Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/8436
Tipo: doctoralThesis
Título: Saberes instituídos e saberes investidos na atividade laboral do professor de língua portuguesa: uma abordagem dialógica
Autor(es): Hinz, Josiane Redmer
Orientador: Di Fanti, Maria da Glória Corrêa
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Data de Publicação: 2015
Palavras-chave: EDUCAÇÃO CONTINUADA
PORTUGUÊS - ENSINO
PROFESSORES - ATUAÇÃO PROFISSIONAL
LINGUÍSTICA
EDUCAÇÃO
Resumo: This study discusses work activities of graduated and in training Portuguese Language teachers (PL), regarding how the relationship between theory and practice is established. In this sense, we mainly aim to investigate, from an enunciative-discursive analysis, how the dialogue between established and invested knowledge in the activities of Portuguese Language teachers is in order to contribute to the (ac)knowledgment on the complexity of teaching activity. As specific objectives we propose: (a) to provide visibility, via discursive analysis, to the debate of rules which constitutes Portuguese Language teachers’ work, especially the debate between the foregoing rules and renormalizations, trying to understand facets of the complexity of their work activities; (b) to investigate the conceptions of language presented by (graduated or in training) Portuguese Language teachers in order to understand how these views influence their practices; and (c) to grasp some characteristics of Portuguese Language teachers’ activities so that we can understand how this activity is conducted in the classroom. Therefore, we discuss the following question: How does the relationship between academic and practical knowledge in teaching activities emerge in the discourse of PL teachers from both those who are graduated and work at high school, and those who are still in training? From the theoretical point of view, this study is essentially based on the dialogical theory of discourse (BAKHTIN, 1929/1997, 1934-1935/1998, 1952-1953/2003, 1959-1961/2003, 1970-1971/2003, 1920-1924/2010, 1974/2003; BAKHTIN/VOLOCHÍNOV, 1929/2006), whose basic principle is the fact that dialogism pervades each and every act of language. With this approach we articulated studies in work sciences (FAÏTA, 2004, 2005; SCHWARTZ, 2000, 2006, 2007a, 2007b; AMIGUES, 2004), especially the ergological perspective, which emphasizes that all labor activity is heterogeneous and dynamic, since it consists of a constant debate between prior knowledge and renormalizations (SCHWARTZ, 2006, 2007). To develop the research, we relied on the collaboration of two high school teachers of a public school and three in training teachers, who have scholarships from Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência in the same school, who talk about their teaching in three steps: (a) individual interviews, (b) questionnaire and (c) discussion group. The material produced in different instances were selected and organized from three themes: (a) The constitution of Portuguese language teacher’s work activities: between theory and practice; (B) Conceptions of language and teaching: between grammatical and discursive approaches; and (c) Difficulties in teaching and in the initial and continuing education process. Results point to the fact that, although the subjects have different stories and experiences with regard to how the dialogue between established and invested knowledge in Portuguese Language teachers’ activities takes place, complexity and conflicts are intrinsic to it. This is mainly due to the fact that teaching practice for both graduated and training teachers is made of conflicts of different values: there is a constant tension between traditional teaching voices and Linguistic studies current voices influencing the construction of teachers’ established knowledge.
O presente estudo problematiza a atividade laboral do professor de Língua Portuguesa (LP), já formado e em formação, no que diz respeito ao modo como se dá a relação entre teoria/ prática. Nesse sentido, temos como objetivo geral investigar, a partir de uma análise enunciativo-discursiva, como ocorre o diálogo entre saberes instituídos e saberes investidos na atividade de professores de Língua Portuguesa, visando contribuir para o (re)conhecimento acerca da complexidade da atividade docente. Como objetivos específicos, propomos: (a) dar visibilidade, via análise discursiva, ao debate de normas que constitui o trabalho do professor de Língua Portuguesa, em especial o debate entre as normas antecedentes e as renormalizações, buscando compreender facetas da complexidade de sua atividade laboral; (b) investigar as concepções de linguagem apresentadas pelos professores de Língua Portuguesa (já formado ou em formação), com vistas a compreender de que forma essas concepções influenciam as suas práticas; e (c) apreender características da atividade do professor de Língua Portuguesa, de modo a compreender de que maneira essa atividade é conduzida em sala de aula. Para tanto, discutimos a seguinte questão: Como a relação entre os saberes acadêmicos e práticos na atividade docente emerge no discurso de professores de LP, tanto os já formados, que atuam no nível médio de ensino, quanto os que estão em processo de formação? Sob o ponto de vista teórico, este estudo está embasado, essencialmente, na teoria dialógica do discurso (BAKHTIN, 1929/1997, 1934-1935/1998, 1952-1953/2003, 1959-1961/2003, 1970-1971/2003, 1920-1924/2010, 1974/2003; BAKHTIN/VOLOCHÍNOV, 1929/2006), cujo princípio básico diz respeito ao fato de que o dialogismo perpassa todo e qualquer ato de linguagem.A essa abordagem, articulamos estudos realizados pelas ciências do trabalho (FAÏTA, 2004, 2005; SCHWARTZ, 2000, 2006, 2007a, 2007b; AMIGUES, 2004), em especial a perspectiva ergológica, que ressalta que toda atividade laboral é heterogênea e dinâmica, pois é constituída por um debate constante entre saberes prévios e renormalizações (SCHWARTZ, 2006, 2007). Para o desenvolvimento da pesquisa, contamos com a colaboração de duas professoras de uma escola pública de ensino médio e três professoras em formação, bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência na mesma escola, que verbalizaram sobre o seu fazer docente em três etapas: (a) entrevistas individuais, (b) questionário e (c) grupo de discussão. O material produzido nas diferentes instâncias de dizer foi selecionado e organizado a partir de três temas: (a) A constituição da atividade laboral do professor de Língua Portuguesa: entre a teoria e a prática; (b) Concepções de linguagem e de ensino: entre as abordagens gramatical e discursiva; e (c) Dificuldades no trabalho docente e no processo de formação inicial e continuada. Resultados apontam para o fato de que, apesar de os sujeitos possuírem diferentes histórias e experiências, no que diz respeito à forma como ocorre o diálogo entre saberes instituídos e saberes investidos na atividade de professores de Língua Portuguesa, o caráter complexo e conflituoso é intrínseco. Isso deve-se ao fato, principalmente, de que o fazer docente, tanto dos professores já formados, como também dos que estão em processo de formação, constitui-se a partir do embate de valores distintos: há uma tensão constante entre vozes do ensino tradicional e vozes dos estudos linguísticos atuais influenciando a construção dos saberes investidos dos docentes.
URI: http://hdl.handle.net/10923/8436
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000478950-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,1 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.