Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/7391
Tipo: doctoralThesis
Título: Efeito da terapia laser de baixa potência no tratamento da síndrome da ardência bucal: ensaio clínico, randomizado, placebo-controlado
Autor(es): Spanemberg, Juliana Cassol
Orientador: Salum, Fernanda Gonçalves
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Data de Publicação: 2015
Palavras-chave: ODONTOLOGIA
ESTOMATOLOGIA CLÍNICA
SÍNDROME DA ARDÊNCIA BUCAL
PATOLOGIA BUCAL
LASER - ODONTOLOGIA
Resumo: Burning mouth syndrome (BMS) is a complex disease characterized mainly by symptoms of burning, pain or itching in the oral mucosa without apparent clinical alterations. The literature was reviewed in the first manuscript, emphasizing BMS characteristics, etiology and therapeutics. Low-level laser therapy (LLLT) has been widely used in oral disorders because of its analgesic, anti-inflammatory and tissue repair effects. Thereby, in the second manuscript we reviewed the applicability and protocols of LLLT in the management of lichen planus, xerostomia, recurrent aphthous stomatitis, herpes labialis, oral mucositis and BMS. Controlled trials investigating the effects of LLLT on BMS are still rare. The present randomized, placebo-controlled study aimed to clinically assess the effect of LLLT in the treatment of patients with BMS, and to investigate the impact of such therapy in the quality of life of these individuals. The sample consisted of 78 BMS patients who were randomly assigned into three laser groups and one control group (n=19), which was treated with sham LLLT. Laser groups were treated with the following parameters: IR1w group, n=20 (830 nm, 100 mW, 5 J, 176 J/cm2, 50 s, weekly LLLT sessions, ten sessions); IR3w group, n=20 (830 nm, 100 mW, 5 J, 176 J/cm2, 50 s, three weekly LLLT sessions, nine sessions); red laser group, n=19 (685 nm, 35 mW, 2 J, 72 J/cm2, 58 s, three weekly LLLT sessions, nine sessions). Symptoms were assessed at initial, at the end of the treatment and eight weeks later using visual analogue scale and visual numeric scale. Quality of life related to oral health was assessed through the Oral Health Impact Profile (OHIP-14). Statistical analysis was carried out using repeated measures ANOVA followed by the Tukey test. There was a significant reduction in the symptoms in all groups at the end of the treatment, which was maintained in the follow-up. The scores of the IR1w and IR3w laser groups were significantly lower in comparision to the control group. On the other hand, there was no significant difference between Red laser group and control group. There was also a decrease in the OHIP-14 scores in the four groups. The scores of the IR3w laser group differed significantly from those of the control group, showing that LLLT had a positive impact on the quality of life related to oral health. Based on the results of this study it is possible to conclude that infrared LLLT, in the parameters used, reduces the BMS symptoms and can be an alternative therapeutic for this disorder.
A síndrome da ardência bucal (SAB) é uma doença de etiopatogenia desconhecida, caracterizada pela sensação de queimação e ardência na mucosa bucal, que se apresenta clinicamente normal. No primeiro artigo desta tese foi realizada uma revisão da literatura com ênfase nas características da SAB, etiologia e terapêutica. Uma vez que a terapia laser de baixa potência (LLLT) tem sido amplamente utilizada em enfermidades bucais devido aos seus efeitos analgésicos, biomoduladores e antiinflamatórios, no segundo artigo foram revisados a aplicabilidade e os protocolos da LLLT no manejo do líquen plano, xerostomia, ulceração aftosa recorrente, herpes labial, mucosite e SAB. Ensaios clínicos controlados investigando o efeito da LLLT na SAB são ainda escassos; portanto, o presente estudo clínico randomizado e controlado teve como objetivos avaliar o efeito da LLLT nos sintomas da SAB, bem como, o impacto desta terapia na qualidade de vida relacionada à saúde bucal dos pacientes.A amostra foi constituída por 78 pacientes com SAB, distribuídos em três grupos laser e um grupo-controle (n=19), no qual foi empregada sham LLLT. Os seguintes protocolos de LLLT foram empregados nos grupos-laser: grupo IR1w, n=20 (830 nm, 100 mW, 5 J, 176 J/cm2, 50 s, uma sessão semanal, total de 10 sessões); IR3w, n=20 (830 nm, 100 mW, 5 J, 176 J/cm2, 50 s, três sessões por semana, total de nove sessões); laser vermelho, n=19 (685 nm, 35 mW, 2 J, 72 J/cm2, 58 s, três sessões por semana, total de nove sessões). Os sintomas foram avaliados por meio de escala visual numérica e escala visual analógica no início e fim do tratamento, e oito semanas após. Para avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde bucal foi usado o instrumento Oral Health Impact Profile (OHIP- 14). Os dados foram analisados por meio do teste ANOVA de medidas repetidas, seguido pelo teste de Tukey. Houve redução significativa dos sintomas ao final do tratamento em todos os grupos, o que se manteve no acompanhamento de oito semanas. Os escores dos grupos laser IR1w e IR3w foram significativamente inferiores aos do grupo-controle. Por outro lado, não houve diferença significativa entre o grupo laser vermelho e o grupo-controle. Houve também redução significativa nos escores do OHIP-14 nos quatro grupos, entretanto, somente o grupo laser IR3w apresentou diferença significativa em relação ao grupo-controle, mostrando que o tratamento teve impacto positivo na qualidade de vida relacionada à saúde bucal. Com base nos resultados, pode-se concluir que a LLLT no comprimento de onda infravermelho e nos parâmetros utilizados neste estudo, reduz os sintomas da SAB e pode ser uma alternativa terapêutica no tratamento desta doença.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7391
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000470513-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo7,52 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.