Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/5756
Tipo: masterThesis
Título: Análise da microbiota de feridas cirúrgicas em maxilas de ratos sob terapia com bisfosfonatos
Autor(es): Boff, Renata Chiapinotto
Orientador: Cherubini, Karen
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Data de Publicação: 2014
Palavras-chave: ODONTOLOGIA
ESTOMATOLOGIA CLÍNICA
DIFOSFONATOS
OSSOS - NECROSE
TRAUMATOLOGIA BUCOMAXILOFACIAL
Resumo: Bisphosphonates are drugs widelly used to treat diseases characterized by intense bone resorption. Although very efficacious, they are also associated with cases of osteonecrosis in jaw bones called bisphosphonate-related osteonecrosis of the jaws (BRONJ). The disease is difficult to treat and its etiology is considered multifactorial but it has not yet been completely understood. Among other etiologic factors, the major or secondary role of microorganisms in BRONJ has been discussed. The aim of this work was to evaluate by means of histomorphometry in Gram, Gomori-Grocott and immunohistochemistry (IHC) the microorganisms found in surgically induced wounds in maxillae of rats subjected to bisphosphonate therapy. Thirty-four rats were allocated into three groups according to the treatment received: (1) zoledronic acid group (n=12); (2) clodronate group (n=12); and (3) control group (n=10, normal saline). Sixty days after started the treatment, tooth extractions and surgical wounds in soft tissue were performed. Forty-two days after surgeries, rats were euthanized, the specimens were processed and histological analysis performed. At the tooth extraction site, the zoledronic acid group had higher prevalence of Actinomyces than the clodronate and control, whereas at the soft tissue wound, both test groups showed higher values than control. Candida occurrence did not significantly differ between the groups. At the tooth extraction site, single Gram-positive cocci were more prevalent in the zoledronic acid, whereas at the soft tissue wound, they were more prevalent in both test groups than controls. Single Gram-negative cocci did not show any significant difference between the groups at the tooth extraction site; at the soft tissue wound, they were more prevalent in the zoledronic acid group. At the tooth extraction site, bacilli did not differ between the groups, whereas at the soft tissue wound site, they were significantly higher in the test groups. Diplococci, streptococci and staphylococci were rarely found, without significant difference between the groups. Actinomyces was the most prevalent microorganism, followed by single cocci and bacilli. Streptococci, staphylococci, Candida and diplococci do not seem to play a significant role in such lesions whereas the anatomical site seems to be a determinant of the microorganisms involved.
Bisfosfonatos são fármacos amplamente empregados no tratamento de doenças caracterizadas por intensa reabsorção óssea e têm sido associados a quadros de osteonecrose maxilar (BRONJ). A BRONJ é uma condição de difícil tratamento, cuja etiologia, embora considerada multifatorial, não foi completamente esclarecida. Entre outros fatores etiológicos, a participação dos microrganismos como fator principal ou secundário tem sido discutida na literatura. O presente estudo teve por objetivo avaliar, por meio de histomorfometria nas técnicas de Gram, Gomori-Grocott e imunoistoquímica (IHQ), os microrganismos de feridas cirúrgicas induzidas em maxilas de ratos sob terapia com bisfosfonatos. Trinta e quatro ratos foram distribuídos em três grupos de acordo com o tratamento administrado: (1) grupo ácido zoledrônico (n=12); (2) grupo clodronato (n=12); e (3) grupo-controle (n=10, solução salina). Sessenta dias após iniciado o tratamento, os animais foram submetidos a exodontias e indução cirúrgica de lesão de tecido mole. Decorridos 42 dias dos procedimentos cirúrgicos, foi realizada a eutanásia, e os espécimes foram submetidos a processamento histológico. No sítio das exodontias, o grupo ácido zoledrônico teve maior prevalência de Actinomyces que o clodronato e o controle, enquanto no sítio da ferida de tecido mole, ambos os grupos-teste exibiram maiores valores que o controle. A ocorrência de Candida não diferiu significativamente entre os grupos. No sítio de exodontia, cocos Gram-positivos isolados foram mais prevalentes no grupo ácido zoledrônico, ao passo que, na região de ferida de tecido mole, eles foram mais prevalentes nos grupos-teste que no controle. A prevalência de cocos Gram-negativos isolados não exibiu diferença significativa entre os grupos no sítio das exodontias; entretanto, no sítio da ferida de tecido mole, foi maior no grupo ácido zoledrônico. Os bacilos não diferiram entre os grupos no sítio de exodontia, mas na área de ferida de tecido mole, foram mais prevalentes nos grupos-teste. A ocorrência de diplococos, estreptococos e estafilococos foi rara e não exibiu diferença significativa entre os grupos. Tanto em sítio de exodontia, quanto de ferida de tecido mole, o Actinomyces foi o microrganismo mais prevalente seguido pelos cocos isolados e bacilos. Estreptococos, estafilococos, Candida e diplococos não exercem papel significativo no desenvolvimento das lesões. O sítio anatômico parece ser fator determinante dos microrganismos envolvidos.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5756
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000456862-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,71 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.