Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/9636
Tipo: doctoralThesis
Título: A ciência da docência: discurso epistemológico em tempo de cultura digital
Autor(es): Teixeira, Augusto Niche
Orientador: Stobäus, Claus Dieter
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Fecha de Publicación: 2016
Palabras clave: PEDAGOGIA
EPISTEMOLOGIA
TECNOLOGIA DIGITAL - ASPECTOS SOCIAIS
PROFESSORES - ATUAÇÃO PROFISSIONAL
EDUCAÇÃO
Resumen: A presente tese de doutoramento versa sobre a docência como processo de cientificidade, a docência na condição de ciência. O trabalho “a ciência da docência: discurso epistemológico em tempo de cultura digital” revela a necessária produção de sentido e significado para a produção da cientificidade e do bem-estar na docência em tempo de Cultura Digital por meio da reflexão e da ressignificação de experiências pedagógicas significativas. O estudo em foco se deu acerca da realidade da graduação – Licenciatura em Pedagogia – cujos sujeitos, professores e alunos, relataram e discursaram sobre o processo de ensino de conhecimentos acadêmico-curriculares e a aprendizagem com a atribuição de sentido e significado, em tempo da Cultura Digital e na perspectiva da Tecnologia. O constructo metodológico de natureza qualitativa e tipologia epistemológica fundada nos filtros e princípios do pensamento complexo, dialógico, recursivo e hologramático resultou numa coleta de dados e, por conseguinte, na análise digital alicerçada e sistematizada por meio do software de análise de dados qualitativos NVivo11. As coletas dos dados foram realizadas a partir de questionários fechados e entrevistas semiestruturadas. O resultado da pesquisa aponta para o desenvolvimento de epistemologias para a atribuição do sentido ao conhecimento construído por professores e alunos em nível de graduação, em meio à complexidade educacional do terceiro milênio em tempo de Cultura Digital, por meio de processos de formação continuada, tendo a educação permanente como fonte e ponte para constituição da docência como ciência, o ato docente como cientificidade recursiva e hologramática.Para sistematizar a proposta em foco foram apresentados 7 (sete) fases recursivas para a formação de professores, que, a priori, a partir de um sistema de autores e teorias, constructos teórico-práticos oriundos da reflexão-ação e do compartilhamento de saberes pedagógicos, resultam na docência como produção científica e, por conseguinte, na constituição identitária docente na docência como ciência. A proposição de um modelo aberto de formação continuada justifica-se pela necessidade de professores constituírem-se reflexivos e protagonistas do movimento de ação-reflexão-ação acerca do exercício da docência, sendo assim os pensadores e cientistas, (re)inventores e (re)significantes, do ato de educar.
The present doctoral thesis deals with teaching as a process of scientificity, teaching as a science. The work "the science of teaching: epistemological discourse in time of digital culture" reveals the necessary production of meaning and meaning for the production of scientificity and well-being in teaching in time of Digital Culture through reflection and re-signification of experiences Significant pedagogies. The study focused on the reality of undergraduate - Pedagogy Degree - whose subjects, teachers and students, reported and discussed the process of teaching academic-curricular knowledge and learning with the attribution of meaning and meaning, in time of Digital Culture and Technology perspective. The methodological construct of a qualitative nature and epistemological typology based on the filters and principles of complex, dialogic, recursive and hologramatic thinking resulted in a data collection and, therefore, in the digital analysis based and systematized through the NVivo11 qualitative data analysis software. Data were collected from closed questionnaires and semi-structured interviews. The research results point to the development of epistemologies for the attribution of meaning to knowledge constructed by professors and students at the undergraduate level, in the midst of the educational complexity of the third millennium in time of Digital Culture, through continuing education processes, taking Permanent education as a source and bridge for the constitution of teaching as science, the teaching act as recursive and hologramatic scientificity.In order to systematize the proposal in focus, 7 (seven) recursive phases for teacher training were presented, which, a priori, from a system of authors and theories, theoretical-practical constructs from action-reflection and the sharing of pedagogical knowledge, Result in teaching as scientific production and, consequently, in the teacher identity constitution in teaching as science. The proposition of an open model of continuous formation is justified by the need for teachers to be reflective and protagonists of the action-reflection-action movement about the exercise of teaching, thus being thinkers and scientists, (re)inventors and significant, from the act of educating.
URI: http://hdl.handle.net/10923/9636
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000482575-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo5,74 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.