Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/8054
Tipo: masterThesis
Título: O habitar poético como tarefa: Heidegger e a questão da essência humana
Autor(es): Ruggeri, Sabrina
Orientador: Bavaresco, Agemir
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: METAFÍSICA
GUMBRECHT, HANS ULRICH - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
HEIDEGGER, MARTIN - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
FILOSOFIA
Resumo: Nossa proposta é a de incialmente iluminar a noção de habitar como a articulação do pensamento heideggeriano em torno à questão da essência humana, e de fazê-lo a partir do horizonte específico dos escritos tardios de Heidegger, aqueles entre as décadas de 50 e 60. O problema central consiste em investigar num plano essencialmente prático de reflexão o que significa propriamente habitar, isto é, levantar a questão quanto ao sentido e mesmo à possibilidade de uma realização efetiva do habitar a partir de nosso próprio cotidiano. Nosso percurso parte do diagnóstico heideggeriano quanto a uma condição imprópria do homem contemporâneo e segue em direção a uma leitura do habitar como a resolução para este problema enquanto caminho para a apropriação da essência humana. Junto à pergunta acerca do modo de alcançar essa condição apropriada a partir de nosso próprio cotidiano, a tese a ser defendida é a de que este caminho se encontra na experiência da arte enquanto experiência da verdade, momento em que devemos travar um profícuo diálogo com o pensamento estético de Hans Ulrich Gumbrecht e a sua noção de presença. Por fim, nossa hipótese de trabalho é a de que o habitar poético pode ser lido como uma tarefa a ser assumida individualmente, como um exercício incessante de procura pela apropriação de si. Ao fim de nosso percurso, a questão da essência humana deve alcançar um escopo mais largo a partir do reconhecimento do corpo como parte integrante de seu conteúdo semântico, bem como o habitar deve emergir como uma postura transformada na relação com o mundo, uma postura de serenidade em que o habitante simplesmente deixa que as coisas repousem em si mesmas. O habitar poético deve então ser articulado como a tarefa da apropriação da essência humana.
Our proposal is initially to illuminate the notion of dwelling as the articulation of the heideggerian thought around the question of the human essence, and doing it from the specific horizon of the late writings of Heidegger, that from the 50’ and 60’. The central problem consists in investigating on a plan essentially practical of reflection what properly means to dwell, that is, to raise the question about the meaning and even the possibility of an effective realization of dwelling from our proper everyday life. Our path starts from the heideggerian diagnosis about the improper condition of the contemporary man and goes in the direction of a reading of dwelling as the resolution to this problem as a path to the appropriation of human essence. Along with the question about the way to achieve this appropriate condition from our everyday life, the thesis to be defended is that this way finds itself in the experience of art as the experience of truth, the moment when we should to strike up a fruitful dialogue with the aesthetic thought of Hans Ulrich Gumbrecht and his notion of presence. At the end, our hypothesis of work is that the poetic dwelling can be read as a task to be assumed individually, as a constant exercise of searching the appropriation of itself. At the end of our path, the question of the human essence should to achieve a more large scope from the recognition of the body as an integrant part of its semantic content, while dwelling should arise as a transformed posture in the relation with the world, a posture of releasement when the dweller simply leaves the things to repose on themselves. The poetic dwelling should be then articulated as the task of the appropriation of the human essence.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8054
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000478143-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,1 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.