Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/5808
Tipo: doctoralThesis
Título: Concepções do aluno em relação à docência nos cursos de licenciatura em tempos de cibercultura
Autor(es): Cerutti, Elisabete
Orientador: Giraffa, Lucia Maria Martins
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Fecha de Publicación: 2014
Palabras clave: PROFESSORES - FORMAÇÃO PROFISSIONAL
EDUCAÇÃO
TECNOLOGIA EDUCACIONAL
ESTUDANTES - ASPECTOS PSICOLÓGICOS
Resumen: This thesis was developed in the Research Line Training, Policy and Practice in Education, in stricto sensu Doctoral Course of Graduate Program in Education ( PPGEDU ), Pontifical Catholic University of Rio Grande do Sul ( PUCRS ). The research sought to investigate whether students - digital natives, undergraduate trainees will be better able to prepare a lesson for the context of cyberculture, given their understanding of the use of Ditais Information Technology, ie, the fact that they possess ambience with this context of cyberculture would be an enhancer element that would make the subject of changing pedagogical practices by association of habits arising from their leisure to their professional practice .The study consisted of a descriptive qualitative analysis, with bibliographical and field research, through a structured questionnaire administered to graduating students of the five undergraduate programs of URI - Regional Integrated University of High Uruguay and Missions - Frederick Campus whose age is within what today classify as digital generation. From the questions posed, the categorization of the research was performed considering all aspects : characterization of the subjects, training for use of technologies, identify whether the subjects had training graduation for use of Digital Technologies in organizing their classes as the subjects who already act as teachers realize this. In its theoretical basis the study was based relationship education and technologies, the challenges of teaching in the face of new artifacts that digital technologies for individuals and in particular students who, increasingly, are interactive and connected. The interpretation of the results of this research indicate that owning domain and ambience with digital technologies does not cause teachers to associate this knowledge in teaching situations. Becomes necessary teacher training for the use of technological resources to support the teaching and learning. The basic training of the teacher must consider the use of technology in educational disciplines, because the knowing use does not mean that know plan and organize their classes supported in such resources. The study showed that the assumption that one who mastered the use of digital technology tools in their daily life does not guarantee that he / she make the appropriate association in your practice as a teacher.
Esta tese foi desenvolvida na Linha de Pesquisa Formação, Políticas e Práticas em Educação, no Curso Stricto Sensu de Doutorado, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEDU) da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). A pesquisa buscou investigar se os alunos – nativos digitais, formandos de licenciatura estarão mais aptos a preparar uma aula para o contexto de cibercultura, considerando a compreensão que possuem do uso de Tecnologias Ditais de Informação, ou seja, o fato deles possuírem ambiência com este contexto de cibercultura seria um elemento facilitador que os tornariam sujeitos de mudança de praticas pedagógicas por associação de hábitos oriundos do seu lazer para sua pratica profissional.O estudo constituiu-se numa análise qualitativa descritiva, contando com levantamento bibliográfico e pesquisa de campo, através de questionário estruturado, aplicado aos acadêmicos concluintes dos cinco cursos de licenciatura da URI – Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus de Frederico Westphalen, cuja faixa etária se encontra dentro do que hoje classificamos como geração digital. A partir das questões postas, foi realizada a categorização da pesquisa considerando os aspectos: caracterização dos sujeitos, formação para o uso de tecnologias, identificação se os sujeitos obtiveram formação na graduação para uso das Tecnologias Digitais na organização de suas aulas, como os sujeitos que já atuam na docência percebem esta questão. Em sua base teórica o estudo pautou a relação educação e tecnologias, os desafios da docência diante dos novos artefatos que as tecnologias digitais proporcionam para os indivíduos e em especial, os alunos que, cada vez mais, são interativos e conectados.A interpretação dos resultados desta pesquisa, apontam que possuir domínio e ambiência com as tecnologias digitais não faz com que os professores associem estes conhecimentos para em situações didáticas. Torna-se necessária a formação docente para uso dos recursos tecnológicos como apoio ao ensinar e ao aprender. A formação de base do professor precisa contemplar o uso das tecnologias nas disciplinas formadoras, porque o fato de saber usar não significa que saberá planejar e organizar suas aulas apoiado em tais recursos. O estudo mostrou que a premissa de que aquele que domina o uso do ferramental tecnológico digital no seu cotidiano não garante que ele/ela faça a devida associação na sua prática como docente.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5808
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000457554-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,48 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.