Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/1202
Tipo: masterThesis
Título: Compreendendo o processo de resistência à implementação da tecnologia de informação: um estudo de caso no contexto brasileiro
Autor(es): Ceolin, Luciana Denise
Orientador: Testa, Mauricio Gregianin
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Administração e Negócios
Fecha de Publicación: 2011
Palabras clave: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - ADMINISTRAÇÃO
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - ASPECTOS SOCIAIS
INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS - ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
Resumen: Information Technology is considered to be a facilitating and indispensable tool for business activities in the current scenario. However, the success in IT implementation is related to the acceptance and effective utilization of these tools by users. This research seeks to comprehend how the resistance to IT implementation surfaces, progresses and culminates in Brazilian organizations. Based on the main existing theories and models about resistance and acceptance and use of IT, it was used the Multilevel Model of Resistance to IT Implementation, incorporating the determinant factors of Unified Theory of Acceptance and Use of Technology (UTAUT), in order to obtain a better understanding of the research object. It was used a set of five basic components of resistance: (i) resistance object, (ii) subject, (iii) perceived threats, (iv) initial conditions, and (v) resistance behaviors; and also four determinant factors of Acceptance and Use of Technology: (i) performance expectancy, (ii) effort expectancy, (iii) social influence and (iv) facilitating conditions. The chosen method was a case study with an exploratory approach. Two case studies were made, which will be referred to, in this research, as Company A and Company B. These companies were implementing a corporative information system denominated Production Pointing Tool. The data collection was operated through questionnaires, interviews, search and selections of documents, as well as participative and direct observations. The structured questionnaire was put into practice through the internet, containing contextualized questions about the determinant factors of Acceptance and Use of Information Technology. It had a total of 98 respondents, being 57 collaborators to the Company A and 41 to the Company B, exclusively considering this work's object tool users. There were also 11 interviews in depth with users and coordinators of the implementation project of the Pointing Tool, in order to understand the resistance process and its basic components. The research results pointed out that users may demonstrate resistance behaviors even before using the system, through the projections over the consequences of its utilization. The threats related to status and power in the organization were perceived in the initial phase of Pointing Tool utilization, demonstrating that resistance behaviors may be strong from the beginning of the implementation process, setting that polítical matters may interact with the model even before the technical matters of the system do. The convergence of user's resistance components can also occur in the initial phase of the information systems implementation, not being necessary use it for a long time. The performance and effort expectations detected by the users in the utilization of the system may determine its adoption or rejection. Certain events during the information system's implementation process may alter the resistance object, the perceived threats, the initial conditions and the resistance behaviors.
A tecnologia da informação é considerada uma ferramenta indispensável e facilitadora das atividades empresariais no cenário atual. Entretanto, o sucesso na implementação da TI está relacionado com a aceitação e utilização efetiva dessas ferramentas pelos usuários. Esta pesquisa busca a compreensão de como a resistência à implementação de tecnologia da informação surge, se desenvolve e culmina em organizações brasileiras. Embasando-se nas principais teorias e modelos existentes sobre resistência e aceitação e uso da tecnologia da informação, utilizou-se o modelo Multinível de Resistência a Implementação de TI, incorporando os fatores determinantes de Aceitação e Uso da Tecnologia da Informação da teoria UTAUT, buscando assim, obter um melhor entendimento do problema de pesquisa. Utilizou-se o conjunto de cinco componentes básicos de resistência: (i) objeto de resistência, (ii) sujeito, (iii) ameaças percebidas, (iv) condições iniciais e (v) comportamentos de resistência; e também, quatro fatores determinantes de aceitação da tecnologia: (i) expectativa de desempenho, (ii) expectativa de esforço, (ii) influência social e (iv) condições facilitadoras. Como método escolheu-se o estudo de caso com abordagem exploratória. Foram realizados dois estudos de caso, denominados nesta pesquisa de Empresa A e Empresa B. Essas empresas estavam implementando um sistema de informação corporativo, denominado ferramenta de apontamento da produção. A coleta de dados foi operacionalizada através da aplicação de um questionário, da realização de entrevistas, da busca e seleção de documentos e observações direta e participante. O questionário estruturado foi aplicado via Internet, com questões contextualizadas quanto aos fatores determinantes de Aceitação e Uso da Tecnologia da Informação. Obteve-se um total de 98 respondentes, sendo 57 respondentes colaboradores da Empresa A e 41 da Empresa B, considerando-se exclusivamente usuários da ferramenta objeto desse trabalho. Também, realizou-se 11 entrevistas em profundidade com usuários e coordenadores do projeto de implementação da ferramenta de apontamento a fim de compreender o processo de resistência e seus componentes básicos. Os resultados da pesquisa apontaram que os usuários podem manifestar comportamentos de resistência antes mesmo da utilização do sistema, através das projeções sobre as consequências da sua utilização. As ameaças relacionadas com status e poder na organização foram percebidas na fase inicial de utilização da ferramenta de apontamento evidenciando que comportamentos de resistência podem ser fortes desde o início do processo de implementação, configurando que questões políticas podem interagir com o modelo antes das questões técnicas do sistema. A convergência de comportamentos de resistência dos usuários também pode ocorrer na fase inicial da implementação do sistema de informação, não sendo necessário utilizá-lo por muito tempo. A expectativa de desempenho e de esforço detectada pelos usuários na utilização do sistema pode determinar a sua adoção ou rejeição. Alguns acontecimentos durante o processo de implementação do sistema de informação podem alterar o objeto de resistência, as ameaças percebidas, as condições iniciais e os comportamentos de resistência.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1202
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000432622-Texto+Parcial-0.pdfTexto Parcial2,98 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.