Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/7524
Tipo: masterThesis
Título: Análise da prevalência de fatores de risco cardiovascular em adolescentes do município de Veranópolis, RS
Autor(es): Pitrez Filho, Manoel Luiz Soares
Orientador: Cruz, Ivana B. Mânica da
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Data de Publicação: 2000
Palavras-chave: FATORES DE RISCO
DOENÇAS CARDIOVASCULARES
MORTALIDADE
SOBREVIVÊNCIA
QUALIDADE DE VIDA
ADOLESCENTES
ARTERIOSCLEROSE
Resumo: Objective: To describe the prevalence of coronary artery disease (CAD) risk factors in adolescents. Methods: We investigated 214 subjects from 10 to 18 years of age, (105 males and 109 females). Sex, total cholesterol, LDL-cholesterol, HDL-cholesterol, triglyceride, glucose, body mass index (BMI), systolic blood pressure, diastolic blood pressure, and family history of CAD (parents with cardiovascular events before 55 years old and other family members, were analysed in these patients. Results: Total holesterol, HDL-c and triglyceride levels werw significantly higher in females than in males. However, all values were in between normal range levels. The hipercholesterolemia, elevated blood pressure, hiperglicemia, overweight, and CAD familial history were respectively: 12%, 43%, 3%, 53% e 61% in male adolescents and 22%, 53%, 2%, 36% and 48% in female adolescents. The mean number of CAD risk factors was 1. 56±0. 96. Approximately, 86% of the subjects had at least one type of CAD risk factor when the CAD familial history was considered. Conclusions: Regarding the CAD risk factors analyzed, the adolescent populations studied presented with a similar pattern described in other populations with the same age group, except for blood pressure. Although this population is young (below 18 years old) and resident in Veranópolis County which is considered a high longevity Brazilian region, we detected a high CAD risk factor prevalence. Further studies analyzing genetic and environmental variables may help to elucidate the results described here. The results from this studies strongly support the idea that the prevention of CAD should be started in early life.
Objetivos: Descrever a prevalência de fatores de risco cardiovascular em adolescentes de Veranópolis (RS).Material e Métodos: Foram avaliados 214 adolescentes entre 10 e 18 anos incompletos e pelo menos um de seus pais, 105 do sexo masculino e 109 do sexo feminino. As variáveis analisadas nos adolescentes foram: sexo, níveis de colesterol total, LDL-c, HDL-c, triglicerídeos, glicose, índice de massa corporal (IMC), pressão arterial sistólica e diastólica e história familiar de doença cardiovascular precoce (evento cardiovascular antes dos 55 anos nos pais e nos demais membros da família) realizada através de um heredograma genético. Resultados: Encontraram-se diferenças estatisticamente significativas nos valores de colesterol total, HDL-c e triglicerídeos, sendo que as mulheres apresentavam os níveis mais elevados. Entretanto, todos encontravam-se dentro dos limites da normalidade. As prevalências de hipercolesterolemia, de pressão arterial elevada, de hiperglicemia, de sobrepeso/obesidade e de história familiar de doença(s) cardiovascular(es) (DCV) foram, respectivamente, 12%, 43%, 3%, 53% e 61% nos adolescentes do sexo masculino e 22%, 53%, 2%, 36% e 48% nos do sexo feminino. O número médio de fatores de risco para DCV observado, por adolescente investigado, foi de 1,5±0,96. Cerca de 85% dos adolescentes tinham pelo menos um tipo de indicador de risco cardiovascular considerando-se a história familiar para DCV. Conclusão: Dos fatores de risco analisados, a população investigada manteve um padrão descrito na literatura para várias população da mesma faixa etária. A única exceção foi em relação aos níveis pressóricos, que se mostraram acima do esperado. Apesar de se tratar de uma população jovem (abaixo de 18 anos) e residente em um município reconhecido nacionalmente por sua longevidade, detectou-se uma prevalência alta de fatores de risco para doenças cardiovasculares, principalmente em relação a níveis pressóricos elevados. Estudos complementares abordando a questão genética e a ambiental (hábitos alimentares e atividade física) serão importantes para elucidar estes achados. O conjunto dos resultados sugere a necessidade de desenvolvimento e implementação de programas preventivos de DCV em adolescentes.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7524
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000290447-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,3 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.