Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/8051
Tipo: doctoralThesis
Título: O palavrão em filmes brasileiros contemporâneos: um enfoque Bakhtiniano
Autor(es): Caetano, Veridiana
Orientador: Di Fanti, Maria da Glória Corrêa
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Fecha de Publicación: 2015
Palabras clave: ANÁLISE DO DISCURSO
LINGUAGEM CINEMATOGRÁFICA
LINGUÍSTICA
Resumen: Este estudo tem como proposta apresentar considerações teórico-metodológicas para a análise do palavrão no cinema brasileiro contemporâneo. Como objetivo geral, este trabalho pretende analisar palavrões que aparecem em dois filmes brasileiros, observando relações dialógicas que emergem a partir desses signos ideológicos. Como objetivos específicos, busca (i) analisar diferentes entonações que emergem a partir dos palavrões analisados nas cenas fílmicas selecionadas, compreendendo de que forma se constroem sentidos nos filmes; (ii) examinar as cenas em que o palavrão está sendo enunciado, observando o movimento das forças centrípetas e centrífugas no discurso e, por fim, (iii) verificar aspectos relativos à memória discursiva dessas palavras, observando possíveis atribuições de novos sentidos ao palavrão. Para respaldar este estudo, são utilizados os pressupostos teóricos bakhtinianos (BAKHTIN 1998, 2003, 2008a, 2008b; BAKHTIN/VOLOCHÍNOV, 2006; VOLOCHÍNOV/BAKHTIN 2011) que dialogam com estudos referentes ao cinema (LIPOVETSKY e SERROY, 2009; STAM 1992, 2008, 2010). Para o desenvolvimento dos objetivos, foram selecionados dois filmes brasileiros Tropa de Elite – Missão dada é missão cumprida (2007) e Mato sem cachorro (2013); desses filmes foram analisadas um total de seis cenas nas quais o uso de palavrões é colocado em destaque. Este estudo pressupõe que o palavrão, como toda palavra, não é uma unidade neutra, mas sim um signo ideológico pluriacentuado. Assim, trabalha com a tese de que o diferencial do palavrão, como se observa nos filmes brasileiros contemporâneos analisados, parece ser a constituição de uma zona de tensão, cuja dinamicidade parece transitar entre o proibido e o libertador.
This study aims at introducing theoretical-methodological remarks to analyze swearwords in the contemporary Brazilian movie industry. Its general objective is to analyze swearwords which come up in two Brazilian movies by observing dialogic relations that emerge from these ideological signs. Its specific objectives are the following: (i) to analyze different intonations which emerge from the swearwords under investigation in the selected movie scenes and to understand how senses are constructed in movies; (ii) to examine the scenes in which the swearword is being said by observing the movement of the centripetal and centrifugal forces at work in the discourse; and (iii) to study aspects related to the discursive memory of these words by observing new senses that may be attributed to the swearword. Bakhtinian theoretical presuppositions (BAKHTIN, 1998, 2003, 2008a, 2008b; BAKHTIN/VOLOCHÍNOV, 2006; VOLOCHÍNOV/BAKHTIN, 2011) were employed since they keep a dialogue with studies of the movie industry (LIPOVETSKY and SERROY, 2009; STAM 1992, 2008, 2010). In order to reach those objectives, two Brazilian movies were selected: Tropa de Elite- Missão Dada é Missão Cumprida (2007) and Mato Sem Cachorro (2013). Six scenes of each movie, in which swearwords are emphasized, were analyzed. This study advocates that a swearword, like any other word, is a pluri-accented ideological sign, rather than a neutral unity. Therefore, this study argues that what differentiates swearwords, in the way they are shown in the contemporary Brazilian movies under analysis, seems to be the constitution of a tense zone whose dynamics moves between what is forbiddenand what can set people free.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8051
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000478129-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,74 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.