Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/1269
Tipo: masterThesis
Título: Marcadores de lesão cerebral e síndrome das apnéias-hipopnéias obstrutivas do sono em indivíduos obesos mórbidos
Autor(es): Silva, Leandro Giacometti da
Orientador: Dias, Renato Dutra
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: BIOLOGIA CELULAR
BIOLOGIA MOLECULAR
OBESIDADE MÓRBIDA
SÍNDROME DAS APNEIAS OBSTRUTIVAS DO SONO
LESÕES CEREBRAIS
PROTEÍNAS
ASTRÓCITOS
Data de Publicação: 2006
Resumo: Embasamento teórico e objetivos: a síndrome das apnéias-hiponéias obstrutivas do sono (SAHOS) é uma comorbidade associada à obesidade mórbida principalmente em função da grande circunferência do pescoço. Dependendo da sua gravidade, a SAHOS pode interferir na homeostasia de inúmeros sistemas, como por exemplo o sistema nervoso central (SNC). A enolase neurônio-especifica (NSE) e a proteína S100B, proveniente do astrócito, são considerados marcadores sensíveis para lesão cerebral. Nesse estudo avaliamos os níveis séricos de S100B e NSE com o intuito de marcar possíveis injúrias causadas pela SAHOS ao SNC. Pacientes e métodos: nós estudamos dados provenientes de 25 pacientes obesos mórbidos portadores de SAHOS e realizamos a coleta de sangue antes e após o exame polissonográfico (PSG) para a dosagem das proteínas S100B e NSE. Também foram analisados dados relativos a depressão e sonolência diurna excessiva. Resultados: Os valores de S100B foram maiores após [0,029 (0,010-0,199)] em comparação com antes [0,010 (0,010-0,025)] µg/l da PSG (P=0,002). Os valores são expressos em mediana e IQ25-IQ75. Os valores de NSE não mostraram diferenças significativas entre antes e depois do sono. Conclusões: o estudo mostra variações significativas em níveis de S100B quando comparados antes e depois exame polissonográfico.
Background: obstructive sleep apnea-hypopnea syndrome (OSAHS) is considered a comorbity associated to morbid obesity mainly due to the large neck circumference. Depending on its severity, OSAHS can interfere in many systems homeostasis as, for example, central nervous system (CNS). Neuron Specific enolase (NSE) and S100B protein provenient from astrocytes, are considered sensible cerebral injury biochemical markers. We evaluated in this study, serum S100B and NSE levels, with the objective to mark possible cerebral injuries of OSAHS over CNS. Methods: this is a transversal study with data provenient from 25 OSAHS morbid obese patients. Blood samples were collected before and after polisomnographic exam for S100B and NSE protein dosage. We also analyzed data provenient from depression and excessive daytime sleepiness. Results: S100B levels were higher after [0,029 (0,010-0,199) than before [0,010 (0,010-0,025) ] PSG (P=0,002). S100B levels are expressed in median and IQ25-IQ75. NSE levels did not show significative diferences between after and before PSG. Conclusions: Study shows significative S100B level variations when compared after and before PSG. This suggests that there is a CNS astrocyte reaction because of possible cerebral hypoxemy in OSAHS morbidly obese patients.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1269
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese (Biologia Celular e Molecular)

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000396843-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo203,79 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.