Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/7213
Tipo: masterThesis
Título: As relações entre a implementação de mudanças organizacionais da rede marista e a motivação dos professores
Autor(es): Piassini, Rui
Orientador: Santos, Bettina Steren dos
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Fecha de Publicación: 2015
Palabras clave: EDUCAÇÃO
ADMINISTRAÇÃO EDUCACIONAL
ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR
MUDANÇA ORGANIZACIONAL
DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL
Resumen: This thesis analyzes the relationship between the implementation of organizational changes proposed by Província Marista do Rio Grande do Sul, and the teachers‟ job motivation. The research has been conducted on a survey data colleted from a questionnaire application. The survey is composed of thirty items, design from three categories: motivation, organizational changes and school management. This questionnaire was applied to two schools from Marista Net and focused on the perception of final years of Elementary School Teachers and High School Teachers. The theoretical frameork is based on self-determination theory, from Deci and Rayan (2013), the theory of shared management, from Heloísa Lück (2011), organizational behavior proposed by Newstron (2008), among other authors, and on the articles from Marista Net. The data were organized into grafics and analyzed by the theoretical references. From the theoretical framework analysis, one can see that the job motivation is relatively susceptible to changes processes and the managers play an important role in this dynamic. It was found also, with the analysis of the results that it is possible to establish relationships between organizational changes and the teachers‟ job motivation, and the quality of teaching and learning can be affected in this context.
A presente dissertação analisa as relações entre a implementação de mudanças organizacionais propostas pela Província Marista do Rio Grande do Sul e a motivação dos professores para o trabalho. A pesquisa está pautada em levantamento de dados a partir da aplicação de um questionário composto de trinta itens, elaborado a partir de três categorias: motivação, mudanças organizacionais e gestão escolar. Esse questionário foi aplicado em duas unidades da rede de colégios e focada na percepção de Professores do Ensino Fundamental–Anos Finais e do Ensino Médio. O embasamento teórico está pautado na teoria da auto-determinação, de Deci e Rayan (2013), na teoria da gestão compartilhada de Heloísa Lück (2011), no comportamento organizacional proposto por Newstron (2008), entre outros autores, e nos documentos da Rede Marista. Os dados obtidos foram organizados em gráficos e analisados à luz dos pressupostos teóricos. A partir da análise do referencial teórico, percebe-se que a motivação para o trabalho é um elemento relativamente sensível aos processos de mudanças e que os gestores desempenham papel importante nessa dinâmica. Também constatou-se, com a análise dos resultados que é possível estabelecer relações entre as mudanças organizacionais e a motivação dos professores para o trabalho e que a qualidade do ensino e da aprendizagem pode ser afetada nesse contexto.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7213
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000467937-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,52 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.