Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/7417
Tipo: masterThesis
Título: Acessibilidade de pessoas com deficiência visual em portais municipais paranaenses
Autor(es): Castelli, Dirleia Aparecida Sbardelotto
Orientador: Moron, Marie Anne Macadar
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Administração e Negócios
Fecha de Publicación: 2015
Palabras clave: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
ACESSIBILIDADE
PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL
POLÍTICAS PÚBLICAS
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
Resumen: More and more public efforts have been employed to increase the capacity and coverage of public services through different electronic media, facilitating access to government information, anywhere, at any time and in line with the access equal claim. On the one hand there is the opportunity to governments to use ICT (information and communication technology) as a tool to approach people, however these should include all citizens. In other words, those with a disability should also be allowed the same access and use. The Electronic Government Accessibility Model (e-MAG) was created to facilitate people's access to information and services available on the sites and portals of government. Thus this study aimed to analyze the performance of portals of town halls of the largest cities in the state of Paraná in relation to accessibility of People with Visual Impairment. To reach the proposed objective, they were carried out two assessments: (1) evaluated the portals of the 10 most populous cities in the State of Paraná using the automatic evaluator Da Silva; (2) was subsequently performed evaluation of these same portals with 5 blind users, members of Cascavel Association of the Visually Impaired (ACADEVI), using the DOSVOX system. The automatic evaluation showed that all examined portals have some kind of mistake. The portal which showed the least amount of errors was the city of Colombo (8th most populous) and with the highest amount was the portal of Foz do Iguaçu (7th most populous). Since the evaluation with users showed that only three portals were considered accessible and most still presents obstacles that impede the accessibility of People with Visual Impairment. The difficulty to find links with many images without description, excess clicks to find what you need and files that do not load, some were indicative of this lack of accessibility. The comparison of the forms of assessments carried out in this study showed similar mistakes and difficulties in access, showing that it is necessary to involve blind users in the preparation of these portals. These results show that many adjustments must still be made in municipal portals to improve the accessibility of People with Visual Impairment.
Cada vez mais esforços públicos têm sido empregados para aumentar a capacidade e abrangência de serviços públicos através de meios eletrônicos diferenciados, favorecendo o acesso às informações governamentais, em qualquer lugar, em qualquer momento e em consonância com a reivindicação de igualdade de acesso. Se por um lado existe a oportunidade de governos utilizarem as TIC como uma ferramenta de aproximação com as pessoas, por outro lado estas devem contemplar a todos os cidadãos. Ou seja, aquelas com algum tipo de deficiência também devem ter a mesma possibilidade de acesso e uso. O Modelo de Acessibilidade do Governo Eletrônico (e-MAG) surgiu para facilitar o acesso das pessoas às informações e serviços disponibilizados nos sítios e portais de governo. Desta forma este estudo teve como objetivo, analisar o desempenho de portais das prefeituras dos maiores municípios do Estado do Paraná no que se refere à acessibilidade de Pessoas com Deficiência Visual. Para alcançar o objetivo proposto, foram realizadas duas avaliações: (1) foram avaliados os portais dos 10 municípios mais populosos do Estado do Paraná utilizandose o avaliador automático Da Silva; (2) posteriormente foi realizada avaliação destes mesmos portais com 5 usuários cegos, membros da Associação Cascavelense de Deficientes Visuais (ACADEVI), utilizando-se o sistema DOSVOX.A avaliação automática evidenciou que todos os portais analisados apresentam algum tipo de erro. O portal que apresentou a menor quantidade de erros foi o do município de Colombo (8º mais populoso) e o que apresentou a maior quantidade foi o portal de Foz do Iguaçu (7º mais populoso). Já a avaliação com usuários demonstrou que somente três portais foram considerados acessíveis e que a maioria ainda apresenta empecilhos que dificultam ou impedem a acessibilidade de Pessoas com Deficiência Visual. A dificuldade para encontrar os links com muitas imagens sem descrição, excesso de cliques para encontrar o que procura e arquivos que não carregam, foram alguns indicativos dessa falta de acessibilidade. A comparação das formas de avaliações realizadas neste estudo evidenciou semelhantes erros e dificuldades no acesso, mostrando que é necessária a participação de usuários cegos na elaboração destes portais. Os resultados desta pesquisa comprovam que muitos ajustes ainda devem ser realizados nos portais municipais de modo a melhorar a acessibilidade de Pessoas com Deficiência Visual.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7417
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000470941-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,68 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.