Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/7748
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGrassi-Oliveira, Rodrigo
dc.contributor.authorSilveira, Ana Lígia da Silva
dc.date.accessioned2015-12-15T01:05:37Z-
dc.date.available2015-12-15T01:05:37Z-
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10923/7748-
dc.description.abstractIntroduction: Child abuse is one of the main world problems according to the World Health Organization (WHO). However, epidemiological issues are an important challenge, particularly in Brazil. One difficulty is the scarcity of tools for tracking and identifying child abuse. The few instruments of investigation have methodological and conceptual limitations. One major limitation is the huge variability of concepts and ways of questioning children, adolescents and adults on exposure to abuse in different cultures. In this context, questionnaires are very useful in the investigation of child abuse. Thus, the main purpose of this dissertation is to perform the translation and semantic validation to Brazilian Portuguese of a battery of questionnaires designed by the WHO, the United Nations (UN) and the International Society for the Prevention of Child Abuse and Neglect (ISPCAN), called ICAST-ISPCAN Child Abuse Screening Tools. Besides, we present a brief narrative review of Brazilian studies containing epidemiological data on violence against children and adolescents. Methods: The narrative review was composed of articles published in the online databases Medline/Pubmed, LILIACS and Scielo. The search was based on a combination of the following descriptors: child, adolescent, violence, abuse, epidemiology, questionnaire, Brazil. There was no selection of filters. The 3. 0 version of the ICAST battery is composed of three questionnaires: (1) Retrospective Interview (ICAST-R), (2) Child Abuse Screening Tool - Parent version (ICAST-P) and (3) Child Abuse Screening Tool – children’s version (ICAST-C). For the execution of the entire process of translation and semantic validation five methodological steps were conducted, as follows: (1) translation; (2) back translation; (3) correction and semantic adaptation; (4) content validation by experts in child abuse; and (5) acceptability study per sample of target population, through a verbal-numerical scale. Results: All steps have been satisfactorily completed. The acceptability study included five participants for each instrument: children, adults and parents of patients of one pediatric outpatient unit. In ICAST-C questionnaire, with 69 items, 3 children had some difficulty in understanding 7 questions. In ICAST-P, with 57 items, 2 parents had doubt about the clarity of 5 questions, although they had understood the meaning of the questions. In ICAST-R, with 33 items, there were no doubts about the questions. The doubts were related to problems with verb and subject agreement grammar rules, and the necessary adjustments have already been made. Conclusion: The ICAST battery is an internationally recognized tool, and its process of translation and semantic adaptation to Portuguese was effective. The three tools were easily understood by the sampled population. Semantic validation was adequate. The tools were found to be useful in the investigation of violence against children and adolescents.en_US
dc.description.abstractIntrodução: A violência infantil consiste em um dos principais problemas mundiais de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Contudo questões epidemiológicas são um grande desafio, particularmente no Brasil. Uma das dificuldades enfrentadas é a relativa falta de instrumentos de rastreio e identificação. Os poucos instrumentos de investigação existentes apresentam uma série de limitações metodológicas e conceituais. Uma das maiores limitações é a extrema variabilidade de conceitos e formas de questionar crianças, adolescentes e adultos sobre a exposição a situações de maus-tratos em diferentes culturas. Nesse contexto os questionários são instrumentos muito úteis na investigação da violência infantil. Dessa forma o objetivo principal dessa dissertação foi traduzir e validar semanticamente para o português brasileiro uma bateria de questionários criada pela OMS, Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Sociedade Internacional para a Prevenção do Abuso e Negligência Infantil (International Society for the Prevention of Child Abuse and Neglect-ISPCAN), denominada ICAST-ISPCAN Child Abuse Screening Tools. Além disso, apresentamos uma breve revisão narrativa sobre estudos brasileiros com dados epidemiológicos sobre a violência contra crianças e adolescentes.Métodos: A revisão narrativa foi composta por artigos oriundos das bases de dados online Medline/Pubmed, LILACS e Scielo. A busca baseou-se em uma combinação dos descritores: criança, adolescente, violência, maus-tratos, epidemiologia, questionário, Brasil. Não houve seleção de filtros. A versão 3. 0 da bateria ICAST é composta por três questionários: (1) Entrevista Retrospectiva (ICAST-R), (2) ICAST versão para Pais (ICAST-P) e (3) ICAST versão para a Criança (ICAST-C). Para execução de todo o processo de tradução e validação semântica foram realizadas cinco etapas metodológicas: (1) tradução; (2) retradução; (3) correção e adaptação semântica; (4) validação do conteúdo por profissionais especialistas na área de maus-tratos na infância; e (5) estudo de aceitabilidade por amostra da população-alvo, por intermédio de uma escala verbal-numérica. Resultados: Todas as etapas foram satisfatoriamente concluídas. O estudo de aceitabilidade incluiu cinco participantes para cada instrumento: crianças, adultos e pais de pacientes de um ambulatório de pediatria. No questionário ICAST-C, com 69 itens, 3 crianças alguma tiveram dificuldade de compreensão em 7 perguntas. No ICAST-P, com 57 itens, 2 pais tiveram alguma dificuldade com a clareza de 5 questões, embora tivessem entendido o significado da pergunta. No ICAST-R, com 33 itens, não houve dúvidas no entendimento das perguntas. As dúvidas foram entediadas como decorrentes da concordância verbal e nominal e isso foi ajustado. Conclusão: A bateria ICAST é uma ferramenta internacionalmente reconhecida cujo processo de tradução e adaptação semântica para o português foi efetivamente realizado. Os três questionários mostraram ser de fácil compreensão pelas amostras alvo. Obteve-se adequada validação semântica. Os instrumentos mostraram-se úteis na investigação de maus-tratos infantis e de adolescentes.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.rightsopenAccessen_US
dc.subjectMEDICINApt_BR
dc.subjectPEDIATRIApt_BR
dc.subjectVIOLÊNCIApt_BR
dc.subjectMAUS-TRATOS INFANTISpt_BR
dc.subjectCRIANÇASpt_BR
dc.subjectADOLESCENTESpt_BR
dc.subjectEPIDEMIOLOGIApt_BR
dc.subjectSEMÂNTICApt_BR
dc.titleValidação semântica do ispcan-child abuse screening tools para o português brasileiropt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.degree.grantorPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criançapt_BR
dc.degree.levelMestradopt_BR
dc.degree.date2015pt_BR
dc.publisher.placePorto Alegrept_BR
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000476661-Texto+Parcial-0.pdfTexto Parcial722,3 kBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.