Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/9977
Type: doctoralThesis
Title: Política curricular para a educação integral: formação de professores no Brasil e em Portugal
Author(s): Bittencourt, Zoraia Aguiar
Advisor: Morosini, Marília Costa
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Issue Date: 2017
Keywords: EDUCAÇÃO - POLÍTICAS PÚBLICAS
PROFESSORES - FORMAÇÃO PROFISSIONAL
CURRÍCULO UNIVERSITÁRIO
POLÍTICA EDUCACIONAL
EDUCAÇÃO COMPARADA
EDUCAÇÃO
Abstract: Esta Tese tem como objeto de estudo as recentes Políticas de Educação Integral colocadas em circulação em Portugal e no Brasil, focando-se, especificamente, na Política Curricular para Formação dos Professores que as determinam e as organizam. A escolha de Portugal como campo de investigação se justifica pela proximidade histórica de implantação do Programa Mais Educação (PME), no Brasil (2007), e da Escola a Tempo Inteiro (ETI), em Portugal (2006), bem como pelas semelhanças dos resultados da implantação destas políticas, os quais podem ser encontrados em inúmeras pesquisas sobre esta temática nos dois países. Apresentase aqui um estudo empírico, também de caráter bibliográfico e documental, que, ao fazer uso do método analítico proposto pela Abordagem do Ciclo de Políticas, de Bowe, Ball e Gold (1992), busca responder a seguinte questão: Qual política curricular está sendo proposta pelas universidades para formação inicial e continuada de professores que trabalham na Educação Integral no Brasil e em Portugal? Nesta direção, o estudo está organizado na leitura e na correlação entre o Contexto de Influência, o Contexto da Produção do Texto e o Contexto da Prática das duas políticas. Para análise do Contexto de Influência, foi realizada uma revisão de literatura, além de cinco pesquisas de Estado de Conhecimento em renomados repositórios científicos do Brasil e de Portugal, totalizando a análise de 108 publicações, entre artigos, dissertações e teses. Em relação ao Contexto da Produção do Texto, foram analisadas 35 legislações portuguesas, cinco leis brasileiras e oito projetos de cursos de formação continuada realizados por universidades brasileiras.No Contexto da Prática, foram realizadas 30 entrevistas com professores portugueses e brasileiros envolvidos nesses programas governamentais de Educação Integral sobre os desafios da implantação do PME e da ETI, bem como sobre o impacto dos currículos dos seus cursos de formação inicial e continuada na sua prática pedagógica. Os participantes da pesquisa, considerando suas demandas de formação docente, fizeram sugestões quanto ao currículo de futuros cursos de formação de professores, estando essas propostas voltadas para maior articulação entre as disciplinas, ampliação dos debates sobre currículo escolar, bem como para redução da distância entre teoria e prática, entre universidade e escola. Conclui-se, assim, que as políticas curriculares para formação de professores no Brasil e em Portugal estão direcionadas para o cumprimento de uma agenda internacional voltada simultaneamente para qualidade, para equidade e para educação integral, o que se coloca como desafio à universidade. Por lidar de forma fragmentada, disciplinar e hierarquizada com o conhecimento, esta instituição ainda não está preparada para colaborar com a necessária ruptura paradigmática trazida pelas políticas de Educação Integral. Dessa forma, assim como a formação integral das crianças ocorrerá quando os saberes escolares dialogarem com os saberes comunitários, a formação integral dos professores poderá ser possível se a universidade considerar como legítimos os saberes da prática docente, articulando-os com os saberes universitários em projetos de formação permanente vivenciados também nos espaços escolares.
This thesis aims to study recent Integral Education Policies developed in Brazil and Portugal. It focuses more specifically on the curriculum policy for teachers training that determines and organizes those policies of Integral Education. The choice of Portugal as a field of research is justified by the nearby time of implementation of More Education Program (PME) in Brazil (2007) and Full Time School (ETI) in Portugal (2006). Besides, there are similarities in implementation results of these policies, which can be found in a great number of researches on this issue in both countries. This research also presents an empirical study of bibliographical and documentary nature, in which, based on Bowe, Ball and Gold’s Policy Cycle approach, tries to answer the following question: what curricular policy is being proposed by universities for initial and continuing training of teachers who work with Integral Education in Brazil and in Portugal? So this study is organized by the reading and the correlation among the context of influence, context of policy text production, and context of practice of Brazilian and Portuguese policies of Integral Education. In order to analyze the context of influence, a literature review was done, as well as five states of knowledge surveys in renowned scientific repositories in Brazil and Portugal, what summarizes an analysis of 108 publications, among papers, dissertations and theses. Regarding the context of policy text production 35 Portuguese legislations, five Brazilian laws and eight projects of continuing education courses implemented by Brazilian universities were analyzed.In the context of practice, 30 Brazilian and Portuguese teachers were interviewed to talk about their involvement in these governmental programs of Integral Education, about the challenges of implantation of PME and ETI, and to talk about the impact of these courses’ curricula for initial and continuing training in their own pedagogical practice. Considering demands for teachers training, participants of the interviews made suggestions on the curriculum of upcoming teacher training courses. The proposals aimed at a greater articulation among the subjects, an expansion of debates on school curriculum, and a reduction of the distance between theory and practice, between university and school. Therefore, it is possible to conclude that curricular policies for teacher training in Brazil and Portugal are directed towards the fulfillment of an international agenda focused simultaneously on quality, equity and integral education, what has been a challenge to the university. Because the university deals in a fragmented, disciplinary and hierarchical way with knowledge, it is not ready yet to collaborate with a necessary paradigmatic rupture demanded by the policies of Integral Education. This way, as well as an integral formation of children will occur when the school knowledge dialogues with the community knowledge, an integral formation of the teachers may be possible if the university considers as legitimate the knowledge of the teaching practice, together with university knowledge, whose articulation can happen in school spaces through projects of permanent formation.
URI: http://hdl.handle.net/10923/9977
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000483028-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,64 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.