Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/7832
Tipo: masterThesis
Título: Fluxos de capital no Brasil no período de 2000-2014: investigação sobre fatores pull e push
Autor(es): Pederiva, Ana Carolina
Orientador: Moraes, Gustavo Inácio de
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Economia do Desenvolvimento
Data de Publicação: 2015
Palavras-chave: ECONOMIA - BRASIL
CAPITAL (ECONOMIA)
TAXA DE JUROS
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - BRASIL
Resumo: The present study analyzes the dynamics of entries and exits of foreign investment in Brazil and the importance of de domestic determinants (pull) and external determinants (push) in the attraction of these investments. The methodology adopted was the model of regressive factors (VAR), with monthly data from January 2000 to December 2014 for total investment, direct investment, portfolio and others investments. The results demonstrate the importance of American production index as an external determinant factor of capital flows and the interest rate as a domestic determinant factor. The results also indicate the different kinds of flow that present different responses to the variables studied. We highlighted for example, the predominance of internal factors in determining the inflow and outflow of direct investment. In general, the results allow to conclude that as internal factors as external factors to the Brazilian were relevant in the attractions of capital in that period.
O presente estudo analisa a dinâmica das entradas e saídas de investimentos estrangeiros no Brasil e a importância dos determinantes domésticos (pull) e externos (push) na atração destes investimentos. A metodologia adotada foi o modelo de Vetores-Autoregressivos (VAR), com dados mensais de janeiro de 2000 a dezembro de 2014 para o investimento estrangeiro total, investimento direto, em carteira e outros investimentos. Os resultados evidenciam a relevância do índice de produção norte-americano como fator externo determinante dos fluxos de capital e a taxa de juros como fator interno determinante. Os resultados também indicam que diferentes tipos de fluxo apresentam respostas diferentes às variáveis estudadas. Destaca-se, por exemplo, a predominância de fatores internos na determinação da entrada e saída de investimentos diretos. De maneira geral, os resultados permitem concluir que tanto fatores internos quanto fatores externos à economia brasileira foram relevantes na atração de capitais estrangeiros no período.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7832
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000477396-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo603,04 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.