Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/7128
Tipo: masterThesis
Título: A percepção dos discentes quanto aos recursos tecnológicos de informação e comunicação que contribuem nos processos de aprendizagem
Autor(es): Cardoso, Paloma
Orientador: Vitória, Maria Inês Côrte
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Data de Publicação: 2015
Palavras-chave: EDUCAÇÃO
ENSINO SUPERIOR
PROFESSORES - FORMAÇÃO PROFISSIONAL
APRENDIZAGEM
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
Resumo: The purpose of this research is to analyze the perception of the professors from the Pedagogy School, focusing in their IT resources and communications in face to contribute in the students’ learning process. The methodologies used were both Qualitative and Quantitative, based on a case study made in a graduation school in the city of Porto Alegre. To collect the data, semi structured interviews and observations were carried on. The results found were: they learn more through writing (93%), listening (64%), talking (29%), Internet research (21%). To promote learning, the results show: videos (93%), reading (79%), computers/tablets (64%), lectures (14%) and “cine forum” (21%). The perception of who were interviewed was that the Chat doesn’t help. Another result found was that they prefer books (64%), ebooks (21%), use both (15%). The main authors used to support this work are Levy, Moran, Martins, Giraffa, Cortella, Fernandes, Freire, Marosini, Tardif, Castells and Zabalza.
O presente estudo tem por objetivo analisar a percepção dos discentes do ensino superior – curso de graduação em Pedagogia – focando nos recursos tecnológicos de informação e comunicação que evidenciam contribuir nos processos de aprendizagem discente. A abordagem metodológica é de cunho qualitativo e quantitativo, a partir de um estudo de caso e de pesquisa documental realizados numa IES da cidade de Porto Alegre. Para coleta de dados foram utilizadas entrevistas semiestruturas e observação participante. Os principais resultados encontrados foram: aprendem melhor através da escrita (93%); através da audição (64%); através da oralidade (29%); através de pesquisas virtuais (21%). No que tange ao favorecimento da aprendizagem, temos como resultado: vídeos (93%), leituras (79%), computadores/tablets (64%), palestras/seminários (14%) e cine fórum (21%). O Chat, no entendimento dos sujeitos pesquisados, não contribui. Figura como resultado, ainda, a preferência pela leitura em livros impressos (64%); E-Book (21%); 15% utilizam as duas formas. Os principais teóricos e autores que apoiam esse trabalho são Levy, Moran, Martins, Giraffa, Cortella, Fernandes, Freire, Morosini, Tardif, Castells e Zabalza.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7128
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000467321-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,17 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.