Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/10011
Tipo: doctoralThesis
Título: Porto Alegre da copa: o mundo dos sonhos de uma cidade imaginada no jornalismo
Autor(es): Pesce, Andressa dos Santos
Orientador: Silva, Juremir Machado da
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Data de Publicação: 2016
Palavras-chave: REPORTAGENS
COPA DO MUNDO, 2014 - PORTO ALEGRE (RS)
IMAGINÁRIO
JORNALISMO
COMUNICAÇÃO
Resumo: O objetivo principal deste trabalho é compreender as formas de singularização do imaginário de Porto Alegre com a chegada da Copa do Mundo da FIFA 2014. A partir da premissa de que, no Brasil, os megaeventos esportivos pontuam a narrativa urbana e o desenvolvimento do país, a realização do Mundial de 2014 e da Olimpíada de 2016 em cidades brasileiras transforma-se em momento único de planejamento urbano. As cidades podem se reconfigurar em termos de representação e imaginário. Essa ressignificação acontece também a partir de um olhar midiático que enfoca na mudança de status de Porto Alegre, “sede da FIFA”, e pode reverberar no imaginário urbano da primeira década do século XXI. A Copa é uma oportunidade para sonhar com a cidade na mídia. O discurso jornalístico está ancorado no mundo da vida cotidiana, mas é também fonte criadora do mundo dos sonhos. A tese parte da seguinte hipótese: o discurso jornalístico constrói uma realidade imaginária para a capital do Rio Grande do Sul com a chegada da Copa do Mundo e aciona o mundo dos sonhos. Entre os objetivos, está a análise das transformações que os megaeventos esportivos impulsionam no desenvolvimento estratégico urbano, a compreensão do papel do jornalismo enquanto tecnologia do imaginário que atua na construção simbólica das cidades e a descrição do imaginário de Porto Alegre com a chegada da Copa a partir das notícias publicadas cinco anos antes do megaevento. A metodologia utilizada é a Análise de Discurso, e o corpus é constituído por 29 reportagens do jornal Zero Hora, impresso de maior circulação na capital gaúcha. O ano escolhido é 2009, quando Porto Alegre foi confirmada como uma das sedes da Copa. Em três etapas, a análise comprova que as notícias criam o mundo dos sonhos para a cidade. Metrô e cais do porto são apontados como sonhos, obras fundamentais para a Copa.O discurso sobre a cidade com metrô vale-se da descrição de novos serviços e cenários para o futuro, com bairros e ruas totalmente transformados. A Porto Alegre real, sem metrô, aparece como problemática, caótica, enquanto que a cidade sem as mudanças na área portuária parece sujeita ao abandono e à falta de investimento. Finalmente, conclui-se que esse discurso tem como características: a persuasão, a partir da repetição dos benefícios da Copa, cujo efeito pode ser o de induzir o público a aceitar o Mundial, o metrô e o cais; a reprodução do consenso de que o apoio à Copa é unânime e de que as transformações trarão melhorias coletivas; o efeito de padronização da cidade; e o conteúdo moralista, que determina as obras prioritárias e os passos a serem seguidos neste sentido.
This work aims to understand the forms of singularization of Porto Alegre’s imaginary with the arrival of the 2014 FIFA World Cup. Based on the premise that, in Brazil, sport mega-events punctuate the urban narrative and the country's development, the realization of the 2014 World Cup and the 2016 Olympics in brazilian cities becomes a unique moment of urban planning. Cities can reconfigure themselves in terms of representation and imaginary. This resignification also happens from a media look that focuses on the change of status of Porto Alegre, “FIFA host city”", and can reverberate in the urban imaginary in the first decade of the twenty-first century. The World Cup is an opportunity to dream about the city in the media. The journalistic discourse is anchored in the world of everyday life, but it is also a creative source of the dream world. This thesis starts from the following hypothesis: the journalistic discourse builds an imaginary reality for the capital of Rio Grande do Sul with the arrival of the World Cup and triggers the world of dreams. Among the objectives, is the analysis of the transformations that sports mega-events drive in urban strategic development, the understanding of the role of journalism as a technology of the imaginary that works in the symbolic construction of cities and the description of the imaginary of Porto Alegre with the arrival of the World Cup. from the news published five years before the mega-event. The methodology used is the Discourse Analysis, and the corpus is constituted by 29 news reports by Zero Hora’s newspaper, in the capital of the state of Rio Grande do Sul. The year chosen is 2009, when Porto Alegre was confirmed as one of the host cities. In three stages, the analysis proves that the news creates the world of dreams for the city.The subway and the port of the city are pointed like fundamental dreams for the World Cup. The speech about the city with subway uses the description of new services and scenarios for the future, with neighborhoods and streets totally transformed. The real Porto Alegre, without subway, appears problematic, chaotic, while the city without the changes in the port area seems to be subject to the abandonment and the lack of investment. Finally, this thesis concludes that this discourse has as characteristics: persuasion, based on the repetition of the benefits of the World Cup, whose effect may be to induce the public to accept the mega-event, the subway and the dock; the reproduction of the consensus that the support for the World Cup is unanimous and that the changes will bring collective improvements; the standardization effect of the city; and the moralistic content that determines the priority urban works and the steps to be taken in this direction.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10011
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000483021-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo6,38 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.