Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/6645
Tipo: doctoralThesis
Título: Disseram que voltei americanizada: a construção da imagem de Carmen Miranda pelos meios de comunicação
Autor(es): Raslan, Eliane Meire Soares
Orientador: Gerbase, Carlos
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Data de Publicação: 2014
Palavras-chave: COMUNICAÇÃO SOCIAL
MIRANDA, CARMEN - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
ANÁLISE DO DISCURSO
IMAGINÁRIO
INDÚSTRIA CINEMATOGRÁFICA
IDENTIDADE CULTURAL
Resumo: We analysed in this thesis the construction of the image of the actress and singer Carmen Miranda, especially by the film industry, and how the artist influenced the attitudes and habits of some populations, mainly the Brazilian and American people. The method of discourse analysis was used to evaluate the image of Carmen Miranda in the various existing media, highlighting its connection to Hollywood cinema, between 40 and 50, especially with regard to the construction of cultural identity. In order to complement the Discourse Analysis, we utilized the Depth Hermeneutics, with the aim to understand how different symbols were produced from the same image in different populations. We also checked the symbolic language and the representation of the figure of the actress to support the idea of audiovisual handling of latin and american viewers by cinema. The cinema had its cathartic role: the U. S. population wanted to watch"Bombshell" to forget about the war, whereas the Brazilian people felt accepted - recognized - before the figure of Carmen Miranda in foreign cinema. The Hollywood movies in which Carmen Miranda participated had great worldwide impact, marking the peak of her career.They pleased, a lot the U. S. mass. On the other hand, the Latin people did not like the way Carmen was shown in the movies, because they felt offended and poorly represented. This offense was overcome by changes in the script and the great international success of the actress, who kept the Bahia clothing, estabilishing her identity. Beyond Hollywood overproduction, the cinema has always aroused interest in Latin American society, who used to make the movies theater packed. Lay behind these films other Latino looks like"charm" of the big screen movie and disclosure of grand spectacles of Hollywood films which had not existed as a form of entertainment (film vehicle communication) in their societies. In Brazil, which had its fledgling movie theaters and movie productions sponsored and controlled by the United States, these effects were even greater.
Analisamos nesta tese a construção da imagem da atriz e cantora Carmen Miranda, principalmente pela indústria cinematográfica, e como essa artista, por sua vez, influenciou as atitudes e os costumes de algumas populações, sobretudo, dos brasileiros e norte-americanos. O método da Análise de Discurso foi usado ao avaliarmos a imagem de Carmen Miranda nos diversos meios de comunicação existentes, destacando sua ligação com o cinema de Hollywood, entre os anos 40 e 50, especialmente no que se refere à construção da identidade cultural. Para complementar a Análise do Discurso, utilizamos o uso da Hermenêutica de Profundidade, com o objetivo de entender como foram gerados símbolos diferenciados entre populações distintas diante de uma mesma imagem. Verificamos, ainda, a linguagem simbólica e a representatividade associadas à figura da atriz para sustentar a ideia de manipulação audiovisual, pelo cinema, tanto dos espectadores latino-americanos quanto dos norte-americanos.O cinema tinha seu papel catártico: a população dos EUA ia assistir à “Pequena Notável” para esquecer-se da guerra; já os brasileiros se sentiam aceitos – reconhecidos – diante da figura de Carmen Miranda no cinema estrangeiro. Os filmes de produção hollywoodiana dos quais Carmen Miranda participou tiveram grande repercussão mundial, marcando o auge de sua carreira. Agradaram, e muito, à massa norte-americana. Por outro lado, aos latinos não agradava a forma como Carmen era mostrada nos filmes, pois sentiam-se ofendidos e mal- representados. Ofensa esta que foi superada pelas mudanças no roteiro e pelo grande sucesso internacional da atriz, que manteve a roupa de baiana, marcando sua identidade. Além da superprodução hollywoodiana, o meio cinematográfico sempre despertou interesse na sociedade latino-americana, que lotava as salas de cinema. Havia por trás desses filmes outros olhares latinos como o “encanto” da grande tela do cinema e a divulgação dos grandes espetáculos dos filmes hollywoodianos que até então não existiam como forma de entretenimento (veículo de comunicação cinematográfico) em suas sociedades. No Brasil, que teve suas incipientes salas de cinema e produções de filmes patrocinadas e controladas pelos Estados Unidos, estes efeitos eram ainda maiores.
URI: http://hdl.handle.net/10923/6645
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000458711-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo6,75 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.