Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/6997
Tipo: doctoralThesis
Título: Prevalência de asma e impacto da doença em escolares de uma região urbana de Porto Alegre
Autor(es): Roncada, Cristian
Orientador: Pitrez, Paulo Márcio Condessa
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança
Data de Publicação: 2014
Palavras-chave: MEDICINA
PEDIATRIA
ASMA
DOENÇAS RESPIRATÓRIAS
CRIANÇAS - SAÚDE PÚBLICA
Resumo: Background: Many developing countries have a high prevalence of asthma. However, the burden of disease has been scarcely reported from non-affluent populations. Aims: To assess the impact of the disease in Brazilian children with asthma from a large capital city. Methods: We selected inner-city children with asthma and healthy controls from public schools, between eight and 16 years of age, from a capital city of southern Brazil. The study was divided into three phases, with questionnaires (asthma prevalence, quality of life, knowledge and impact of disease) applied, with assessment of lung function, nutritional status and allergic sensitization. Results: From 2,500 children selected, with male gender of 1,211 (48. 4%) and mean age of 11. 42±2. 32 years, 511 (20. 4%) were diagnosed with asthma. The disease was not controlled in nearly half of the children with asthma, with a 7. 5% of hospitalization rate in the last year. The majority of patients presented a history of dyspnea, exercise limitation or sleep disturbance because of asthma symptoms in the last 12 months, with high school absenteeism. Many patients required oral steroids in the previous year, and only 34% had a prescription of rescue medication, with 55% of passive smoking. Despite the free asthma medication access in Brazil since 2012, less than half of patients were using preventive treatment. Many parents assume that are not adherent to treatment and believe that rescue medication and exercise may be harmful. Conclusions: We have shown that the burden of asthma in children from southern Brazil is substantial, and this may reflect the scenario of many non-affluent populations worldwide. New international guidelines more focused in developing countries with pragmatic approaches should be a priority for discussion and implementation.
Introdução: muitos países em desenvolvimento têm uma elevada prevalência de asma. No entanto, o impacto da doença tem sido pouco relatado a partir de populações economicamente menos favorecidas. Objetivo: avaliar o impacto da asma em crianças brasileiras a partir de uma grande capital.Métodos: foram selecionadas crianças com asma e controles saudáveis, de escolas públicas, entre oito e 16 anos de idade, de uma capital do sul do Brasil. O estudo foi dividido em três fases, com questionários (prevalência de asma, qualidade de vida, o conhecimento e o impacto da doença), aplicada, com a avaliação da função pulmonar, estado nutricional e sensibilização alérgica. Resultados: de 2. 500 crianças selecionadas, com o gênero masculino de 1. 211 (48,4%) e idade de 11,42±2,32 anos, 511 (20,4%), foram diagnosticadas com asma. A doença não estava controlada em cerca de metade das crianças com asma, com 7,5% de taxa de hospitalização no último ano. A maioria dos pacientes apresentavam história de dispneia, limitação ao exercício ou distúrbio do sono por causa de sintomas de asma nos últimos 12 meses, com elevado absentismo. Muitos pacientes necessitaram de esteroides orais, nos doze meses, e apenas 34% tiveram prescrição de medicação de resgate, com 55% de tabagismo passivo. Apesar do acesso gratuito à medicação para a asma no Brasil desde 2012, menos da metade dos pacientes faziam uso de tratamento preventivo. Muitos pais assumem que não são aderentes ao tratamento e acreditam que a medicação de resgate e exercício pode ser prejudicial. Conclusões: mostramos no estudo que o ônus da asma em crianças do sul do Brasil é substancial, e isso pode refletir o cenário de muitas populações economicamente menos favorecidas, em todo o mundo. Novas diretrizes internacionais mais focadas nos países em desenvolvimento com abordagens pragmáticas deve ser uma prioridade para a discussão e implementação.
URI: http://hdl.handle.net/10923/6997
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000464696-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,5 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.