Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/7505
Type: masterThesis
Title: Eficácia de uma intervenção fisioterapeutica na qualidade de vida, propriocepção, sensibilidade e mobilidade de idosos diabéticos institucionalizados
Author(s): Souza, Cibele Cardenaz de
Advisor: Schneider, Rodolfo Herberto
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Issue Date: 2015
Keywords: MEDICINA
GERONTOLOGIA
GERIATRIA
DIABETES MELLITUS
IDOSOS
FISIOTERAPIA
Abstract: Introduction: With the increasing life expectancy and the growth of the elderly population, the chronic degenerative diseases develop more frequently. Diabetes mellitus (DM) is one of these diseases, every day more common in this population, which represents a worldwide major public health problem. Individuals who suffer from DM are predisposed to develop neuropathies, reduced proprioception and sensitivity, which can be diagnosed by the detection of higher pressure points and diminished sensitivity in the feet, thus assisting in the prevention of the diabetic foot and its most severe consequences, such as amputation and death. Another very common situation with the elderly population growth is the increasing number of long-term care facilities for the elderly (LTCFE), who, in general, arrive in these facilities when they are older, more fragile, with compromised functional autonomy and independence, as well as presenting various comorbidities, among them the DM is one of the most prevalent. It is, therefore, important to develop therapeutic strategies to improve proprioception and sensitivity of the lower limbs (LL) of elderly diabetics to prevent the diabetic foot and its consequences. Objectives: This study aimed to assess whether a physical therapy program would bring changes in the quality of life, functional mobility, proprioception, tactile and pain sensitivity in the LL of elderly diabetics residing in LTCFE. Methods: In this randomized clinical trial 43 elderly with DM were evaluated. They resided in five LTCFE in the city of Porto Alegre and its metropolitan region. All of them were evaluated before and after a physical therapy intervention [sociodemographic data; assessment of quality of life (SF-36); plantar sensitivity (Semmes Weinstein esthesiometer); functional mobility (Timed Up and Go Test - TUG); proprioception assessment (baropodometry platform)]. After the initial assessment, the elderly were divided into two groups: control (CG; n = 22; 11 women) and intervention (IG, n = 21; 16 women). For nine weeks, the IG undertook a proprioception, sensitivity and gait training, while the CG maintained its usual routine. Results: After the intervention, the IG showed significant improvement (p <0. 05) in SF-36 General Score and in the General Health dominium and they also presented significantly higher scores than the CG elderly in terms of the Functional Capacity and Emotional Aspects dominions as well as in the General Score. The results also pointed to the significant reduction in IG’s right foot contact surface, indicative of better distribution of plantar pressure and static balance. Significant differences were not detected in the functional mobility measured by TUG in either group. The control group showed no significant change in any of the measured aspects, except for the increase in the right foot pressure, indicative of an increased risk for the development of plantar ulcers. Conclusion: Based on these results, it can be concluded that the proposed protocol applied to elderly diabetics was effective in improving quality of life and probably in maintaining sensitivity, proprioception, functional mobility and balance.
Introdução: Com o aumento da expectativa de vida e o crescimento da população idosa, as doenças crônicas degenerativas se desenvolvem com maior frequência. O diabetes mellitus (DM) é uma dessas doenças, a cada dia mais comum nesta população, e representa um dos principais problemas de Saúde Pública em todo o mundo. Os indivíduos acometidos pelo diabetes mellitus (DM) apresentam predisposição a desenvolver neuropatias, redução da propriocepção e sensibilidade, que podem ser diagnosticadas pela detecção de pontos de maior pressão e sensibilidade tátil diminuída, auxiliando na prevenção do pé diabético e suas consequências mais severas, como a amputação e a morte Outra situação muito comum com o crescimento da população idosa é o aumento do número de instituições de longa permanência para idosos, os quais chegam nelas, em geral, mais velhos e fragilizados, com autonomia e independência funcional comprometidas, bem como apresentando várias comorbidades, sendo o DM uma das mais prevalentes. Sendo assim, é importante que se desenvolva medidas terapêuticas que possam melhorar a propriocepção e a sensibilidade dos membros inferiores (MsIs) de idosos diabéticos, para prevenir o pé diabético e suas consequências. Objetivos: o presente estudo teve como objetivo avaliar se um programa fisioterapêutico traria mudanças na qualidade de vida, na mobilidade funcional, na propriocepção, na sensibilidade tátil e dolorosa em MsIs de idosos diabéticos que residem em ILPI.Método: Neste ensaio clínico randomizado foram avaliados 43 idosos com diagnóstico de DM, residentes de cinco ILPI na cidade de Porto Alegre e região metropolitana. Todos os idosos foram avaliados antes e depois de uma intervenção fisioterapêutica [dados pessoais; avaliação da qualidade de vida (SF-36); sensibilidade plantar (estesiômetro de Semmes-Weinstein); mobilidade funcional (Timed Up and Go Test - TUG); avaliação de propriocepção (plataforma de Baropodometria)]. Após a avaliação inicial, os idosos foram divididos, por sorteio, em dois grupos, controle (GC; n=22; 11 mulheres) e intervenção (GI; n=21; 16 mulheres). Por nove semanas, o GI recebeu um treinamento de propriocepção, sensibilidade e marcha, enquanto o GC manteve sua rotina inalterada. Resultados: Após a intervenção, os idosos do GI apresentaram melhora significativa (p<0,05) do Escore Geral do SF-36 e do Estado Geral de Saúde e apresentam escores 1 9 significativamente mais altos do que os idosos do GC em termos de Capacidade Funcional, Aspectos Emocionais e Escore Geral. Os resultados também apontaram para a redução significativa da superfície de contato do pé direito do GI, indicativa de uma melhor distribuição de pressão plantar e do equilíbrio estático. Não foi detectada diferença significativa na mobilidade funcional medida pelo TUG em nenhum dos dois grupos. O grupo controle não apresentou nenhuma mudança significativa em nenhum dos aspectos mensurados, exceto pelo aumento da pressão do pé direito, indicativo de aumento de risco para o desenvolvimento de úlceras plantares. Conclusão: Diante dos resultados obtidos, pode-se concluir que o protocolo proposto, aplicado aos idosos diabéticos foi efetivo para a melhora qualidade de vida e, provavelmente, para a manutenção da sensibilidade, propriocepção, mobilidade funcional e equilíbrio.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7505
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000473452-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,37 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.