Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/9626
Tipo: masterThesis
Título: Efeitos imediatos da expansão rápida da maxila no sentido transversal, com os disjuntores tipo Haas e Hyrax, em tomografia computadorizada cone beam
Autor(es): Weissheimer, André
Orientador: Menezes, Luciane Macedo de
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Fecha de Publicación: 2008
Palabras clave: ODONTOLOGIA
ORTODONTIA
TÉCNICA DE EXPANSÃO PALATINA
Resumen: O objetivo deste estudo prospectivo foi avaliar e comparar, quantitativamente, os efeitos imediatos da expansão rápida da maxila no sentido transversal, com os disjuntores tipo Haas e Hyrax, através de tomografia computadorizada de feixe cônico (cone beam). A amostra foi constituída de 33 indivíduos (11 meninos e 22 meninas, média de idade cronológica de 10 anos e 9 meses) portadores de deficiência maxilar transversal. Esses pacientes foram distribuídos aleatoriamente entre os grupos (1) Haas, composto por 18 indivíduos e (2) Hyrax, composto por 15 indivíduos. Todos os pacientes foram submetidos ao protocolo de expansão rápida da maxila com ativação inicial de 4/4 de volta (0,8 mm) e diária de 2/4 de volta (0,4 mm), até o parafuso expansor alcançar 8 mm. A avaliação foi realizada em tomografias computadorizadas cone beam de face nos tempos: pré-expansão (T1) e ao final da fase ativa da expansão (T2). Medidas esqueléticas, dento-alveolares e dentárias foram comparadas através da análise de variância de modelo misto e complementadas pelo ajuste de Tukey-Kramer, considerando o nível de significância de 5%. Os resultados mostraram aumento significativo (p<0,0001) de todas as dimensões esqueléticas, dento-alveolares e dentárias da maxila no sentido transversal. De modo geral o efeito ortopédico foi menor na região posterior da maxila, sendo de 30 a 41,5 % da ativação do parafuso expansor, comparado à região anterior, onde os aumentos foram de 43,5 a 50%. O disjuntor tipo Hyrax apresentou maior efeito ortopédico imediato sobre a dimensão transversal da maxila quando comparado ao disjuntor tipo Haas.A expansão dos processos alveolares foi em geral de 70,2% da ativação do parafuso, e não houve diferenças entre os Grupos Haas e Hyrax. A expansão dentária representou 97,5% da quantidade de ativação do parafuso, sendo que os primeiros molares inclinaram para vestibular, em média, 7,53º do lado direito e 6,17º do lado esquerdo. O disjuntor tipo Haas teve maior tendência significativa (p=0.0008) em inclinar os primeiros molares para vestibular do que disjuntor tipo Hyrax.
The purpose of this prospective study was to evaluate and compare, quantitatively, the immediate effects of rapid maxillary expansion in the transverse plane, with the tooth tissue-born (Haas-type) and tooth-born (Hyrax) expanders, in cone-beam computed tomography. A sample of 33 subjects (11 boys e 22 girls; mean age, 10 years and 9 months), with transverse maxillary deficiency, were randomly divided into two groups: (1) Haas group with 18 subjects and (2) Hyrax group with 15 subjects. All patients were subjected to rapid maxillary expansion protocol with initial activation of four-quarter turn (0.8 mm), followed by two-quarter turn (0.4 mm) daily up to the expansion screw reach 8 mm. Cone-beam computed tomography were taken before expansion (T1) and at the end of active expansion phase (T2). Skeletal, dentoalveolar and dental measurements were compared by using mixed analysis of variance model and Tukey-Kramer method, at a significance level of 5%. The results showed significant (p<0.0001) increase in all skeletal, dentoalveolar and dental dimensions of the maxilla in transverse plane. In general, skeletal expansion was smaller in the posterior region, accounting for 30 a 41,5 % of screw activation, compared to anterior region, where the increases accounted for 43,5 a 50%. The Hyrax expander produced greater immediate skeletal effect in the transverse dimension of maxilla than the Haas-type expander.The expansion in dentoalveolar region accounted, in general, for 70,2% of screw activation, and there were no significant differences between the two expanders. Dental expansion accounted for 97,5% of screw activation, with the first permanent molars showing significant (p<0.0001) buccal tipping, mean of 7,53 degrees in the right side and 6.17 degrees in the left side. The Haas-type expander had greater significant tendency to tip the first permanent molars buccally than Hyrax expander (p=0.0008).
URI: http://hdl.handle.net/10923/9626
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000482662-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo3,63 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.