Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/512
Type: masterThesis
Title: Estudo retrospectivo da prevalência de fraturas faciais no planalto serrano catarinense
Author(s): Paes, Jefferson Viapiana
Advisor: Pagnoncelli, Rogério Miranda
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Issue Date: 2009
Keywords: ODONTOLOGIA
CIRURGIA BUCOMAXILOFACIAL
TRAUMATOLOGIA BUCOMAXILOFACIAL
FRATURAS FACIAIS
EPIDEMIOLOGIA
Abstract: O presente estudo teve por objetivo realizar um levantamento epidemiológico das fraturas faciais ocorridas em pacientes admitidos no Serviço de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (Lages, SC, Brasil), no período de setembro de 2003 à agosto de 2008. Dentre os fatores analisados, destaca-se o etiológico, a região fraturada do esqueleto facial, em relação ao gênero, à idade e à procedência. Durante o período estudado, 492 pacientes foram admitidos com traumatismos bucomaxilofaciais, sendo identificadas 988 fraturas faciais; as ocorridas no osso mandibular foram as mais freqüentes, seguidas das fraturas no complexo zigomático. Os pacientes do gênero masculino sofreram, no mínimo, quatro vezes mais traumatismos de face, que os pacientes do gênero feminino. A faixa etária mais atingida foi dos 21 aos 30 anos de idade, seguidos do grupo dos 31 aos 40 anos de idade. Considerando os agentes etiológicos, os que mais ocasionaram fraturas faciais, foram acidentes automobilísticos, seguidos de agressões físicas e quedas de bicicleta. Dentro das condições do presente estudo, é possível concluir que esta pesquisa fornece dados para uma melhor elucidação dos principais agentes etiológicos de fraturas faciais e quais são os ossos mais acometidos na população estudada, sendo de fundamental importância para o planejamento a organização e a melhoria do atendimento desses pacientes, podendo, assim, servir como dados de comparação de serviços de atendimento e o impacto, destes, nas atividades hospitalares. Avaliações periódicas da epidemiologia dos traumatismos faciais permitem uma análise detalhada destas lesões, apoiando na eleição de prioridades clínicas e de pesquisa para um melhor atendimento e prevenção de traumatismos futuros.
The present study had the aim to achieve an epidemiological survey of facial fractures occurred in patients admitted to the Department of Oral and Maxillofacial Surgery, Nossa Senhora dos Prazeres Hospital, (Lages, SC, Brazil), from September 2003 to August 2008. Among the factors highlight the etiology, the region's fractured facial skeleton, in relation to gender, age and origin. During the study period, 492 patients were admitted with facial fractures, and identified 988 facial fractures, which occurred in the jaw bone were the most frequent, followed by fractures in the zygomatic complex. The male patients, suffered at least 4 times more injuries to the face, that the female patients. The age group most affected was the 21 to 30 years of age, followed by the group of 31 to 40 years of age. Considering the etiologic agents, the more that caused facial fractures, was car accident, followed by physical aggression and fall cycling. Within the conditions of this study we conclude that this research provides data for better elucidation of the main etiologic agents of facial fractures and the bones in the facial skeleton and is of fundamental importance for the planning, organization and improvement of care these patients. Can thus serve as a comparison of data services and the impact of these activities in the hospital. Periodic evaluations of the epidemiology of facial injuries to a detailed analysis on these lesions, which assist in setting priorities and clinical research for better care and prevention of future injuries.
URI: http://hdl.handle.net/10923/512
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000421639-0.pdfTexto Completo1,41 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.