Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/1500
Tipo: masterThesis
Título: Alocação de tarefas e comunicação entre tarefas em MPSoCs
Autor(es): Woszezenki, Cristiane Raquel
Orientador: Moraes, Fernando Gehm
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação
Data de Publicação: 2007
Palavras-chave: INFORMÁTICA
MULTIPROCESSADORES
ARQUITETURA DE COMPUTADOR
Resumo: MPSoCs (Multiprocessor System on Chip) are an increasingly important trend in the design of embedded systems implemented as SoCs, since they facilitate the fulfillment of application requirements. This is because several processors, dedicated hardware modules memory blocks and interconnection media compose the architecture of such systems, making available a higher processing power when compared to equivalent monoprocessor systems. However, strategies to obtain the potential processing capacity offered by such architectures need to be better understood and explored. To enable evaluating such strategies, it is necessary to have available a hardware/software infrastructure capable to manage MPSoC tasks execution. From such an infrastructure, it should be possible, for example, to dynamically map tasks on processors, balancing the MPSoC workload through dynamic task allocation strategies. The state of the art in the available literature explores static and dynamic task allocation strategies on MPSoCs and evaluates their viability and efficiency. Nonetheless, the need to create the hardware/software infrastructure to enable strategy exploration constitutes a bottleneck for the advance of this technology. Additionally, most works employ quite abstract models to evaluate the proposed approaches, reducing the reliability of the reported results. The main contribution of the present work is the proposition and implementation of an MPSoC platform called HMPS (Hermes Multiprocessor System). HMPS offers a hardware/software infrastructure enabling to manage task execution in MPSoC systems. The HMPS platform is based on homogeneous multiprocessing, and has a master-slave architecture. The platform employs an network on chip (NoC) as interconnection media and allows that tasks be allocated either statically or dynamically. The platform allows several distinct allocation strategies to be implemented and evaluated at a quite detailed level of abstraction. HMPS is expected to be the starting point for several future works, contributing to the research on MPSoCs. This document presents the proposition and implementation of the HMPS platform. For the hardware infrastructure, the platform employs the open source processor Plasma and the HERMES NoC, implemented by the GAPH Research Group. Some specific hardware modules were developed for the platform and some changes were made in the Plasma processor, with the goal of connecting the processor to the NoC and supporting task allocation at each processor. As for the software infrastructure, HMPS provides a multitasking microkernel executing in each slave processor and the task allocation application running on the master processor. Two task allocation strategies are available in HMPS: one static and one dynamic.
MPSoCs (do inglês, Multiprocessor System On Chip) constituem uma tendência no projeto de sistemas embarcados, pois possibilitam o melhor atendimento dos requisitos da aplicação. Isso se deve ao fato de que a arquitetura desses sistemas é composta por vários processadores, módulos de hardware dedicados, memória e meio de interconexão, fornecendo um maior poder computacional quando comparados a sistemas monoprocessados equivalentes. No entanto, estratégias que possibilitem o aproveitamento da capacidade de processamento destas arquiteturas precisam ser mais bem entendidas e exploradas. Para isso, é necessário dispor de infra-estruturas de hardware e software que habilitem gerenciar a execução de tarefas no MPSoC. A partir destas infra-estruturas deve ser possível, por exemplo, mapear tarefas dinamicamente nos processadores, balanceando a carga de trabalho do MPSoC através de estratégias de alocação dinâmica de tarefas. O estado da arte da bibliografia no tema explora estratégias de alocação estática e dinâmica de tarefas sobre MPSoCs e avalia a viabilidade e eficiência das mesmas. Contudo, a necessidade de criação das infra-estruturas de hardware e software para viabilizar a exploração destas estratégias constitui-se um gargalo no avanço desta tecnologia. Adicionalmente, a maioria dos trabalhos utiliza plataformas modeladas em níveis muito abstratos de modelagem para avaliação das abordagens pesquisadas, reduzindo a confiabilidade dos resultados relatados. A principal contribuição do presente trabalho é a proposta e implementação de uma plataforma MPSoC denominada HMPS (Hermes Multiprocessor System). HMPS conta com uma infra-estrutura de hardware e uma infra-estrutura de software, capazes de gerenciar a execução de tarefas no sistema.A plataforma HMPS é baseada em multiprocessamento homogêneo, e possui uma arquitetura de processadores mestre-escravo. A plataforma utiliza como meio de interconexão uma rede intra-chip (NoC) e possibilita que tarefas possam ser alocadas estática e/ou dinamicamente no sistema. Com isso, várias estratégias de alocação distintas podem ser implementadas e avaliadas. HMPS deverá ser um ponto de partida para vários trabalhos, contribuindo para a pesquisa na área de MPSoCs. Este documento apresenta a proposta e a implementação da plataforma HMPS. Para a infra-estrutura de hardware utilizou-se a NoC HERMES, desenvolvida pelo grupo de pesquisa GAPH, e o processador de código aberto Plasma disponível no site OpenCores. Módulos de hardware foram desenvolvidos e alterações no código do Plasma foram realizadas, visando conectar o processador à NoC e realizar a alocação de tarefas na memória do processador. Para a infraestrutura de software, foi desenvolvido um microkernel multitarefa que executa em cada processador escravo e a aplicação de alocação de tarefas que executa no processador mestre. São exploradas duas estratégias de alocação de tarefas: uma estática e uma dinâmica.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1500
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000391904-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,04 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.