Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/8055
Tipo: doctoralThesis
Título: Equilíbrio corporal, função muscular, variáveis antropométricas e funcionais de idosos comunitários
Autor(es): Müller, Daniela Virote Kassick
Orientador: Schneider, Rodolfo Herberto
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2015
Palavras-chave: IDOSOS
SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO
EQUILÍBRIO POSTURAL
ENVELHECIMENTO
GERONTOLOGIA BIOMÉDICA
MEDICINA
Resumo: Aging is a natural process and result of the passage of time, common to all living beings. Can be considered biologically as involution morphofunctional that affect all major physiological systems; however, in varying degrees, as it does not prevent the person ages remain active, independent and happy. Population aging is a global phenomenon and brings with it a greater concern of gerontologists for this process to occur with minimal dysfunctions and pathologies, thus preserving the old, so that it has a better chance of going through this period of life with greater functionality and autonomy as possible. Therefore, in this thesis, we present three original articles that deal with the aging process and its consequences, both functional and morphological point of view, from an evaluation of a total of 105 residents community-dwelling elderly of the west side of Rio Grande do Sul. In the first article, entitled isokinetic muscle strength of knee flexors and extensors between sarcopenic elderly and non sarcopenic, data of muscle function obtained by exclusively isokinetic dynamometer among elderly men introduced himself, classifying them according the muscular mass index (MMI) between sarcopenic and not sarcopenic. This manuscript intended to verify the actual reduction of the decrease in muscle mass associated with muscular performance and the results demonstrated decreased that older adults with decreased MMI showed reduced muscle function when compared to older people without this disorder. In the second, Comparison of muscle mass, isokinetic muscle strength test and sits and raises 30' in the elderly, the findings related to muscle function of the lower limbs in the elderly are demonstrated by comparing female and male, with and without a diagnosis of sarcopenia. This article also sought to analyze whether there was relationship between muscle function assessed by isokinetic dynamometer to test and sit up for 30 seconds between older men and women. The results made it possible to verify that, although the elderly men have a worse body mass index they have managed to preserve a better muscle function that older women compared through the isokinetic dynamometer. The third article, entitled Analysis of body balance in elderly classified into different age groups using computerized dynamic posturography (CDP), presented the data obtained from the evaluation of the body balance in the balance of cash by sensory organization test and motor control. In order to classify the elderly, this study grouped them into three age groups hoping to see if advancing age had significant association with reduced body control. Through statistical analysis it was seen that those still younger preserve a better body stability.
O envelhecimento é um processo natural e consequência da passagem dos anos, comum a todos os seres vivos. Pode ser considerado biologicamente como a involução morfofuncional que afeta todos os sistemas fisiológicos principais; porém, de forma variável, já que não impede que a pessoa que envelhece se mantenha ativa, independente e feliz. O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial e traz consigo uma maior preocupação de gerontólogos para que esse processo ocorra com o mínimo de disfunções e patologias, preservando, assim, o idoso, a fim de que o mesmo tenha maiores chances de atravessar este período da vida com a maior funcionalidade e autonomia possível. Diante disso, na presente tese, são apresentados três artigos originais que versam sobre o processo de envelhecimento e suas consequências, tanto do ponto de vista morfológico, quanto funcional a partir de uma avaliação de um total de 105 idosos comunitários residentes da fronteira oeste do Rio Grande do Sul. No primeiro artigo, intitulado Força muscular isocinética de flexores e extensores de joelho entre idosos sarcopênicos e não sarcopênicos, apresentou-se os dados da função muscular obtidos através da dinamometria isocinética exclusivamente entre os idosos do sexo masculino, classificando-os segundo o índice de massa muscular (IMM) entre sarcopênicos e não sarcopênicos. Este manuscrito pretendia verificar a real redução da performance muscular associada a diminuição da massa muscular e os resultados demontraram que idosos com diminuição do IMM apresentaram função muscular reduzida quando comparados aos idosos sem esta desordem. No segundo, Comparação da massa muscular, força muscular isocinética e teste senta e levanta 30´ em idosos, são demonstrados os achados referentes à função muscular dos membros inferiores entre idosos, comparando sexo feminino e masculino, com e sem diagnóstico de sarcopenia. Este artigo também pretendeu analisar se haveria relação entre a função muscular avaliada pela dinamometria isocinética com o teste de senta e levanta por 30 segundos entre homens e mulheres idosos. Os resultados encontrados possibilitaram verificar que, apesar de os idosos do sexo masculino apresentarem pior índice de massa muscular estes conseguiram preservar uma melhor função do músculo que as mulheres idosas quando comparados através da dinamometria isocinética. O terceiro artigo, com o título de Análise do equilíbrio corporal em idosos classificados em diferentes faixas etárias através da posturografia dinâmica computadorizada (PDC), apresentou os dados obtidos através da avaliação do equilíbrio corporal na caixa de equilíbrio pelos testes de organização sensorial e controle motor. A fim de classificar os idosos, este estudo os agrupou em três faixas etárias na expectativa de visualizar se o avanço da idade apresentava relação significativa com a redução do controle corporal. Através da análise estatística foi visto que os idosos considerados mais jovens preservam uma melhor estabilidade corporal.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8055
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000478157-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,93 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.