Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/5797
Tipo: masterThesis
Título: Atividade de mediadores lipídicos derivados de ácidos graxos poli-insaturados sobre alterações comportamentais e bioquímicas em um modelo de fibromialgia em camundongos
Autor(es): Klein, Caroline Peres
Orientador: Campos, Maria Martha
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
Fecha de Publicación: 2014
Palabras clave: BIOLOGIA MOLECULAR
BIOLOGIA CELULAR
FIBROMIALGIA
NEUROTRANSMISSORES
EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL
Resumen: This study investigated whether the spinal or systemic treatment with the lipid resolution mediators resolvin D1 (RvD1), aspirin-triggered resolvin D1 (AT-RvD1) and resolvin D2 (RvD2) might interfere with behavioral and neurochemical changes in the mouse fibromyalgia-like model induced by reserpine. Acute administration of AT-RvD1 and RvD2 produced a significant inhibition of mechanical allodynia and thermal sensitization in reserpine-treated mice, whereas RvD1 was devoid of effects. A similar antinociceptive effect was obtained by acutely treating animals with the reference drug pregabalin. Noteworthy, the repeated administration of AT-RvD1 and RvD2 also prevented the depressive-like behavior in reserpine-treated animals, according to assessment of immobility time, although the chronic administration of pregabalin failed to affect this parameter. The induction of fibromyalgia by reserpine triggered a marked decrease of dopamine and serotonin (5-HT) levels, as examined in total brain, spinal cord, cortex and thalamus. Reserpine also elicited a reduction of glutamate levels in total brain, and a significant increase in the spinal cord and thalamus. Chronic treatment with RvD2 prevented 5-HT reduction in total brain, and reversed the glutamate increases in total brain and spinal cord. Otherwise, AT-RvD1 led to a recovery of dopamine levels in cortex, and 5-HT in thalamus, whilst it diminished brain glutamate contents. Concerning pregabalin, this drug prevented dopamine reduction in total brain, and inhibited glutamate increase in brain and spinal cord of reserpine-treated animals. Our data provide novel evidence, showing the ability of D-series resolvins AT-RvD1, and mainly RvD2, in reducing painful and depressive symptoms allied to fibromyalgia in mice.
O presente estudo investigou o possível efeito do tratamento central ou sistêmico com os mediadores lipídicos de resolução da inflamação, Resolvina D1 (RvD1), RvD1 ativada pela aspirina (AT-RvD1) e Resolvina D2 (RvD2) sobre mudanças comportamentais e neuroquímicas em um model de fibromialgia induzido por reserpina em camundongos. A administração aguda de AT-RvD1 e RvD2 produziu um efeito inibitório significativo sobre a alodínia mecânica e a hipersensibilização térmica nos animais tratados com reserpina, sendo que nenhum efeito foi observado quando os animais foram tratados com RvD1. A administração aguda de pregabalina, fármaco de referência para o tratamento da fibromialgia, apresentou um efeito antinociceptivo similar àquele observado para AT-RvD1 e RvD2. Interessante, a administração repetida e sistêmica de AT-RvD1 e RvD2 também preveniu o comportamento depressivo nos animais que receberam reserpina, de acordo com a avaliação do tempo de imobilidade, enquanto que a administração crônica de pregabalina não apresentou efeito sobre esse parâmetro. A indução de fibromialgia pela reserpina produziu uma redução marcante dos níveis de dopamina e serotonina (5-HT), quando avaliados no cérebro total, medula espinhal, córtex e tálamo. A reserpina também promoveu uma redução nos níveis de glutamato no cérebro total e, um aumento significativo na medula espinhal e no tálamo. O tratamento crônico com RvD2 preveniu a redução de 5-HT no cérebro total e, reverteu o aumento do glutamato no cérebro total e medula espinhal. Por outro lado, AT-RvD1 restaurou os níveis de dopamina no córtex e de 5-HT no tálamo, ao mesmo tempo em que, reduziu os níveis de glutamato no cérebro. Em relação à pregabalina, ela preveniu a redução de dopamina no cérebro total e inibiu o aumento do glutamato no cérebro e na medula espinhal dos animais tratados com reserpina. Nossos resultados fornecem novas evidências quanto aos efeitos da AT-RvD1 e, principalmente RvD2 na redução da dor e, ainda, da depressão, no modelo de fibromialgia induzida por em camundongos.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5797
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000457610-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo968,5 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.