Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/10604
Tipo: masterThesis
Título: Avaliação do conhecimento teórico-prático das técnicas inalatórias em crianças com asma
Autor(es): Ribeiro, Mariele Cunha
Orientador: Chatkin, José Miguel
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Data de Publicação: 2017
Palavras-chave: ASMA
TERAPIA RESPIRATÓRIA
EDUCAÇÃO EM SAÚDE
MEDICINA
Resumo: Objetivo: avaliar o conhecimento teórico-prático da terapia inalatória de pais e pacientes com asma, em acompanhamento ambulatorial, e sua relação com controle da doença. Métodos: foi realizado um estudo transversal, para avaliar o domínio das técnicas inalatórias em crianças com asma e seus pais, em acompanhamento em dois centros ambulatoriais no sul do Brasil. Foram aplicados questionários incluindo avaliação do controle da doença e adesão ao tratamento, e avaliação teórico-prática da técnica inalatória. Resultados: foram incluídas 119 crianças e respectivos pais. Deste total, apenas 24 (20%) dos pais alcançaram os níveis esperados de conhecimento teórico sobre inaloterapia. Na avaliação prática da técnica inalatória por inalador dosimetrado (ID), 31/59 (53%) dos pais alcançaram níveis satisfatórios, e na avaliação prática aplicada às crianças (ID e pó seco), 9/57 (16%) das crianças usando ID alcançaram níveis satisfatórios e 11/28 (39%) das crianças usando pó seco obtiveram pontuação satisfatória. No geral, apenas 44/119 (37%) dos pacientes pontuaram de forma satisfatória na avaliação da técnica inalatória. Não houve associação significativa entre o controle da asma e níveis de conhecimento em inaloterapia. Conclusão: nossos resultados demonstram que crianças e seus pais apresentam reduzido domínio das técnicas inalatórias. Este problema básico de manejo da asma infantil necessita ser revisado nas estratégias utilizadas para educação da doença em cenários clínicos de vida real.
Objective: to evaluate the theoretical and practical knowledge of the inhaled technique of asthmatic children and their parents, in an outpatient clinic setting, and the association with control of disease. Methods: a cross-sectional and prospective study was carried out to evaluate the knowledge of inhaled technique in children and adolescents with asthma and their parents, in two outpatient clinics from Southern Brazil. Questionnaires assessing control of the disease and adherence to treatment, and evaluation of inhaled technique were applied. Results: 119 children and their parents were included. Only 24/119 (20%) of the parents reached the expected levels of theoretical knowledge about inhaled technique. In the practical evaluation of the inhalation technique by metered-dose inhaler (MDI), 31/59 (53%) of the parents reached satisfactory knowledge levels, and, of the 57 children evaluated by ID technique, only 9/57 (16%) of the children evaluated with MDI reached satisfactory knowledge levels, and only 11/28 (39%) of the children assessed with dry powder devices scored satisfactorily. In general, the evaluation of inhaled technique reached satisfactory levels in only 44/119 (37%) of the patients. There was no significant association between asthma control and knowledge levels of inhaled technique. Conclusion: Our results demonstrate that children and their parents have reduced mastery of inhalation techniques. This basic problem of managing childhood asthma needs to be reviewed in the strategies used for disease education in real-life clinical settings.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10604
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000484663-Texto+Parcial-0.pdfTexto Parcial656,81 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.