Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/12262
Tipo: doctoralThesis
Título: Aproximações entre neurociência e educação: algumas considerações a partir de metanálise qualitativa
Autor(es): Richter, Luciana
Orientador: Lima, Valderez Marina do Rosário
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática
Fecha de Publicación: 2018
Palabras clave: APRENDIZAGEM
NEUROCIÊNCIA
EDUCAÇÃO
Resumen: Nesta tese, buscou-se investigar quais são as evidências disponíveis nos estudos selecionados que relacionam neurociências e educação as quais possam ser utilizadas por docentes a fim de potencializar as aprendizagens dos estudantes. Dessa forma, o objetivo geral foi compreender como essas pesquisas favorecem a prática docente visando à aprendizagem dos estudantes. Para tal, realizou-se uma metanálise qualitativa, cujos dados foram tratados por meio de Análise Textual Discursiva (ATD). Os dados para composição dessa investigação foram coletados em quatro bases eletrônicas, sendo a procedência dos 54 artigos selecionados o Portal de Periódicos Capes e o Google Acadêmico e das 4 teses e 12 dissertações o Banco de Teses Capes e o Banco Digital Brasileiro de Teses e Dissertações. A limitação temporal do estudo foi até fevereiro de 2016 em três bases e as do Google Acadêmico até junho de 2017. Do processo de Análise Textual Discursiva, das 417 unidades de sentido, emergiram três categorias, a saber: (i) Indicadores Procedentes da Neurociência para Prática Pedagógica; (ii) A Neurociência na Formação de Profissionais; e (iii) As Deliberações do Campo da Neurociência para os Contextos Educacional e de Pesquisa.Por meio da análise, foi possível afirmar que a aproximação entre neurociência e educação com o intuito de contribuir com a aprendizagem dos estudantes depende da articulação dos indicadores para a prática pedagógica, da formação docente e da relação dos docentes com os achados neurocientíficos e suas interações com os neurocientistas. Os resultados do estudo permitem sustentar a tese de que os professores podem valer-se de conhecimentos disponibilizados pela neurociência a fim de potencializarem as aprendizagens dos estudantes. Ademais, as aproximações entre neurociência e educação por meio da metanálise qualitativa, permitiram vislumbrar o potencial da preciosa interação entre as áreas, pois a complementação de saberes pode contribuir com a prática docente, a aprendizagem discente e, também, com a produção de novos conhecimentos por meio de pesquisa.
In this thesis, we investigate what evidence is available in the selected studies that relate neurosciences and education which may be used by teachers in order to enhance students learning. Thus, the research goal was to understand how these researches favor the teaching practice aiming at students learning. For this, it was carried out a qualitative meta-analysis whose data were treated under Discursive Textual Analysis (DTA). These research data were collected from four electronic databases. The 54 articles selected were from Portal de Periódicos da Capes and Google Acadêmico. The 4 doctoral dissertations and 12 master thesis were from Banco de Teses Capes and from Banco Digital Brasileiro de Teses e Dissertações. The temporal limitation of this study was February 2016 considering the three databases and until June 2017 to Google Acadêmico.From the process of Discursive Textual Analysis of the 417 sense units, there have been emerged three categories: (i) Indicators of Neuroscience for Pedagogical Practice; (ii) Neuroscience in the Teacher Education; and (iii) Neuroscience Context Deliberations for Educational and Research Environments. Through the analysis, it was possible to support that the relation between neuroscience and education, in order to contribute to the students learning process, depends on the articulation of the indicators for pedagogical practices, on the teachers education, on the teachers interpretation concerning neuroscientific findings and on their interaction with neuroscientists. The results allow us to support that teachers can use Neuroscience knowledge in order to enhance students learning. In addition, Neuroscience and Education approaches under qualitative meta-analysis have allowed us to recognize achievable precious interaction between these areas, since the knowledge exchange can contribute to teaching practice, student learning and also to the production of new knowledge by means of research.
URI: http://hdl.handle.net/10923/12262
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000489434-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo8,45 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.