Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/13333
Tipo: masterThesis
Título: Morfologia dentária e dimorfismo sexual das raias do gênero Psammobatis Günther, 1870 (Chondrichthyes: Batomorphii: Arhynchobatidae) do Sul do Brasil, Atlântico Sul Ocidental
Autor(es): Brum Neto, Álvaro
Orientador: Lucena, Carlos Alberto Santos de
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Fecha de Publicación: 2018
Palabras clave: PEIXES
MORFOLOGIA
ZOOLOGIA
Resumen: O gênero Psammobatis Günther inclui oito espécies: P. bergi Marini, P. extenta (Garman), P. lentiginosa McEachran, P. maculatus Hildebrand, P. normani McEachran, P. parvacauda McEachran, P. rudis Günther – espécie tipo, e P. rutrum Jordan. Psammobatis bergi, P. extenta, P. lentiginosa e P. rutrum são encontradas na costa do Brasil entre os estados do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Estudos sobre a morfologia dentária podem contribuir não apenas para o conhecimento da biologia das espécies envolvidas, mas também são aplicáveis à taxonomia e a estudos de relações filogenéticas. Este trabalho teve como objetivo investigar a morfologia dentária de Psammobatis extenta, P. lentiginosa e P. rutrum a fim de verificar ocorrências de heterodontia ginândrica e/ou ontogenética. Os espécimes foram capturados entre 40 m e 145 m de profundidade nas costas dos estados do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro e estão depositadas na Fundação Universidade do Rio Grande e na Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Foram analisadas 27 arcadas dentárias. Após serem destacadas do corpo, três regiões (duas laterais e a sinfisiana) de cada placa dentária foram fotografadas com microscópio eletrônico de varredura (SEM) Os dentes foram medidos e comparados em exemplares machos e fêmeas adultos das três espécies, e também em imaturos de P. extenta. As fêmeas adultas das três espécies possuem dentição pavimentosa, com dentes achatados, unicuspidados (tipo triturador); a coroa possui forma losangular, com os dentes sinfisianos ligeiramente maiores que os demais. Os dentes dos machos adultos das três espécies, embora também unicuspidados e com coroa losangular, possuem a cúspide mais longa e afilada (tipo agarrador) do que a dos dentes das fêmeas. Além disso, os dentes dos machos estão voltados para o interior da boca na região de sínfise e lateralmente (com cúspide mais curta, mas ainda pronunciada) nas regiões laterais de cada placa dentígera. A cúspide alongada observada em machos adultos de Psammobatis extenta é lisa e possui forma circular, inferido a partir de seu formato externo; enquanto nos machos de P. rutrum e P. lentiginosa possui forma elíptica. A cúspide de P. lentiginosa apresenta um sulco longitudinal. Em Psammobatis extenta, única espécie da qual foram examinados exemplares imaturos, não foi constatada heterodontia ginândrica nesta fase de desenvolvimento. Da mesma forma que nas fêmeas adultas, exemplares imaturos possuem dentição pavimentosa, com os dentes tipo triturador; mas sem variação de tamanho entre os dentes sinfisianos e os demais
The genus Psammobatis Günther includes eight species: P. bergi Marini, P. extenta (Garman), P. lentiginosa McEachran, P. maculatus Hildebrand, P. normani McEachran, P. parvacauda McEachran, P. rudis Günther – type-species, and P. rutrum Jordan. Psammobatis bergi, P. extenta, P. lentiginosa, and P. rutrum are found in the Atlantic coast of Brazil from Rio de Janeiro to Rio Grande do Sul states. Studies on dental morphology may contribute not only to the biological knowledge of the species involved, but also to their taxonomy and phylogenetic relationships. The purpose of this study is to characterize the dental morphology of Psammobatis extenta, P. lentiginosa and P. rutrum and aims to verify whether there is sexual and/or ontogenetic heterodonty. The specimens were captured in depths between 40m and 145m in the coasts of Rio Grande do Sul and Rio de Janeiro states, and deposited at Fundação Universidade do Rio Grande and Universidade do Estado do Rio de Janeiro Twenty-seven dental arches were examined. The jaws were detached from the body, and three regions (two lateral and one symphyseal) from each individual were photographed using a scanning electron microscope (SEM). Tooth were measured and compared between adult males and adult females of the three species, and also among immatures of P. extenta. Adult females of the three species showed pavement-like dentition, with flat, smooth, monocuspidate teeth (crusher type); the crown had a diamond shape, with the symphyseal teeth slightly larger than the others. The teeth of adult males of the three species, although also monocuspidate and diamond-shaped crown, have a longer, sharp cusp (grabber type) than females. Additionally, teeth observed on males were point inward in the symphysis region and sideward (with shorter but still pronounced cusp) in the distal region. The longest cusps in adult males of P. extenta are smooth and showed a circular shape, based on its external format; while males of P. rutrum and P. lentiginosa have an elliptical shape. P. lentiginosa presented a slight groove in the middle of the cusp. In Psammobatis extenta, the only species with immature specimens available, no sexual dimorphism related to dentition was observed. Similar to adult females, they have pavement-like dentition with the crusher type teeth; but without variation of size between the symphysis teeth and the others
URI: http://hdl.handle.net/10923/13333
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
DIS_ALVARO_BRUM_NETO_COMPLETO.pdfTexto Completo3,17 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.