification process of someone. It was found the search to attribute sense about the experience of separation from active service, as well as the attempting to compensate some frustration originally from this process. Listening in the research was revealed as promoting resource of manifestations of unique human reserve from the reports about the labor experiences and the private space of the participants.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5013
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000429856-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo751,67 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.