Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/1349
Tipo: doctoralThesis
Título: Alterações em células dendríticas derivadas de monócitos e em monócitos de pacientes com câncer de mama
Autor(es): Torronteguy, Carolina Antas
Orientador: Bonorino, Cristina Beatriz C.
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
Fecha de Publicación: 2011
Palabras clave: BIOLOGIA MOLECULAR
BIOLOGIA CELULAR
NEOPLASIAS DA MAMA
CÉLULAS DENDRÍTICAS
Resumen: Breast cancer is an important cause of morbidity and mortality in Brazil and worldwide. New therapeutic strategies have been proposed and one of them is the use of cell therapy with dendritic cells (DCs), however, the literature regarding the real benefit of this approach shows great variability and inability to produce a lasting immunity. In this paper we made a detailed characterization of monocyte-derived dendritic cells (MoDCs) of patients with breast cancer and monocytes that originated them. A lower yield of MoDCs was obtained from patients when compared to age matched healthy controls. Patient MoDCs exhibited decreased expressions of maturation and activation markers. Furthermore, cultures of MoDCs of patients had significantly elevated levels of spontaneous production of IL-6, which is consistent with a pro-tumor phenotype. These differences in molecule expression and cytokine production led us to postulate that the signaling pathways and / or the expression of toll like receptors (TLRs) could be altered.A decrease of TLR9 and TLR2 and an increase in the expression of NFkBp50 was found in MoDCs of patients without stimulation. After stimulation with LPS and CPG the patients did not upregulate expression of MyD88, suggesting a downregulation of the signaling pathways activated by these molecular patterns. The number of monocytes was also were decreased in patients, showing a reduced expression of GM-CSF receptors compared to monocytes of healthy controls. Cytokine production by monocytes from cancer patients was also altered, with an increased production of IL-6, IL-4 and IL-10. TLR2 and TLR9 expression was downregulated in monocytes of patients. Together these data show that monocytes are already altered in patients with cancer, and that will influence the phenotype of DCs differentiated from them. Tumor burden seems to induce a tolerogenic and pro-tumoral phenotype in patients´cells. This finding is important for the development of DC-based cancer immunotherapy.
A neoplasia mamária é uma causa importante de morbidade e mortalidade no Brasil e no mundo. Novas estratégias terapêuticas vem sendo propostas e uma delas é a utilização de terapia celular com células dendríticas (DCs), entretanto, os dados da literatura em relação ao real benefício desta abordagem apresentam grande variabilidade e inabilidade em produzir uma imunidade duradoura. No presente trabalho fizemos uma caracterização detalhada das células dendríticas derivadas de monócitos (MoDCs) das pacientes com câncer de mama e dos monócitos que as originaram. As MoDCs das pacientes são obtidas com um menor rendimento quando comparadas a controles saudáveis pareados por idade, e exibem uma diminuição nos marcadores de maturação e ativação. Além disso, as culturas de MoDCs das pacientes apresentaram altos níveis de IL-6, o que é compatível com um fenótipo pró-tumoral. Essas diferenças na produção de citocinas nos levou a postular que as vias de sinalização e/ou a expressão de toll like receptors (TLRs) poderiam estar alteradas. Observamos uma diminuição de TLR9 e TLR2 e um aumento na expressão de NFkBp50 nas MoDCs das pacientes, sem estímulo. Após estímulo com LPS e CPG as pacientes não aumentaram a expressão de MyD88, sugerindo uma diminuição Ada via de sinalização da resposta a esses padrões moleculares. Quando analisamos os monócitos, eles também estavam diminuídos nas pacientes, e apresentavam uma expressão de receptores para GM-CSF inferior a dos controles saudáveis. A produção de citocinas pelos monócitos das pacientes com câncer também estava alterada com uma produção aumentada de IL-6, IL-4 e IL-10. A frequência de TLR9 e TLR2 estava diminuída nos monócitos das pacientes. Esses dados conjuntamente demonstram que os monócitos já estão alterados nas pacientes com câncer, assim como as DCs diferenciadas a partir deles. O crescimento tumoral parece induzir um fenótipo de tolerância nestas células. Esse dado é de fundamental importância para o desenvolvimento de imunoterapia baseada em DCs.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1349
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000442974-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,14 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.