Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/8207
Tipo: doctoralThesis
Título: Farrapos de estórias: romance e historiografia da Farroupilha (1841-1999)
Autor(es): Soares, Fabrício Antônio Antunes
Orientador: Malerba, Jurandir
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em História
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: IMAGINÁRIO
ROMANCES - HISTÓRIA E CRÍTICA
RIO GRANDE DO SUL - HISTÓRIA - GUERRA DOS FARRAPOS, 1835-1845
HISTORIOGRAFIA - RIO GRANDE DO SUL
HISTÓRIA
Resumo: Esta tese analisa a escrita da Farroupilha na historiografia e no romanceiro, em um período de 158 anos, desde as publicações de Saturnino Oliveira Coutinho e Caldre e Fião na década de 1840 até as publicações de Cesar Guazzelli e Flávio Aguiar no final do século XX. À luz do conceito de controle do imaginário, pretende-se demonstrar neste estudo como, em sucessivos momentos, os limites da escrita historiográfica e ficcional sobre a Farroupilha foram estabelecidos por grupos sociais que pautaram os modos de se narrar aquele evento histórico.
This dissertation analyzes the writing of the Farroupilha in historiography and in novel, in a period of 158 years since the publications of Saturnino Oliveira Coutinho and Caldre e Fião in the 1840s until the works of Cesar Guazzelli and Flávio Aguiar in the late of twentieth century. In this study we intend to demonstrate, in light of the imaginary control concept, how in successive moments some social groups have oriented the ways of account that historical event establishing limits on the historiographical and fictional writings.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8207
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000478498-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,04 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.