Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/10082
Tipo: masterThesis
Título: Dois ensaios sobre a qualidade regional do capital humano no Brasil
Autor(es): Saraiva, Maurício Vitorino
Orientador: Silva, Carlos Eduardo Lobo e
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Economia do Desenvolvimento
Fecha de Publicación: 2016
Palabras clave: CAPITAL HUMANO
ECONOMIA REGIONAL
ECONOMIA
Resumen: Estudos recentes sugerem que disparidades regionais relativas à qualidade do capital humano são importantes para explicar diferentes desempenhos de crescimento econômico. Entretanto, pouco tem sido estudado sobre a distribuição espacial do capital humano no Brasil e sua capacidade de atuar como um fator locacional para as atividades econômicas. Para preencher essa lacuna, nesta dissertação, propõe-se a criação de uma medida multidimensional de capital humano qualitativo através de técnicas de Análise Fatorial, além de utilizar uma proxy usual para o aspecto quantitativo. Dessa forma, é possível acompanhar a acumulação do estoque de capital humano da população desde a infância até a idade adulta, seja em termos qualitativos ou quantitativos. A dissertação é dividida em dois ensaios. No primeiro, constroem-se as medidas de capital humano e realiza-se uma análise espacial do estoque de capital humano em termos quantitativo e qualitativo no Brasil, em nível de 558 microrregiões entre 2009 e 2014. Os resultados permitem desenhar o mapa de distribuição do capital humano no território nacional, sugerindo a existência de fortes disparidades regionais: as regiões Sul e Sudeste apresentam elevada quantidade associada à alta qualidade; Norte e Nordeste, em geral, apresentam estoques inferiores em termos quantitativos e qualitativos, embora algumas microrregiões possuam maior quantidade que não é acompanhada pelo acréscimo da qualidade; e Centro-Oeste apresenta níveis intermediários e altos de quantidade, enquanto a qualidade é apenas intermediária.Portanto, não necessariamente as localidades com alta quantidade de capital humano apresentam também elevada qualidade (vice-versa). Do ponto de vista de mudanças ao longo do período, em geral, verifica-se que ocorreu uma leve melhoria dos níveis de capital humano no país, principalmente no aspecto quantitativo. No segunso ensaio, através de um modelo econométrico espacial com dados em painel, entre 2009 e 2014, para as 254 microrregiões das Regiões Sul e Sudeste do Brasil, aplica-se um estudo amparado em modelos locacionais para o setor de serviços por nível de intensidade em conhecimento intrínseco. Essa metodologia permite identificar a importância de diferentes aspectos do capital humano para a atração das atividades econômicas: verifica-se que a qualidade do capital humano é um fator locacional para empresas de serviços superiores (intensivos em conhecimento), enquanto o aspecto quantitativo atrai tanto os serviços superiores (intensivos) como os tradicionais (não intensivos em conhecimento).
Recent studies suggest that regional disparities in the quality of human capital are important in explaining differences in performance of economic growth. However, little has been studied about the spatial distribution of human capital in Brazil and its ability to act as a locational factor for economic activities. To fill this gap, this study proposes the creation of a multidimensional measure of qualitative human capital through Factor Analysis techniques, in addition to using a usual proxy for the quantitative aspect. Thus, it is possible to accompany the accumulation of human capital stock of the population from childhood to adulthood, either in qualitative or quantitative terms. This study is divided in two essays. In the first, the human capital measures were elaborated and a spatial analysis of the stock of quantitative and qualitative human capital was performed in Brazil, at the level of 558 micro-regions between 2009 and 2014. The results allow to draw the distribution map of human capital in the country, suggesting the existence of strong regional disparities: the South and Southeast regions present high quantity associated with high quality; North and Northeast, generally, present lower stocks in quantitative and qualitative aspects, although some micro-regions present high level of quantity that is not accompanied by increased quality; and Midwest presents intermediates and high levels of quantity, while the quality is only intermediate.Therefore, locations with a high quantity of human capital do not necessarily display a higher standard of quality (vice versa). Throughout the analyzed period, there occurred a slight improvement of the human capital’s levels in the country, especially in the quantitative aspect. In the second essay, through a spatial econometric model with panel data between 2009 and 2014 for 254 micro-regions of the South and Southeast regions of Brazil, a study supported on locational models for tertiary sector by level of intensity in knowledge was applied. This methodology allows us to identify the importance of different aspects of human capital in attracting economic activities: the quality of human capital is a locational factor for superior services (knowledge-intensive), while the quantitative aspect attracts both superior (intensive) and traditional services (non-knowledge-intensive).
URI: http://hdl.handle.net/10923/10082
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000483337-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,01 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.