Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/6971
Tipo: doctoralThesis
Título: Assistência domiciliária e hospitalar: percepção de pessoas idosas sobre espiritualidade e qualidade de vida
Autor(es): Arcoverde, Maria Socorro de Soares
Orientador: Goldim, José Roberto
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Fecha de Publicación: 2014
Palabras clave: MEDICINA
GERONTOLOGIA
ESPIRITUALIDADE
SERVIÇOS DE SAÚDE PARA IDOSOS
ENVELHECIMENTO
Resumen: Spirituality and quality of life, in the last few years, have had increasing importance in care context, mostly in poor health conditions, and especially in old age. Therefore, this study aimed to analyze the elderly people‟s spirituality and quality of life, when assisted both at home and in hospitals, by means of Supplemental Health Services. In order to reach this goal, the descriptive, analytical and cross-sectional study was used, with a quantitative approach, in a 60 elderly people sample, in João Pessoa-PB, equally distributed in two groups: home and hospital care. The participants were aged between 60 and 98 years old, female people predominating (72%). Results showed that both groups presented, mostly, cardiovascular diseases, being 50% in those ones in home care condition and 40% among the ones receiving hospital assistance. As to the degree of satisfaction with the assistance, 100% were satisfied with the home care, whereas only 60% were satisfied with the hospital assistance. In regard to the confidence level, both groups were satisfied in both situations. As to the spirituality and personal beliefs, data revealed that the home modality received a higher score than that of the hospital in questions such as: a connection with the spiritual being or power; admiration, wholeness and integration. Concerning quality of life, analyzed from the WHOQOL-BREF point of view, a positive effect was observed in most of the home modality features. A similar result was also obtained with the WHOQOL-OLD, as concerning the following features: past, present and future activities, privacy as well as social participation. Home care presented a better life quality in all of them. The results of this study indicate that home care, as compared to the hospital one, promotes a better life quality and fosters spirituality in the elderly people.
A espiritualidade e a qualidade de vida, nos útimos anos, vêm tendo crescente importância no contexto do cuidado, principalmente em situações de agravos à saúde e, em especial, na velhice. Diante deste cenário, este estudo objetivou analisar a espiritualidade e a qualidade de vida em pessoas idosas submetidas à assistência domiciliária e hospitalar por meios da Saúde Suplementar. Para atingir este objetivo, utilizou-se de um estudo transversal, de cunho descritivo, analítico, com uma abordagem quantitativa em uma amostra de 60 pessoas idosas, na cidade de João Pessoa-PB, distribuídas equitativamente em dois grupos: assistência domiciliária e hospitalar. Os participantes tinham idade variando entre 60 a 98 anos, com um predomínio de pessoas do sexo feminino (72%). Os resultados demonstraram que em ambos os grupos prevaleceram as doenças cardiovasculares, sendo 50% no grupo de assistência domiciliar e 40% de assistência hospitalar. Quanto ao grau de satisfação com a assistência recebida, observou-se que na modalidade domiciliária foi de 100%, enquanto na hospitalar 60%. Em relação ao grau de confiança, ambos os grupos mostraram-se igualmente confiantes na assistência recebida. Quanto à espiritualidade e crenças pessoais, os dados revelaram que a modalidade domiciliária obteve escore maior do que a hospitalar nas facetas: conexão com o ser ou força espiritual; admiração; totalidade e integração. Na qualidade de vida, analisada a partir do WHOQOL-BREF, observou-se um efeito positivo na maioria das facetas para a modalidade domiciliária. Um resultado semelhante também foi obtido com o WHOQOL-OLD, com destaque para as facetas: atividades passadas, presentes e futuras; participação social e intimidade. Em todas elas, a assistência domiciliária apresentou melhor qualidade de vida. Os resultados deste estudo indicam que a assistência domiciliária, comparativamente à hospitalar, promove melhor qualidade de vida e o fortalecimento da espiritualidade de pessoas idosas.
URI: http://hdl.handle.net/10923/6971
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000464251-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,47 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.