Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/11079
Tipo: doctoralThesis
Título: Metodologias ativas na formação de estudantes de uma universidade comunitária catarinense: trançado de avanços e desafios
Autor(es): Ferreira, Robinalva
Orientador: Morosini, Marília Costa
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Data de Publicação: 2017
Palavras-chave: METODOLOGIA
ENSINO SUPERIOR
UNIVERSIDADES COMUNITÁRIAS - BRASIL
EDUCAÇÃO
Resumo: Esta tese foi trançada na Linha de Pesquisa Formação, Políticas e Práticas em Educação, no Curso de Doutorado, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu) da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), e teve como objetivo geral analisar os avanços e desafios da utilização de Metodologias Ativas (MA) na formação de estudantes na perspectiva de docentes e discentes de uma Universidade Comunitária Catarinense. Quanto ao trançado empírico: a investigação foi desenvolvida por meio de uma abordagem qualitativa (AMADO, 2014), utilizando o estudo de caso (LÜDKE; ANDRÉ, 2003), tendo como locus uma Universidade Comunitária Catarinense. No sentido da complementaridade do estudo, também foi pesquisado em uma universidade portuguesa. Os dados foram coletados por três vias: a entrevista com docentes (sete), o grupo focal com estudantes (quatro) e uso dos princípios da análise documental em documentos institucionais como o plano ensino/aprendizagem, PPC, PPI e relatório de notas. A análise dos dados foi feita utilizando a técnica qualitativa da Análise Textual Discursiva – ATD, de Moraes e Galiazzi (2014). O trançado teórico foi construído a partir da elaboração do estado do conhecimento (MOROSINI, 2006): Educação Superior: legislação nacional e institucional; Educação Superior: planejamento; Educação Superior: docente e estudante. O trançado final, metatexto, resultou do trançado da análise, triangulação, descrição, interpretação e argumentação das categorias emergentes. Os principais resultados foram os seguintes: muitos avanços na utilização da MA; quanto à coreografia interna: estudante: mais aprendizagem, mais politizado, mais reflexivo, mais crítico, mais autonônomo, mais leitura, protagonista, mudança de cultura, mais apto para a prática profissional, pequeno aumento de notas.Quanto às variáveis coreográficas: melhora nas relações, utilização de espaço físico diferenciado como Laboratório de Metodologias Inovadoras – LMI e Future Teacher E-ducation Laboratório, melhor nota do docente, alunos participam da decisão dos conteúdos e das avaliações. Quanto à coreografia externa: institucional: participação de professores na formação continuada sobre MA, participação como ministrantes de MA, mudança de concepção de ensinar e aprender, adesão de muitos professores na utilização da MA. Coreografia interna: aula, problematização, relação teoria/prática, utilização TICs. Quanto aos desafios: coreografia interna: estudante, gerar engajamento do aluno, cultura do aluno receber, dificuldade de leitura, escrita, deficiência da educação básica, realizar atividade pré-aula, falta de tempo/aluno trabalhador, dificuldade de concentração no LMI, resistência inicial nas primeiras aulas com MA. Coreografia Externa: Institucional, crítica e resistência de alguns professores na utilização da MA, falta tempo para planejamento e avaliação, Educação Básica precária que pouco discute MA, grupo de estudo com pouco aprofundamento, volatilidade de disciplinas dos docentes, currículo extenso, necessidade de correflexão entre docentes, de troca de experiência, de supervisão, de praticar mais o que se estuda e fala dobre MA e necessidade de valorização da docência. Os resultados sinalizam de que está ocorrendo a prática inovadora na aula universitária. A pesquisa também apresenta as aproximações e distanciamentos na utilização da MA por interlocutores brasileiros e portugueses. É necessário continuar aprofundando essa temática.
This thesis was framed in the Research Training, Policies and Practices in Education, in the Doctoral Program of the Graduate Program in Education (PPGEdu) of the Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul (PUCRS), and had as general objective to analyze the advances and challenges of the use of Active Methodologies (AM) in the training of students from the perspectives of teachers and students of a University in Santa Catarina. As for the empirical tapestry: the research was developed through a qualitative approach (AMADO, 2014), using the case study (LÜDKE and ANDRÉ, 2003), having as a locus a Catarinense University. In the sense of the complementarity of the study, I also researched in a Portuguese university. The data were collected in three ways: an interview with teachers (seven), a focus group with students (four) and the use of principles of documentary analysis in institutional documents such as the teaching / learning plan, PPC, PPI and report of notes. Data analysis was done using the qualitative technique of Discursive Textual Analysis-DTA of Moraes and Galiazzi (2014). The theoretical tapestry was constructed from the elaboration of the state of knowledge (MOROSINI, 2006): higher education: national and institutional legislation; higher education: planning; higher education: teacher and student. The final tapestry, meta-text, resulted from the tapestry of the analysis, triangulation, description, interpretation and argumentation of emerging categories. The main results were as follows: many advances in the use of AM: As for internal choreography: student: more learning, more politicized, more reflexive, more critical, more autonomous, more reading, protagonist, culture change, more capable to professional practice, small increase in their grades.As for the choreographic variables: improvement in relations, use of differentiated physical space such as Laboratory of Innovative Methodologies and Future Teacher E-ducation Laboratory, better grades of teachers, students participate in the decision of contents and evaluations. As for the external choreography: institutional: teacher participation in continuing education about AM, participation as AM teachers, change of teaching and learning conception, accession of many teachers to the use of AM. Internal choreography: class, problematization, theory / practice, use of ICTs. Regarding the challenges: internal choreography: student, building student engagement, student culture, reading difficulty, writing, Basic Education deficiency, pre-class activity, lack of time / student worker, difficult to concentrating in LIM, initial resistance in the first AM classes. External Choreography: institutional, criticism and resistance of some teachers in the use of AM, lack of time for planning and evaluation, precarious Basic Education that hardly discusses AM, study group with little in depth on the subject, volatility of teachers' disciplines, extensive curriculum, need for co-reflection among teachers, exchange of experience, supervision, practicing more what is studied, and said about AM and the need for the enhancement of teaching. The results indicate that innovative practice is taking place in the university classroom. The research also presents the approximations and distances in the use of AM by Brazilian and Portuguese interlocutors. It is necessary to continue to deepen this thematic.
URI: http://hdl.handle.net/10923/11079
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000487841-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo7,23 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.