Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/13130
Tipo: masterThesis
Título: Retornos às fontes eclesiológicas da fé cristã: por uma igreja diocesana geradora de cristãos eclesiais, no Rio Grande
Autor(es): Rosca, Andrei Luiz da Silva
Orientador: Hackmann, Geraldo Luiz Borges
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Teologia
Data de Publicação: 2018
Palavras-chave: IGREJA CATÓLICA - RIO GRANDE DO SUL
RELIGIÃO
ECLESIOLOGIA
TEOLOGIA
Resumo: A estrutura da dissertação está organizada em três capítulos. O primeiro capítulo tem um caráter introdutório: a primeira parte oferece um olhar histórico-religioso da Diocese do Rio Grande, sob o ângulo da fé e da história, e, na segunda, apresenta uma radiografia eclesial da Igreja diocesana, sob o ângulo da fé devocional, sacramental e social. A preocupação básica do capítulo é apresentar o ambiente religioso e as circunstâncias históricas, donde emerge a questão nuclear da pesquisa: a supressão da dimensão comunitária da fé, decorrente da privatização da fé e da religião às esferas da subjetividade individual, comumente retratada pela dissociação entre fé cristã e vida eclesial. O segundo capítulo apresenta a eclesialidade do cristianismo de Jesus Cristo, a partir das fontes eclesiais neotestamentária e da constituição eclesiológica Lumen Gentium. A preferência pelas duas fontes eclesiais, uma bíblica e outra conciliar, pretende evidenciar a originalidade do cristianismo eclesial de Jesus Cristo, fundado sobre os apóstolos. O terceiro e último capítulo da dissertação toca o cerne de nossa pesquisa: a eclesialidade da fé cristã. O objetivo é mostrar, na primeira parte, as raízes eclesiais da fé cristã, dom de Deus e dom da Igreja, e, na segunda, a necessária eclesialidade do ser cristão, originariamente, eclesial: “ninguém nasce cristão, torna-se cristão” (Tertuliano). O argumento central, portanto, está concatenado nos três capítulos, ainda que cada um possua suas especificidades: “crer é sempre um ato eclesial” (CEC 181). A metodologia é bibliográfica, subsidiado pelo aporte teórico de autores como Joseph Ratzinger, Raymond E. Brown, João Batista Libânio, Álvaro Barreiro, Mario de França Miranda e Geraldo Hackmann.
URI: http://hdl.handle.net/10923/13130
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000490147-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,3 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.