Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/5819
Tipo: masterThesis
Título: Pacientes em hemodiálise ambulatorial: protocolo de administração e monitoramento de níveis séricos de vancomicina
Autor(es): Isoppo, Catherine Stragliotto
Orientador: D'Avila, Domingos Otávio Lorenzoni
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Data de Publicação: 2013
Palavras-chave: MEDICINA
DIÁLISE RENAL
INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA
ESTUDOS DE COORTES
Resumo: Background: The current study aims to test and a vancomycin protocol based on the initial hemodialysis patients’ weight and to describe drug peak and through serum levels. Methods: A study enrolling 16 ESRD adult patients cohort undergoing hemodialysis received a uniform vancomycin administration schedule: 20 mg/kg initial dose, infused during the last dialysis hour; blood sample collection 30 minutes post-dialysis and, subsequently, before every dialysis session. Additionally, a fixed schedule to adjust every new dose was used. Anthropometric, clinical and laboratory variables were collected. Descriptive statistics was used; Spearman correlation coefficient was used to verify associations. Results: No significant correlation between vancomycin peak serum level and trough levels and the initial dose, nor any trough level and the following doses were uncovered. However, total serum protein strong and positively correlated with the initial Vancomycin dose and the first trough serum level (rs = 0. 608, P = 0. 016 and rs= 0. 641; P = 0. 010, respectively). Initial dose positively correlated with albumin too (rs= 0. 572, P = 0. 02). A strong correlation between the first and second trough levels was also found (rs = 0. 608; P = 0. 021).Conclusion: As applied, the vancomycin administration protocol was ineffective in reaching and maintaining therapeutic peak and trough levels. It is possible that a significant loss of vancomycin free-fraction by dialysis accounted for such a finding. Correlation of vancomycin serum levels between total serum proteins should be further investigated.
Objetivo Descrever os níveis séricos de vancomicina em amostras coletadas nos vales em pacientes em hemodiálise, a partir de um protocolo de administração deste antimicrobiano com dose inicial de 20mg/kg seguida de 10mg/kg e ajustes nas doses subsequentes, conforme a faixa de vancocinemia obtida e correlacionar com parâmetros fisiológicos para verificar possíveis associações.Métodos Estudo de coorte onde foram incluídos pacientes em hemodiálise ambulatorial, com idade igual ou superior a 18 anos que realizaram tratamento com vancomicina, empírico ou com germe isolado. O medicamento foi administrado por infusão intravenosa numa concentração de 10mg/mL na última hora da sessão de hemodiálise. O protocolo proposto baseia-se em doses administradas a cada sessão de diálise, realizadas três vezes na semana, considerando o peso do paciente, uma dose inicial e define ajustes de dose a cada vancocinemia, com o objetivo de mantê-la nos níveis terapêuticos estabelecidos de 10 a 20mg/L. Resultados: Não houve correlação significativa entre as concentrações de vancomicina sérica no pico e vales com as doses definidas pelo protocolo. Entretanto, o primeiro vale e as proteínas plasmáticas apresentaram forte correlação positiva (rs = 0. 608, P = 0. 01), além da dose inicial também se correlacionar positivamente com as proteínas plasmáticas e albumina (rs = 0. 641, P = 0. 01 e rs= 0. 572, P = 0. 02). Os níveis séricos de vancomicina entre o primeiro e o segundo vales apresentam forte correlação positiva (rs = 0. 608, P = 0. 02) e o volume de distribuição apresenta forte correlação inversa ao valor de pico de vancomicina (rs = - 0. 990; P < 0. 001).Conclusão Embora o estudo não tenha sido capaz de determinar um protocolo, identificamos uma variabilidade muito grande entre os resultados de vancocinemia. Doses mesmo ajustadas pelo peso seco do paciente e níveis séricos de vancomicina não foram suficientes para manter os níveis terapêuticos de vancomicina. É possível que haja perda significativa de vancomicina durante a hemodiálise. A correlação com as proteínas plasmáticas pode ser sugestiva quanto à proteção na remoção durante a diálise, porém necessita ser investigada.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5819
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000457609-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo887,17 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.