Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/5349
Type: masterThesis
Title: Filogeografia, história demográfica e diversidade molecular de duas espécies neotropicais da família procyonidae (mammalia, carnivora): Nasua nasua e Procyon cancrivorus
Author(s): Jerep, Mirian Tieko Nunes Tsuchiya
Advisor: Eizirik, Eduardo
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Issue Date: 2009
Keywords: ZOOLOGIA
MAMÍFEROS
CARNÍVOROS
PROCYON CANCRIVORUS
PROCIONÍDEOS
Abstract: Comparative phylogeographic analyses are useful to shed light on common historical processes affecting regional faunas, as well as to identify species-specific life history features that may influence their genetic legacy. Here we performed phylogeographic analysis of two medium-sized Neotropical carnivores, the brown-nosed coati (Nasua nasua) and the crab-eating raccoon (Procyon cancrivorus), using mitochondrial DNA and microsatellite markers, in order to characterize and compare their patterns of genetic diversity and underlying evolutionary history. We also describe the isolation and characterization of eight polymorphic microsatellite loci for brown-nosed coatis (N. nasua). Both species are farily common in the wild and present in a wide variety of habitats, being sympatric throughout most of their ranges. However, different phylogeographic and diversity patterns were found for both markers: mitochondrial DNA analyses showed levels of diversity that were up to ten-fold higher for N. nasua relative to P. cancrivorus. Six reciprocally monophyletic mtDNA phylogroups were recognized for N. nasua, which were also supported as distinct populations by the microsatellite analyses. In contrast, the mtDNA data set for P. cancrivorus indicated the existence of three recognizable population units, but the magnitude of their differentiation was much less pronounced than that observed in N. nasua. Moreover, the microsatellite data did not support any genetic subdivision in this species, suggesting that full connectivity is maintain throughout all sampled areas. These results demonstrate that these species have very distinct evolutionary histories, which may at least in part be a consequence of differences in social structure and dispersal patterns. These results highlight the evolutionary complexity of the Neotropical biota, and underscore the need for multi-species analyses employing comparable data sets so that common and contrasting patterns can be adequately investigated.
Estudos filogeográficos comparados são úteis na compreensão de processos históricos compartilhados que afetam faunas regionais, bem como na identificação de padrões espécie-específicos que podem influenciar suas atuais características genéticas. Neste estudo, foram realizadas análises filogeográficas de dois carnívoros Neotropicais de médio porte, o quati de focinho marrom (Nasua nasua) e o mão pelada (Procyon cancrivorus), usando marcadores mitocondriais e microssatélites, afim de caracterizar e comparar seus padrões de diversidade genética e compreender sua história evolutiva. Adicionalmente, descreve-se o isolamento e a caracterização de oito loci polimórficos de microssatélites para Nasua nasua. Ambas as espécies são bastante comuns na natureza e estão presentes em uma ampla variedade de habitats, sendo simpátricas ao longo da maior parte de sua distribuição. No entanto, diferentes padrões filogeográficos e de diversidade genética foram encontrados para N. nasua e P. cancrivorus: análises de DNA mitocondrial mostraram níveis de diversidade até dez vezes superiores para N. nasua com relação a P. cancrivorus. Adicionalmente, os mesmos marcadores revelaram a existência de 6 filogrupos reciprocamente monofiléticos para N. nasua, os quais também são suportados como populações distintas pelas análises de microssatélites. De maneira distinta, as análises de DNA mitocondrial para P. cancrivorus indicam a existência de três unidades populacionais; no entanto, a magnitude desta diferenciação foi muito menos evidente do que a observada em N. nasua. Além disso, os dados de microssatélites não suportaram a existência de qualquer subdivisão genética para P. cancrivorus, sugerindo que persiste uma completa conectividade entre todas as áreas amostradas. Estes resultados demonstram que estas espécies apresentam uma historia evolutiva bastante distinta, a qual pelo menos em parte pode ser atribuída a diferenças na estrutura social e no padrão de dispersão das mesmas. Tais resultados destacam a complexidade evolutiva da biota Neotropical e ressaltam a necessidade de análises multi-espécies empregando conjuntos de dados comparáveis, de forma que padrões comuns e contrastantes possam ser adequadamente investigados.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5349
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000422673-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,25 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.