Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/9643
Tipo: masterThesis
Título: Um retrato da Irlanda pelo artista: história, mitologia e identidade em "Finn's Hotel", de James Joyce
Autor(es): Favero, Daniela Fávero
Orientador: Amodeo, Maria Tereza
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: IDENTIDADE NACIONAL
LITERATURA IRLANDESA - HISTÓRIA E CRÍTICA
LITERATURA
Resumo: O presente estudo propõe a análise de Finn’s hotel, do irlandês James Joyce, a partir de reflexões acerca dos conceitos como identidade, alteridade e estereotipia, revelando como estes conceitos permitem uma compreensão mais aprofundada da construção dos personagens e das relações que os mesmos estabelecem dentro da narrativa, contribuindo, dessa forma, para uma leitura mais ampla do corpus joyceano. Tomando como referência os estudos de Eric Landowski sobre alteridade, entendendo o papel do outro na constituição identitária de um indivíduo, e as teorias de Stuart Hall sobre identidade, almeja-se demonstrar de que maneira os personagens apresentados nos fragmentos que compõem Finn's hotel se desenvolvem como contraponto ao outro e a partir dos espaços que ocupam. À percepção do outro, pretende-se associar os estudos de Homi Bhabha sobre estereotipia, prática social comum que reduz e segrega, de maneira indiscriminada, sujeitos que são definidos por traços genéricos. No caso do estudo de Finn's hotel, espera-se encontrar evidências das práticas de estereótipos tipicamente associados à Irlanda, como o alcoolismo, o fanatismo religioso e o ufanismo irlandês que tradicionalmente constituem uma ideia de identidade nacional. Para tanto, revisa-se a história irlandesa e seus mitos, estes últimos considerados a partir das teorias de E.M. Mielietinski e Mircea Eliade sobre mitologia e literatura, em busca da compreensão dos personagens e dos momentos seminais que são invocados na obra de Joyce. A investigação das figuras históricas retratadas em Finn's hotel e dos estereótipos que as mesmas ajudam a estabelecer – e que também presentes em outras personagens joyceanas – permite entender o contexto e o lugar nos quais James Joyce ambientou suas principais narrativas, definindo assim a importância de Dublin (e da Irlanda de maneira geral) na vida e no processo criativo do escritor autoexilado.
This study proposes the analysis of Finn's hotel, by the Irish James Joyce, by reflecting on the concepts of identity, otherness and stereotyping, thus, revealing how these concepts allow for a more thorough understanding of the construction of the characters and the relationships that they establish within the narrative, thereby contributing to a broader reading of the joycean corpus. Taking for reference the studies of Eric Landowski on otherness, understanding the role of the other in the identity constitution of an individual, and the theories of Stuart Hall on identity, this study aims to show how the characters presented in the fragments that make up Finn's Hotel were developed as opposed to the other and from the spaces they occupy. To the perception of the other an association is intended with the study of Homi Bhabha on stereotyping, a common social practice that indiscriminately reduces and segregates subjects that are defined by generic features. In the case of the Finn's hotel study, it expects to find evidence of stereotypical practices typically associated with Ireland, such as alcoholism, religious fanaticism and the Irish jingoism which traditionally provides a sense of national identity. Therefore, it revises the Irish history and its myths, the latter considered from the theories of E.M. Mielietinski and Mircea Eliade about mythology and literature, in search of an understanding of the characters and of the seminal moments that are invoked in the work of Joyce. The investigation of historical figures portrayed in Finn's hotel and the stereotypes that they help to establish - and that are also present in other joycean characters - allows the reader to understand the context and the place where James Joyce set his main narratives, defining the importance of Dublin (and Ireland in general) in the life and creative process of the self-exiled writer.
URI: http://hdl.handle.net/10923/9643
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000482564-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,01 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.