Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/8411
Tipo: masterThesis
Título: Fluência verbal em pacientes com doença de Parkinson tratados com a técnica de estimulação cerebral profunda no núcleo subtalâmico bilateral
Autor(es): Fagundes, Valéria de Carvalho
Orientador: Portuguez, Mirna Wetters
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: DOENÇA DE PARKINSON
COGNIÇÃO
QUALIDADE DE VIDA
GERONTOLOGIA
MEDICINA
Resumo: The Deep Brain Stimulation (DBS) for the treatment of Parkinson's disease (PD) involves the implantation of four microelectrodes in the subthalamic nucleus (STN). Although usually safe from a cognitive point of view, the SNT DBS has been linked to a decrease in verbal fluency (VF) in nearly all studies comparing preoperative to postoperative period. The decline can be attributed to surgical effects, but the real contributions of the stimulation frequency effects are not known. This research aims to investigate the impact of the frequency of SNT DBS in the performance of VF in patients with PD, comparing the VF and the motor performance at low frequency (60 Hz) and high-frequency (130 Hz), assessing the quality of life and correlating the demographic factors such as age and educational level and reading and writing habits with VF. It is a randomized double-blind experimental study. The initial sample consisted of 25 individuals, but 5 were excluded for not meeting the inclusion criteria. Thus, 20 subjects were included in the sample, from 30 to 75 years of age (56. 7 ± 10. 7), with average schooling 10. 1 (± 5. 2), and 16 were males and 4 females. Participants were evaluated with phonetic and categorical VF tasks, motor scale (UPDRS III), quality of life questionnaire (PDQ-39) and reading and writing habits. The evaluation of motor and VF was assessed after one hour from the frequency setting for high (130 Hz) and low (60 Hz), the frequency adjustment order being randomized. Patients with PD who underwent SNT DBS showed a decrease in phonemic VF in high frequency. There was no correlation regarding age and educational level of participants when compared to VF. The high frequency (130 Hz) of the SNT DBS caused a decline in VF and there was no correlation with socio-demographic factors such as age and educational level.
A Estimulação Cerebral Profunda (ECP) para o tratamento da doença de Parkinson (DP) envolve o implante de quatro microeletrodos no Núcleo Subtalâmico (NST). Embora geralmente seguro do ponto de vista cognitivo, a ECP no NS tem sido associada a uma diminuição da Fluência Verbal (FV) em praticamente todos os estudos que compararam o período pré-cirúrgico ao pós-cirúrgico. O declínio pode ser atribuído aos efeitos cirúrgicos, mas as contribuições relativas dos efeitos da frequência da estimulação não são conhecidas. Esta pesquisa visa investigar o impacto das frequências da ECP no NST no desempenho da FV nos pacientes com DP, comparando a FV e o desempenho motor na frequência baixa (60 HZ) e na frequência alta (130 Hz), avaliando a qualidade de vida e correlacionando os fatores sociodemográficos, como idade e escolaridade e os hábitos de leitura e escrita com a FV. É um estudo experimental randomizado duplo-cego. A amostra inicial foi composta por 25 indivíduos, sendo que 5 foram excluídos por não cumprirem os critérios de inclusão. Assim, foram incluídos na amostra 20 sujeitos de 30 a 75 anos de idade (56,7 ± 10,7), com escolaridade média de (10,1 ± 5,2), sendo 16 homens e 4 mulheres. Os participantes foram avaliados por tarefas de FV fonêmica e categórica, por uma escala motora (UPDRS III), por um questionário de qualidade de vida (PDQ-39) e por hábitos de leitura e escrita. A avaliação da FV e motora foi realizada após uma hora do ajuste da frequência em alta (130 Hz) e baixa (60 Hz), sendo que a ordem de ajuste das frequências foi randomizada. Os pacientes com DP submetidos a ECP-NST apresentaram declínio na FV fonêmica na frequência alta. Não houve correlação quanto à idade e escolaridade dos participantes quando comparados à FV. A frequência alta (130 Hz), da ECP-NST, causou declínio na FV e não houve correlação com fatores sociodemográficos, como idade e escolaridade.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8411
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000478892-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo8,97 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.