Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/10897
Type: masterThesis
Title: Risorgimento e revolução: Luigi Rossetti e os ideais de Giuseppe Mazzini no movimento farroupilha
Author(s): Dornelles, Laura de Leão
Advisor: Constantino, Núncia Maria Santoro de
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em História
Issue Date: 2010
Keywords: RIO GRANDE DO SUL - HISTÓRIA POLÍTICA
RIO GRANDE DO SUL - HISTÓRIA - GUERRA DOS FARRAPOS, 1835-1845
MAZZINI, GIUSEPPE - TEORIAS
ROSSETTI, LUIGI - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
Abstract: No século XIX, a Itália passou por um processo histórico conhecido como Risorgimento. Iniciado por volta de 1815, findou no entorno de 1870, quando atingiu seu objetivo de unificar o território peninsular sob a bandeira de um Estado. No contexto do Risorgimento, Giuseppe Mazzini lutou não apenas em prol da Unificação Italiana, mas pela propagação do republicanismo em escala mundial. Neste sentido, fundou a Giovine Europa, em Berna, no mês de abril de 1834. A Guerra Farroupilha foi contemporânea a esta associação mazziniana, que influenciou uma geração de ativistas italianos, que lutaram no sul do Brasil ao lado dos insurgentes rio-grandenses. Dentre eles, os mais comumente conhecidos são aqueles que, por suas atuações, se destacaram na trajetória farroupilha: Giuseppe Garibaldi, formador e comandante da frota naval farroupilha; Livio Zambeccari, correntemente chamado de secretário particular de Bento Gonçalves; e Luigi Rossetti, editor do jornal mais importante da República Rio-Grandense, O Povo, além de Secretário Interino do governo da breve República Juliana (29/07 a 15/11 de 1839). A partir das correspondências e escritos no jornal O Povo de Luigi Rossetti, a presente pesquisa visa compreender como se deu a inserção do ideário de Mazzini na Guerra Farroupilha.
In the nineteenth century, Italy has been through a historical process known as Risorgimento. Starting around 1815, it ended in around 1870, when it reached its goal of unifying the peninsula under the flag of a state. In the context of the Risorgimento, Giuseppe Mazzini fought not only for Italian unification, but also for the spread of republicanism worldwide. Furthermore, he founded Giovine Europa in Bern, in April of 1834. Farroupilha War was contemporary to this Mazzinian association, which influenced a generation of Italian activists, who fought in southern Brazil along with the rio-grandense insurgents. Among them, the most commonly known are those who, by their actions, stood in the farroupilha path: Giuseppe Garibaldi, trainer and commander of the farroupilha naval fleet; Livio Zambeccari, commonly called "private secretary" of Bento Gonçalves; and Luigi Rossetti, editor of the most important newspaper of the Republic Rio-Grandense, O Povo, and also secretary of the brief Republic Juliana‟s government (29/07 to 15/11, 1839). From the letters and writings in the newspaper O Povo by Luigi Rossetti, this research aims to understand the insertion of Mazzini‟s ideas in the Farroupilha War.
URI: http://hdl.handle.net/10923/10897
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000486798-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,58 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.