Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/7063
Tipo: masterThesis
Título: Comunicação, relações e culturas: as assessorias de imprensa no tecer complexo das organizações públicas
Autor(es): Strelow, Patrícia Hammes
Orientador: Ramos, Roberto José
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Data de Publicação: 2015
Palavras-chave: COMUNICAÇÃO SOCIAL
ASSESSORIA DE IMPRENSA
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - RIO GRANDE DO SUL
Resumo: A Era da Informação modificou a forma como o homem se relaciona e impactou profundamente as organizações do século XXI. Vivemos em um mundo conectado em rede pelas tecnologias digitais, no qual aspectos subjetivos sobrepõem-se a bens materiais – um cenário cuja compreensão demanda um olhar complexo. Neste estudo, propomos uma análise dos processos de produção das políticas de Comunicação das organizações públicas a partir de um referencial teórico fundamentado em autores que entendem as organizações como um produto das relações entre os sujeitos, ou seja, como uma realidade fundamentalmente cultural, construída através das interações viabilizadas pela Comunicação. Com as lentes do Paradigma Complexo, de Edgar Morin, analisamos como a Cultura é influenciada e influencia a construção das políticas de Comunicação Organizacional empregadas pelas assessorias de imprensa, de que forma as práticas das assessorias de imprensa estão alinhadas à concepção contemporânea de Planejamento Estratégico Integrado e de que maneira a dimensão humana das organizações insere-se no processo de construção destas políticas.O estudo foca-se na Assessoria de Imprensa, mas expande-se para a Assessoria de Comunicação e para sua relação com a Organização porque entende que as partes são indissociáveis do todo. A pesquisa de campo é realizada por meio de entrevistas em profundidade com profissionais de Comunicação de duas autarquias do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. A Análise de Conteúdo, de Laurence Bardin, é a técnica através da qual buscamos compreender e explicar o processo de produção das políticas comunicacionais pelos assessores de imprensa.
The Information Age has modified the way the man creates relationships and has deeply impacted the organizations in the 21st Century. We live in a world connected by digital technology networks in which subjective values are superimposed to material assets – a scenario that demands a complex look to be understood. In this study we present an analysis of the production process of Communication inside the public organizations, starting from a theoretical background supported by authors who understand the Organization as a product of the relationships between the subjects, namely, as a fundamentally culture reality construed through the interactions made possible by Communication. Through the lenses of the Complexity Paradigm, by Edgar Morin, we analyze how Culture is influenced and also influences the construction of policies of Organizational Communication set forth by Press Officers, the way in which the practices of the press officers are aligned with the contemporary concept of Integrated Strategic Planning, and how the human dimension of the Organization is inserted into the process for the construction of said policies.This study focus on the Press Officer but expands over the Communication Office and its relationship with the Organization, since it is understood that the parts are intrinsic to the whole. A field research is performed through in-depth interviews with professionals in the Communication area into autarchies in the Government of Rio Grande do Sul. The Analysis of Content, by Laurence Bardin, is the technique through which we seek to understand and explain the process of production of communication policies by the press officers.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7063
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000466162-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,25 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.