Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/7519
Type: masterThesis
Title: O discurso publicitário regional: uma análise das referências de gauchismo em anúncios veiculados no Rio Grande do Sul
Author(s): Zadinello, Alessandro Luchini
Advisor: Carvalho, Cristiane Mafacioli
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Issue Date: 2015
Keywords: COMUNICAÇÃO SOCIAL
PUBLICIDADE
PROPAGANDA
DISCURSOS
PUBLICIDADE - RIO GRANDE DO SUL
Abstract: This work aims to understand how the identity construction of the gaucho on a set of commercials is, aired on television in the state of Rio Grande do Sul, and recognize what the strategies that govern these productions are. Drawing on the basis of the identity of the gaucho, a niche market in adverstising has been created in which the condition of being gaucho is explored, their lifestyle, their daily life, traditions and peculiarities. So, advertising has used these facets strategically, with the intention of approaching generate empathy and interest in the public, seeking more attention and space in the consumer market. To develop research, a literature about regional identity and advertising was made and subsequently sought to develop a methodology which would allow the examination of the proposed research issues. This methodology articulates contributions from a post‐structuralist semiotics of nature, supported here by the concepts of Patrick Charaudeau. Eight regional issue ads according to the proposed methodology were analyzed and, after examination, their results have been crossed in order to understand this identity construction. The results showed the main strategies that govern these productions. Among them, it was observed mainly the recursive use of make‐believe in the discursive production, which seeks to make the viewer believe that the gaucho is built by the advertisement, with all their values and attributes. In conclusion, it is emphasized that the commercials in regional character organize the gaucho identity construction through communication contracts that consider, in the instance of production, values and characteristics of very sedimented riograndense culture ‐ especially being a state with characteristics and "special" people – and meanwhile consider, in the reception instance, a guy who recognizes this place, with all these features.
A presente dissertação tem como objetivo compreender como se dá a construção identitária do gaúcho em um conjunto de anúncios publicitários, veiculados na televisão no estado do Rio Grande do Sul, e reconhecer quais são as estratégias que presidem essas produções. Valendo-se de base da identidade do gaúcho, criou-se na propaganda um nicho de mercado no qual se explora a condição de ser gaúcho, seu estilo de vida, seu cotidiano, tradições e particularidades. Assim, a publicidade utiliza-se destas facetas estrategicamente, com a intenção de se aproximar, gerar empatia e interesse no público, buscando mais atenção e espaço no mercado de consumo. Para desenvolver a investigação, foi realizado um levantamento bibliográfico acerca da identidade regional e da publicidade e, posteriormente, buscou-se desenvolver uma metodologia de análise que permitisse o exame das questões de investigação propostas. Essa metodologia articula contribuições advindas de uma semiótica de cunho pós-estruturalista, sustentadas aqui pelas concepções de Patrick Charaudeau. Foram analisados oito anúncios de tema regional de acordo com a metodologia proposta e, após a análise, foram cruzados seus resultados com o intuito de compreender esta construção identitária. Os resultados permitiram identificar as principais estratégias que presidem essas produções. Entre elas, observou-se principalmente o uso recursivo de um fazer-crer na produção discursiva, que busca fazer o espectador acreditar que é o gaúcho construído pelo anúncio publicitário, com todos os seus valores e atributos. Como conclusão, destaca-se que os anúncios publicitários de caráter regional organizam a construção identitária do gaúcho por meio de contratos de comunicação que consideram, na instância da produção, valores e características da cultura rio-grandense muito sedimentados – especialmente os de ser um estado com características e povo “especiais” – e, ao mesmo tempo consideram, na instância da recepção, um sujeito que se reconhece neste lugar, com todas estas características.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7519
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000473757-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo5,34 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.