Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/9503
Tipo: doctoralThesis
Título: Produção de presença no contexto da comunicação ubíqua: relações de complexidade entre corpo, tecnologia e ambientes digitais
Autor(es): Oikawa, Erika
Orientador: Silva, Juremir Machado da
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Fecha de Publicación: 2016
Palabras clave: TECNOLOGIA DIGITAL - ASPECTOS SOCIAIS
MODERNIDADE
BEM-ESTAR SOCIAL
COMUNICAÇÃO SOCIAL
Resumen: This work aims to comprehend how the materialities of digital media are transforming the way of the body produces presence in the context of ubiquitous communication. Given the centrality of the body in this process, we have chosen as an empirical object of this research the contemporary wellness practices, specifically those dedicated to the weight loss process, due to the ease of tracking them in digital environments. Three routes are conducted to achieve this goal. The first one, with its theoretical epistemological nature, promotes dialogue between the theory of Materialities of Communication, from the work of Hans Ulrich Gumbrecht, and the thought of Complexity, proposed by Edgar Morin, in order to understand the implications of the production of presence phenomena in the digital context. From this articulation, arises the need to consider a new form of inhabiting which emerges with the digital networks, based on information flow and trans-organic forms, toward what Massimo Di Felice calls “atopic experience”. The second route, dedicated to theoretical-methodological level, details the methodological procedures adopted in the research, which had as great challenge the assembly of a corpus that would allow the analysis of the transformations of weight loss practices in digital media over 15 years, seeking to contemplate the transition from fixed internet to mobile internet. years, seeking to contemplate the transition from fixed internet to mobile internet. To do so, we searched on Google itself these documents, taking advantage of the Internet’s website possibility to make the past present again, and conducted a content analysis of 227 materials with the assistance of Nvivo10, a qualitative data analysis software. In the third route, dedicated to the interpretation of results, we presented how each technological materiality identified in the study – desktops, smartphones, wearable devices and "smart" thing – has been restructuring the informational ecosystem of wellness practices over the years, resulting in changes in cognitive and affective, communicative and interactional processes. We concluded at the end of these three routes that the digital technologies operate to transform the body's insistent materiality into increasingly continuous information flow – from texts on blogs to “real time” monitoring of mobile applications. This process, far from signifying the demise of presence phenomena, represents the setup of new forms of production of presence, in this new landscape we inhabit, trans-organic and post anthropocentric.
O objetivo deste trabalho é compreender como as materialidades dos meios digitais vêm transformando a forma como o corpo produz presença no contexto de comunicação ubíqua. Diante da centralidade do corpo nesse processo, elegemos como objeto empírico desta pesquisa as práticas de bem-estar contemporâneas, especificamente às dedicadas ao processo de emagrecimento, devido à facilidade de rastreá-las nos ambientes digitais. Três percursos são realizados para alcançar este objetivo. O primeiro, de cunho teórico-epistemológico, promove o diálogo entre a teoria das Materialidades da Comunicação, a partir da obra de Hans Ulrich Gumbrecht, e o pensamento da Complexidade, de Edgar Morin, a fim de compreender as implicações dos fenômenos de produção de presença no contexto digital. Dessa articulação, surge a necessidade de considerarmos uma nova condição habitativa que emerge com as redes digitais, baseada nos fluxos informacionais e de natureza transorgânica, o que dá forma ao que Massimo Di Felice chama de “experiência atópica”. O segundo percurso, de nível teórico-metodológico, explicita os procedimentos metodológicos adotados na pesquisa, que teve como grande desafio a montagem de um corpus que permitisse a análise das transformações das práticas de emagrecimento nos meios digitais ao longo de 15 anos, procurando contemplar a passagem da internet fixa à internet móvel. Para isso, buscamos no próprio Google esses documentos, aproveitando a possibilidade dos sites de internet em presentificar mundos passados, e realizamos uma análise de conteúdo em 227 materiais com o auxílio de do software de análise quanti-qualitativa Nvivo10. No terceiro percurso, dedicado à interpretação dos resultados, apresentamos como cada materialidade tecnológica identificada no estudo – desktops, smartphones, dispositivos vestíveis e objetos “inteligentes” – reestruturou o ecossistema informativo das práticas de bem-estar ao longo dos anos, o que resultou em transformações nos processos cognitivos e afetivos, comunicacionais e interacionais. Concluímos, ao final desses três percursos, que as tecnologias digitais operam para transformar a insistente matéria corpórea em fluxo de informação cada vez mais contínuo – dos textos em blogs ao monitoramento em “tempo real” dos aplicativos móveis. Esse processo, longe de significar o esmaecimento dos fenômenos de presença, representa a configuração de novas formas de produção de presença do corpo, nessa nova paisagem que habitamos, transorgânica e pós antropocêntrica.
URI: http://hdl.handle.net/10923/9503
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000481510-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo4,52 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.