Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/10518
Tipo: masterThesis
Título: Fluxo de conhecimento em sistemas setoriais de inovação: uma análise da bovinocultura de corte
Autor(es): Marques, Tiago Rolim
Orientador: Oliveira, Mírian
Dalmarco, Gustavo
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Administração
Data de Publicação: 2017
Palavras-chave: INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS - ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
BOVINOCULTURA
ADMINISTRAÇÃO - ESTRATÉGIAS
Resumo: Considerando que o processo de inovação é complexo e dispendioso para as organizações, no entanto na abordagem dos sistemas de inovação (SI), esse processo ocorre de forma exógena, minimizando o custo e a complexidade pela interação entre os atores do sistema. As abordagens dos sistemas de inovação levam em consideração os contextos nacionais, regionais, setoriais e tecnológicos, neles as interações entre os atores criam uma dinâmica do conhecimento fluindo entre os atores que o compõe. A bovinocultura de corte brasileira é um setor de grande relevância para a economia do país, e desenvolveu-se por intermédio dos investimentos em ciência e tecnologia realizados pelo governo no século XX, de forma que o rebanho bovino brasileiro cresceu substancialmente, sendo atualmente um dos maiores do mundo. Nesse contexto, a presente dissertação tem por objetivo analisar o fluxo de conhecimento no sistema setorial de inovação na bovinocultura de corte, caracterizando os atores que interagem por conhecimento nesse sistema, identificando os canais de transferência do conhecimento utilizado por eles para suas interações e classificando o conteúdo do fluxo entre conhecimento básico, estratégico, aplicado e tecnologia corrente. Assim, a pesquisa foi conduzida pelo método de estudo de caso, na bovinocultura de corte brasileira, em que foram entrevistados especialistas do setor e, posteriormente, informantes-chave de organizações, cuja participação no fluxo do conhecimento no setor foram apontadas pelos especialistas entrevistados. Essas entrevistas foram analisadas por intermédio do método de análise de conteúdo, para isso, utilizou-se o software MAXQDA 12. Assim, os atores desse sistema setorial de inovação foram organizados em cinco categorias de atores: Atores da Demanda de Mercado, Atores de Infraestrutura e Suporte, Atores Geradores do Conhecimento, Atores Intermediários do Conhecimento e Atores Usuários do Conhecimento.Os resultados revelam que existem duas categorias de atores que não participam do fluxo de conhecimento, mas atuam como forças dinamizadoras e direcionadoras do fluxo. As outras três categorias participam do fluxo de conhecimento, como geradores, intermediários e usuários do conhecimento. Logo, verificou-se que existe fluxo de conhecimento tanto entre as essas três categorias de atores quanto internamente a cada uma delas. Esse fluxo ocorre por intermédio de canais de transferência do conhecimento que foram categorizados em: canais de transferência do conhecimento codificado, canais de transferência do conhecimento personalizado e canais mistos de transferência do conhecimento. Os resultados revelaram também, que o conteúdo do fluxo de conhecimento é principalmente tecnologia corrente. Também foi verificado que o setor utiliza conhecimentos gerados em outros setores e até mesmo, em outros países. Esses resultados contribuem para a literatura com um novo modelo analítico e com novas subcategorias de atores intermediários. Oportunizam ainda, direcionamentos nas estratégias de transferência e de acesso ao conhecimento por parte dos atores do setor, assim como, indicam necessidades de políticas públicas incentivadoras do fluxo de conhecimento estratégico e aplicado entre atores geradores de conhecimento e atores intermediários, possibilitam ainda, que sejam direcionados esforços de transferência de conhecimento aos usuários por meio dos canais mistos de conhecimento.
Considering that the innovation process is complex and expensive for organizations, but in the approach to innovation systems (SI), this process occurs exogenously, minimizing cost and complexity through interaction between the actors of the system. The approaches of innovation systems take into account the national, regional, sectoral and technological contexts in which the interactions between the actors create a dynamic of knowledge flowing between the actors that compose it. Brazil's beef cattle industry is a sector of great relevance to the country's economy, and developed through investments in science and technology carried out by the government in the twentieth century, so that the Brazilian cattle herd has grown substantially and is currently one of the world. In this context, the present dissertation aims to analyze the knowledge flow in the sectoral innovation system in beef cattle, characterizing the actors that interact by knowledge in this system, identifying the channels of knowledge transfer used by them for their interactions and classifying the Content of the flow between basic, strategic, applied knowledge and current technology. Thus, the research was conducted by the case study method, in Brazilian beef cattle breeding, in which experts from the sector were interviewed and, subsequently, key informants from organizations whose participation in the knowledge flow in the sector were pointed out by the specialists interviewed. These interviews were analyzed through the content analysis method, using the software MAXQDA 12. Thus, the actors of this innovation system were organized into five categories of actors: Market Demand Actors, Infrastructure Actors And Support, Knowledge- Generating Actors, Intermediate Actors of Knowledge and Actors Users of Knowledge. The results reveal that there are two categories of actors that do not participate in the flow of knowledge, but act as dynamising and directing forces of the flow.The other three categories participate in the knowledge flow, such as generators, intermediaries and users of knowledge. Therefore, it has been found that there is a flow of knowledge both among these three categories of actors and internally to each of them. This flow occurs through channels of knowledge transfer that have been categorized into: transfer channels of codified knowledge, channels of transfer of personalized knowledge and mixed channels of knowledge transfer. The results also revealed that the content of the knowledge flow is mainly current technology. It was also verified that the sector uses knowledge generated in other sectors and even in other countries. These results contribute to the literature with a new analytical model and with new subcategories of intermediate actors. They also offer opportunities for public policies that encourage the flow of strategic and applied knowledge among knowledge-generating actors and intermediate actors. Efforts to transfer knowledge to users through mixed channels of knowledge.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10518
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000484398-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,76 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.