Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/1279
Tipo: masterThesis
Título: Fator neurotrófico derivado do cérebro na síndrome da fibromialgia
Autor(es): Haas, Lisete
Orientador: Lara, Diogo Rizzato
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
Fecha de Publicación: 2008
Palabras clave: FIBROMIALGIA
DOR
DEPRESSÃO
ANTIDEPRESSIVOS
Resumen: O fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) é uma proteína endógena responsável por regular a sobrevivência neuronal e a plasticidade sináptica do sistema nervoso periférico e central, O BDNF tem sido estudado em situações patológicas incluindo condições como a depressão e a dor crônica, e tem sido citado nos estímulos sensoriais nociceptivos e na hipersensibilidade à dor. Resultados recentes da literatura mostraram aumento do BDNF no soro e líquor de pacientes com fibromialgia (FM). Neste estudo mensuramos os níveis séricos do BDNF em 30 pacientes com FM e 30 controles saudáveis pareados por sexo e idade analisados por enzima imunoensaio. Os pacientes com FM apresentaram níveis numericamente superiores do BDNF (FM= 167,1 ± 171,2 ng/ml) quando comparados com o grupo controle (Controles= 113,8 ± 149,6 ng/ml), chegando perto do limite de significância estatística (p=0. 056; teste de Mann-Whitney). No entanto, somente 6 dos 30 controles apresentaram valores superiores à mediana (15/15) dos pacientes com fibromialgia (129 ng/ml) (p= 0,029, teste exato de Fisher bi-caudal). Não houve correlação entre os níveis de BDNF no soro e idade, tempo de doença, escore de dor, pontos de dor e escore da HAM-D. Quanto ao tratamento com antidepressivos não encontramos diferenças significativas entre os grupos. Os nossos resultados confirmaram os achados de estudos recentes do aumento dos níveis séricos do BDNF em pacientes com FM, sugerindo que o BDNF pode estar envolvido na fisiopatologia da FM, mesmo com elevados níveis de depressão.
Brain-derived neurotrophic factor (BDNF) is an endogenous protein involved in neuronal survival and synaptic plasticity of the central and peripheral nervous system. BDNF has been studied in pathological situations, including depression and chronic pain conditions, and appears to modulate nociceptive sensory inputs and pain hypersensitivity. Serum BDNF levels have been shown to be increase in serum and CSF of patients with fibromyalgia (FM). In the present study, we assessed serum BDNF levels in 30 female patients with FM and 30 healthy ageand gender-matched volunteers using an enzyme immunoassay. FM patients showed numerically higher levels of BDNF (FM= 167. 1 ± 171. 2 ng/ml) when compared with the control group (control = 113. 8 ± 149. 6 ng/ml), close to the limit of statistical significance (p=0. 056; Mann-Whitney test). However, only 6 out of 30 controls presented superior values to the median (15/15) of the patients with fibromyalgia (129 ng/ml) (p = 0. 029, Fisher exact test). There was no correlation between serum BDNF levels and age, disease duration, pain score, number of pain points and HAM-D score. There was no significant difference in BNDF levels regarding current antidepressant treatment. Our results confirm previous findings of increased serum BDNF levels in patients with FM, suggesting that BDNF may be involved in the pathophysiology of Fibromyalgia, despite high levels of depression.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1279
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000402410-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo329,17 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.