Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/1310
Tipo: masterThesis
Título: Efeitos imunomoduladores dos hipoglicemiantes orais em cultura de linfócitos de pacientes com diabetes mellitus do tipo 2.
Autor(es): Mello, Karina Faccio
Orientador: Oliveira, Jarbas Rodrigues de
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
Data de Publicação: 2005
Palavras-chave: MEDICINA
INSULINA
DIABETES
HIPOGLICEMIA
Resumo: A clorpropamida é uma droga hipoglicemiante que atua bloqueando os canais de K+ ATP-dependentes, provocando com isto um aumento na liberação de insulina. Seguindo-se uma série de experimentos a cerca da frutose-1,6-bisfosfato, avaliando seus efeitos antiinflamatório e hipoglicemiante, foi proposto, para esta droga, um mecanismo de ação associado ao bloqueio de canais de K+ ATP-dependentes. Em um estudo comparativo entre a clorpropamida e a frutose-1,6-bisfosfato foi observado um efeito imunomodulador do agente hipoglicemainte em cultura de linfócitos. Este trabalho tem por objetivo avaliar os efeitos imunomoduladores das drogas hipoglicemiantes orais em cultura de linfócitos de voluntários sadios e pacientes diabéticos do tipo 2. Para isso foram realizados experimentos in vitro e ex vivo utilizando as seguintes drogas hipoglicemiantes: sulfoniluréias, metformina e a terapia combinada de ambas. No estudo ex vivo foi acrescentado um grupo de pacientes diabéticos que controlavam a glicemia através de dieta apropriada. Os resultados obtidos demonstraram que existe um efeito inibidor da proliferação celular por parte dos anti diabéticos orais, tanto das sulfoniluréias quanto da metformina, e que esse efeito apresenta correspondência em ambos experimentos. Os pacientes diabéticos do tipo 2 que fazem uso exclusivo da dieta também tiveram uma redução significativa da proliferação celular quando submetidos ao agente imunoestimulador. A partir disto podemos sugerir que as manifestações inflamatórias relacionadas ao diabetes mellitus do tipo 2 podem estar sofrendo influência da terapêutica.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1310
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000386733-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo726,24 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.