Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/9690
Tipo: doctoralThesis
Título: Distinção social: o evento de premiação como uma prática de comunicação
Autor(es): Silva, Maria do Carmo Prazeres
Orientador: Moura, Cláudia Peixoto de
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: ORGANIZAÇÕES - ASPECTOS SOCIAIS
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL
COMUNICAÇÃO SOCIAL
Resumo: Estuda-se o evento organizacional como prática de comunicação que pode conferir distinção social aos acontecimentos da organização. Aborda a distinção como processo relacional por meio do qual os agentes e sujeitos sociais desenvolvem estratégias, práticas e dispositivos de comunicação para disputar conhecimento e reconhecimento dos seus referenciais distintivos no espaço social. Numa perspectiva empírica, o estudo trata o evento organizacional, na modalidade premiação, como dispositivo na medida em que implica práticas de identificação, classificação e distinção social de agentes. Consideram-se os modos de instituir a distinção no evento de premiação e os prováveis efeitos no posicionamento social da Rádio Universidade FM, relacionando às dimensões conceitual, estratégica e comunicativa à competência e legitimidade discursiva. Descreve-se o processo de conversão da prática de evento em dispositivo de distinção, adotando como ilustração o Prêmio Universidade. Utilizase de metodologia que corresponde a uma composição a partir do paradigma emergente e da sociologia reflexiva de Bourdieu, modelada no paradigma relacional, levando em conta os conceitos de habitus, capital e campo que estruturam esse modelo de investigação científica. Identificam-se possibilidades, potencialidades e oportunidades que este estudo aporta para uma leitura diferenciada sobre práticas e dispositivos de comunicação nas estratégias organizacionais.
This study deals with the organizational event as practice of communication able to grant social distinction to the institution’s events. It discusses the distinction as a relational process whereby strategies, practices and communication devices are developed by social actors and individuals to compete with regards to knowledge and recognition of their distinctive references in the social space. Under an empirical approach, it highlights the institutional event, in award mode, as a device once it implies in identification, classification and distinction practices of social actors. It considers the means of instituting the distinction in the awards event and the likely effects on the social position of the organization correlating to the conceptual, strategic and communicative dimensions of competence and discursive legitimacy. It describes the process of converting the event practice to a device of distinction, taking as an illustration the University Award. The methodology used corresponds to a composition from the emerging paradigm and reflexive sociology of Bourdieu, modeled on the relational paradigm, considering the concepts of habitus, capital and field that structure this scientific research model. One of the main findings consists in the possibilities, potentials and opportunities that herein are indicated as a contribution to a differentiated reading of practices and communication devices in organizational strategies.
URI: http://hdl.handle.net/10923/9690
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000482628-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo5,37 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.